O que você precisa saber sobre vendas antes do ano ir embora

O que você precisa saber sobre vendas antes do ano ir embora

Durante o ano todo, compartilhamos neste site algumas das melhores dicas sobre vendas, sobre mercado, sobre processos comerciais e maturidade em vendas.

No entanto, fiquei pensando que de tudo isso que escrevemos, o que é que realmente considero como aprendizados importanetes na área de vendas. Separei alguns deles.

Venda como se você fosse o cliente

Embora pareça clichê essa coisa de atender pessoas conforme você quer ser atendido, eu acho que precisamos ir além disso, preciso atender o cliente conforme ele quer ser atendido. A venda é sobre ele e não sobre você.

Isso quer dizer que você precisa ser capaz de não só ter o mínimo de boa educação, de simpatia, de entender melhor o que ele precisa, mas você precisa se importar em realmente resolver o problema dele como se fosse você buscando ajuda. De maneira honesta. Sem truques baixos, sem pensar apenas na venda fechada, mas realmente preocupando-se com eliminar o problema dele.

Quando procuramos um médico, não estamos apenas atrás de uma simpatia, um bom atendimento, mas principalmente, em resolver a nossa dor.

Não se preocupe muito com técnicas

Tenho certeza que na sua jornada como vendedor, você deve ter duvidado muitas vezes da sua capacidade de realizar um novo desafio. Descobriu, portanto, que em muitas vezes essa desconfiança de si era correta, mas muitas delas você estava apenas fazendo uma tempestade no copo d'água.

Pense na quantidade de vendas que já fez. Tenho certeza que mesmo nas bem-sucedidas, deve ter tido erros que você não queria ter cometido, mas no final das contas você conseguiu passar sua mensagem.

Portanto, mais do que ficar preso a técnicas, em busca de métodos infalíveis, tentando criar procedimentos impecáveis, elaborando táticas e estratégias de ataque funcionais, você precisa se preocupar com sua mensagem ao cliente.

Isso não quer dizer que devemos ignorar as já validadas e conhecidos meios de vender, apenas que precisamos resolver mais a maneira de criar pontes de comunicação eficiente com o cliente que jogá-lo no meio de metodologias e pronto. Fale com seu cliente até que ele entenda o que você diz.

Além de ser um especialista, você precisa agir como um

Um amigo me contou que entrou numa ótica atrás de um modelo específico de óculos. Perguntou sobre um tipo de lente que ele desejava e o vendedor deu uma resposta deixando claro seu despreparo sobre os produtos da própria loja.

Óbvio que, em alguns mercados, é completamente complicado lembrar de todas as informações ou estar diante das novidades o tempo todo pela velocidade de informações.

Seu cliente pode desconfiar que você não é o maior especialista sobre algo, mas ele tem a necessidade de confiar que suas informações são mesmo honestas. Por isso, faça de tudo para torna-se o maior especialista em seu mercado ou até mesmo seu produto, mas mesmo quando isso não acontecer, deixe o seguro de que você vai buscar a informação mais completa que conseguir e depois retorná-lo.

Isso sim, é um modo de driblar a desconfiança e transmitir valor.

Você vai perder muitas vendas por razões bobas

Se você é um vendedor experiente, saber que realmente algumas delas simplesmente não acontecem. Nesse sentido, você precisa rastrear possíveis razões pela qual a venda não foi finalizada com sucesso.

É importante demais entender quais são as razões que você mais perde vendas para tentar combatê-las. Será os clientes estão entendendo sua linguagem? Será que seu produto não faz diferença para eles? Será que eles têm razões externas para não fechar com você?

Tudo isso é remediável quando você entende que determinadas vendas podem não acontecer por alguma falha que possa ser boba, mas que impacta realmente nos resultados reais.

Diante disso, tem duas opções ou amenizamos essas pequenas questões apenas com solução rápida ou simplesmente ignoramos que pequenos detalhes ainda fazem a diferença e assumimos o risco de diminuir rendimento de vendas.

Nenhum processo de vendas anda sozinho. E quanto mais rapidamente você conseguir lidar com isso, mais você estará no caminho da evolução de resultados.

Não seja apenas um vendedor, seja um canal

Embora quando procuramos uma loja, um produto ou um serviço, estamos na verdade em busca de algum meio de adquirir algo, também estamos com dúvidas a respeito de tudo.

Por isso, cada vendedor precisa ter consciência de que se ele for um canal de informação para seu cliente, ele tende a confiar cada vez mais e ao mesmo tempo o tempo e o esforço de vendas tende a diminuir.

Todo mundo tem a capacidade de ser um canal de algo, por isso precisamos deixar com que pessoas confiem nas nossas ideias, que tenham vontade de nos procurar por ter a certeza que encontraram suas respostas ou um meio de obtê-las mais rapidamente.
Lembre de vender produtos, mas principalmente ideias para seus clientes.

Não diminua o ritmo

Há períodos do mês que temos um gás maior para atividades no trabalho, mas existem dias em que estamos com a cabeça mais avoada ou com uma velocidade mais lenta.

Acredito que um dos maiores erros de muita gente é perder de vista o ânimo durante determinado período. Estamos falando de entrar num ciclo de vida em que o cansaço e o desânimo tomam conta do dia-dia.

Obviamente, que faz parte da profissão de vendas estar numa montanha-russa de emoções. A questão é encontrar uma maneira de reverter um estado psicológico negativo para uma atitude de perseverança. Concorrência, o mercado, os preços e “os nãos”, precisam ser absorvidos.

Se a coisa estiver pesada, não guarde para si. Seja capaz de pedir ajuda, de melhorar questões pessoais ou profissionais que possam estar atrapalhando seu desempenho. Apenas não diminua o ritmo.

Não estou falando sobre fingir que está tudo bem, mas de lembrar que vender mais também é melhorar sua rotina. Crie bons hábitos e não pare no meio do caminho.

Vender como se fosse o cliente, melhorar a mensagem com ele, tornar-se um especialista no mercado dele e se comportar como uma ensinador, conhecer bem as razões de perda de vendas, ser um canal para entender e interagir com a demanda dele e ainda conseguir manter um ritmo é um desafio que você só consegue com auxílio da tecnologia.

Se você quer ajuda para performar mais, talvez seja hora de testar um novo jeito de ver sua operação comercial.