As vantagens de ter equipes mistas

As vantagens de ter equipes mistas

A maioria dos escritórios hoje são divididos por departamentos. Em alguns casos, isso pode até ser uma boa ideia para focar tarefas e profissionais, reunir equipes com forças semelhantes, alinhar grupos por competência, mas quando, temos pessoas de diversas funções diferentes trabalhando ao lado um do outro podemos ter também uma troca bem interessante. Este é o ponto deste texto.

Hoje estou num escritório literalmente sem divisórias. Cada um instala seu computador na mesa que desejar, senta-se no local escolhido e começa a trabalhar como acredita ser melhor. Apesar de parecer que não há uma organização predefinida, há sim uma pequena ordem coletiva, mas não estamos presos a ela. O mais interessante é que este modelo promove uma troca interessante entre os profissionais.

Agora mesmo, enquanto escrevo, escuto um consultor de vendas negociando com o cliente sobre um dos planos que oferecemos na empresa. Como estou ao lado, acabo sempre ouvindo um pouco do que eles têm conversado. Por incrível que pareça, esta experiência têm me feito aprender cada vez mais sobre o que oferecemos, tem me educado, mesmo que sem intenção, a respeito dos produtos, tem me colocado mais diante das principais dores dos clientes e me feito comunicar-me de maneira mais precisa com os prospectos.

Pode parecer bobeira, mas cada vez que ouço ele abordando clientes distintos, com exigências diferentes, percebo os detalhes de cada tipo de pessoa e necessidade. Mesmo sendo redator, sem habilidade comerciais claras, começo a entender um pouco mais o nosso cliente, o modelo de negócio e sou capaz de alinhar de maneira mais precisa um conteúdo com o time de vendas. Essa troca é importante demais. Ter times mistos pode trazer grandes contribuições:

Você é capaz de perceber o processo inteiro

A grande vantagem de ter uma equipe integrada é ser capaz de ver o processo como inteiro. Ao contrário do que paredes promovem, quanto todos estão dentro do mesmo ambiente, isso pode trazer uma grande vantagem para a equipe. Perceber como funciona o todo, cada um na sua função, me dá a ideia que me ajuda a compreender não só mais sobre a empresa, mas sobre como é o comportamento e o cliente no final da ponta.

De um modo geral, a departamentalização tende a reduzir a ideia de colaboração e cooperação dentro de uma visão mais macro do negócio. Deixamos de ficar cada um preocupado só com suas metas, seus objetivos e podemos promover uma empatia maior pelo trabalho do outro.

Além disso, em modelos fechados, é possível ver a diminuição da interação entre funcionários e projetos. É bastante comum a gente não saber, por exemplo a quem deve encaminhar mensagens quando sai do seu departamento. Isso acontece porque não estamos acostumados a lidar com outras realidades.

Estar ao lado de um vendedor na ativa, ver como ele lida com a dores dos clientes, perceber seu tato no atendimento e sua sensibilidade em apresentar o negócio tem me tornado um redator mais assertivo na construção do nosso conteúdo e o amadurecimento do negócio.

Você pode ter acesso rápido a uma informação

Sabe aquela coisa de ligar para o Ricardo do RH e ele nunca te responder? Pois é, quando temos uma aproximação conseguimos interagir mais com outras pessoas e setores para obter respostas mais rápidas.

Dentro de um escritório pequeno e misto, podemos conversar entre si com muito mais facilidade e entender os processos, as demandas, a realidade de um outro ambiente que não seja o nosso.

Outro dia, um dos responsáveis por TI acabou dando uma força para um colega do Sucesso do cliente. Ele viu a dificuldade do outro e pode contribuir de maneira simples. Basta a secretária olhar para a mesa do gerente e ver que ele não está lá para avisar o cliente que ele retornará depois sem precisar daqueles intermináveis sistemas eletrônicos de atendimento por transferência, por exemplo.

Obviamente que isso é mais comum em empresas  de menor porte, mas seria interessante alimentar uma cultura de apresentar outras funções e gerar esta empatia maior.

Uma equipe que se conhece é uma equipe que atende melhor e mais rápido.

**Você deixa o ultrapassado modelo verticalizado **

O que mais me chama a atenção é que não existe mais aquele modelo do chefe mal conversar, comunicar-se ou preocupar-se com seus funcionários. Neste modelo misto, o chefe pode sentar ao lado do estagiário sem problema algum.

Além de driblarmos este modelo ultrapassado de hierarquização vertical dentro dos escritórios que afastam os gestores de seus liderados, podemos sim aprender a misturar-se, a ouvir mais, a compreender um ao outro e a criar um senso de responsabilidade pelo crescimento.

Quando uma gestão não utiliza da hierarquização para criar barreiras, mas aproxima ainda mais pessoas com habilidades distintas, podemos aumentar o potencial criativo, as multi funcionalidades entre times e a criação de projetos mais maduros e ricos. Uma vantagem do time misto é reconhecer as habilidades incomuns e complementar-se.

Times que se aproximam, tem melhor resultados

Uma comunicação livre que flua com facilidade dentro de um escritório misto resultará em resultados mais concisos. Conviver com o dia-dia de outros departamentos vai além daquela reunião semanal, realmente tem mais habilidade de conectar ideias, pessoas e projetos com uma força maior. Além de conectar membros da empresa também acabará intensificando e alinhando a comunicação entre eles.

Se pudermos contar novidades, poderemos também dividir resultados como equipes. Se pudermos interagir entre as áreas, poderemos ver mais oportunidades. Este é o grande segredo de dividir mesa com alguém que não é do mesmo setor, mas está no mesmo projeto.