Pare de pensar com o próprio bolso

Pare de pensar com o próprio bolso

Estamos de volta e o vídeo de hoje é especial!

Se você ainda não está por dentro, nós agora estamos no youtube com um quadro chamado Toca o Sino das Vendas, onde abordamos temas diversos sobre vendas de uma forma bem interativa.

Em um dos nossos últimos vídeos falamos um pouco sobre ferramentas B2B, quais usar, e nos comentários surgiu uma dúvida do Pedro de Iglesia Mottinelli sobre o vendedor que vende pensando no próprio bolso.

Todo mundo sabe que nem sempre um vendedor vende aquilo que seu bolso pode pagar.

Quando se trata de produtos ou serviços com valores elevado isso costuma ser mais comum ainda.

O vendedor tem que ter em mente que o cliente que chega até uma loja ou empresa atrás da solução que ele vende, está ciente do preço, do porte da empresa, onde está localizada e qual público ela atende.

O preço empregado vai sim ser levado em conta, mas só se tornará um problema caso o valor para ele não seja levado em conta, quanto aquilo realmente vai impactar na sua vida não for levantado.

O preço faz parte da negociação, mas não se resume somente a isso.

A venda deve ser feita pensando no cliente e nas necessidades que ele está passando. A empresa sabe qual a verba que libera e qual a meta que tem que bater. Então pensar em formas de pagamento antes do cliente tomar a decisão de compras, é precipitado e vai dar errado.

O vendedor antes de mais nada deve acreditar no que está vendendo, enxergar o valor. O que pra você é um gasto supérfluo, pode ser uma necessidade para o cliente e enquanto essa barreira de diferenciação não for quebrada, esse pensamento se perpetuará.

Conheça o perfil do seu cliente, o que ele gosta e possíveis hobbies que ele tenha e tente desta forma se relacionar com a dor dele e ver a venda pelo lado oposto.

E para não restar dúvidas que tal assistir o vídeo? Não se esqueça de se inscrever em nosso canal.