Pare de vender manual de produto com Daniel Baunds do B2B Summit

Pare de vender manual de produto com Daniel Baunds do B2B Summit

Olá, tudo bem com vocês?

Voltamos com mais um vídeo super legal do nosso quadro Toca o Sino das Vendas. Desta vez fomos até Brasília bater um papo com o Daniel Baunds da B2B Summit.

Recentemente falamos um pouco sobre vendas, e como o evento B2b Summit não é apenas um evento. Confere lá que está incrível!

Durante essa visita os meninos conversaram um pouco com o Daniel sobre características que fazem com que o vendedor consiga vender.

No decorrer do papo, os meninos, apontaram que muitos vendedores são apaixonados pelo produto e se esquecem que o cliente quer saber mais do que a ficha técnica do produto.

Por exemplo, um programador tentando vender um software que desenvolveu, que ao invés de apresentar as funcionalidades para o cliente, exibe os códigos e técnicas que utilizou. Quando na verdade o cliente não está interessado nesse aspecto do produto, e só quer saber se funciona ou não.

A primeira regra para vender um produto é: Falar das características técnicas de um produto, não é a mesma coisa que vender.

O cliente quer se conectar com o produto, e se foi atrás de você certamente acredita que algum aspecto do seu produto possa solucionar a dor que está passando.

A venda tem que ser consultiva, ou seja, ela vai se adaptar a dor de cada cliente. Portanto sentar e conversar com seu cliente, e entender o que ele está passando, faz com que sua estratégia se torne mais eficaz. Realmente se colocar na situação-problema que possa estar enfrentando.

Existem algumas técnicas de vendas que podem te auxiliar a vender mais. Já falamos de algumas delas aqui no blog.

Saiba mais: SPIN Selling & Gatilhos mentais.

Uma maneira de atrair o cliente para seu produto e exemplificar quais as funcionalidades dele, e realizando uma demo personalizada para o cliente.

Supondo que Theo venda um produto para rotinas financeiras, emissão de nota fiscal, boletos, controle de vendas e dinheiro e etc; E sua cliente Ruth precise de um serviço que emita notas fiscais. Theo deve focar no problema da cliente e ofertar um período de teste para a funcionalidade que a cliente necessita, e orientar a mesma.

Desta forma a cliente entenderá que o serviço realmente atende suas necessidades, e por mais que possua diversas outras funcionalidades que não cabem em seu cenário, o serviço ainda será relevante.

Agora que você pegou todas essa dicas, que tal começar um teste gratuito no Moskit CRM e descobrir nossas funcionalidades?