Aprenda a impulsionar as etapas do seu funil de vendas com CRM

Talita Bernardes

por Talita Bernardes

O caminho que o time de vendas percorre para gerar leads e levá-los até o fechamento é longo, e o CRM é o grande aliado de muitos desses vendedores. 

Isso porque o CRM é uma ferramenta de gestão de relacionamento com o cliente que possibilita os vendedores acompanharem todo o processo.

Associar o seu funil de vendas ao CRM também ajuda você a conhecer as dores de seus clientes, construindo assim uma base de dados baseada na utilização do software para melhorar a interação entre você e seus clientes.

Essa relação também te ajuda a entender o comportamento de seus clientes, o que faz com que você saiba o momento perfeito para apresentar um produto/serviço a eles. Isso ajuda você a não perder tempo com oportunidades que podem não acabar em vendas. 

O funil de vendas quando administrado e acompanhado pelo CRM pode impulsionar e aumentar suas vendas.

Quer saber mais? Aprenda a impulsionar cada etapa do seu funil de vendas com o CRM.

1. Geração de leads

Nessa etapa ainda não existe fechamento, mas você, e o seu CRM, já podem estar preparando o terreno para ele. Ao vincular suas campanhas de marketing a sua ferramenta, a empresa alimenta automaticamente seu CRM com contatos e reúne dados que serão essenciais para os vendedores a partir de então.

Em quais produtos/serviços os clientes estão interessados? Por quais assuntos eles se interessaram mais? Quais conteúdos obtiveram uma resposta maior de seu público?   

Acompanhar essa geração através do CRM possibilita que as estratégias sejam repensadas e adaptadas para que mais leads sejam atraídos. 

Mas não só para as campanhas que já estão rodando, mas também para as que ainda estão por vir e podem ser melhor planejadas.

2. Qualificação

Seja através de contato com os clientes ou uma varredura geral, a qualificação dos contatos gerados, a qualificação de contatos também pode ser impulsionada pelo CRM. As informações coletadas são adicionadas à plataforma para facilitar o trabalho de vendas.

Sendo assim, toda vez que um lead quente, isto é um lead qualificado que possui interesse nos produtos/serviços, é detectado, ele é imediatamente transmitido para um representante de vendas que já possui informações precisas e completas.

3. Contato e maturação 

Com essas informações detalhadas o vendedor tem tudo o que precisa para se preparar para sua primeira reunião. O objetivo é personalizar e adaptar o discurso de vendas, evitando discursos prontos e enjoativos.

Nessa fase o CRM colabora para que essas informações para personalizar o discurso sejam utilizadas, e para acompanhar o estágio em que o consumidor se encontra.

Após realizar o primeiro contato é provável que ele tire um tempo para analisar e pensar melhor sobre os benefícios e vantagens do que foi proposto. Logo, é importante ficar atento ao timing certo para propor o fechamento.

Através do CRM e das informações registradas é possível entender o melhor momento para isso.

4. Fechamento

Quando o cliente já se convenceu e aceita fechar negócio, o CRM ainda assim se faz muito relevante. Os dados coletados durante os contatos ficam centralizados na ferramenta para promoções futuras, e até mesmo estratégias de fidelização. 

Em muitos CRM, como o Moskit, é possível até que sejam adicionados modelos de e-mails e mensagens pensados justamente para estágios como este, estes que serão personalizados com essas informações. Isso é uma economia de tempo considerável para os vendedores que não se perdem mais na burocracia e se concentram em fechar negócios.

5. Pós-vendas

A venda não acaba após o fechamento. Após o cliente fechar o negócio e começar a usufruir do produto/serviço o trabalho continua.

Um acompanhamento pós-vendas pautado nas informações do seu CRM, podem te garantir ainda mais vendas.

Acompanhar o seu cliente no pós-vendas e registrar no seu CRM informações sobre ele pode te mostrar quando é possível ofertar um upsell ou até mesmo um resell.

As equipes de vendas podem criar tarefas de acompanhamento com um clique a partir do momento em que o cliente fechar o negócio, para seja possível monitorar o progresso, avaliar o nível de satisfação, fidelizar e oferecer novos produtos ou serviços com base nas informações presentes no CRM.

Qual CRM escolher?

O CRM é uma das principais ferramentas para organização e gestão de vendas quando o assunto é funil de vendas. Isso porque a partir do CRM é possível criar e organizar o funil da empresa.

Ter uma ferramenta que consegue gerenciar o funil de vendas é muito importante, visto que através dela é possível personalizar o funil de acordo com a jornada do cliente, e as etapas que o cliente percorre por cada fase do funil.

Dentro do CRM a noção de quantos negócios estão em cada fase do funil se torna mais gráfico, o que te ajuda a enxergar , os gargalos do funil, permitindo que ações sejam pensadas para resolver esses problemas.

Se você acredita que o funil de vendas aliado a um bom CRM pode ajudar a impactar suas vendas positivamente, clique aqui para conhecer mais sobre o Moskit e realize um teste gratuito na nossa plataforma.

Compartilhe esse publicação

Compartilhar no twitter Twitter Compartilhar no facebook Facebook Compartilhar no Whatsapp Whatsapp
Também em Blog Moskit