Organizando seu local de trabalho - Moskit no Home office #1

Organizando seu local de trabalho - Moskit no Home office #1

Estivemos todos envolvidos numa grande mudança nos últimos meses.

Escritórios vazios, trabalho remoto e operações partindo das milhares de casas deste país. A pandemia do novo coronavírus está acelerando um movimento que já começava a acontecer: a descentralização do local de trabalho e a adoção de políticas mais amplas de home office.

Dentro do cenário de vendas, esse movimento também não começou agora, mas está se acentuando rapidamente.

O modelo de Inside Sales já vinha em grande crescimento nos últimos anos, substituindo a figura do vendedor que está sempre visitando cliente, para o consultor de vendas que utiliza o computador e outras ferramentas tecnológicas para ampliar seu alcance e produtividade.

A junção dessas duas mudanças estabelece o vendedor em home office não mais como um modelo opcional, mas como uma necessidade intrínseca de qualquer negócio. E apresenta novos desafios, principalmente para quem ainda estava num modelo mais tradicional de operação.

O primeiro destes desafios é a gestão remota de vendas, onde um diretor comercial precisa orientar vendedores que não estão no seu campo de visão. O segundo é a brusca mudança no modelo de trabalho para quem está acostumado com o escritório, precisando estabelecer uma nova rotina e hábitos bem diferentes.

Nós do Moskit estamos trazendo uma série de textos para ajudar gestores e vendedores na busca por um trabalho remoto mais confortável, evitando que a mudança cause estresse e impactos na operação.

Mais ainda, queremos te ajudar a descobrir que é possível ter resultados ainda melhores quando as vendas deixam de depender de impressões abstratas e passam a se apoiar em dados e tecnologia.

Dificilmente lembramos, mas alguém teve o trabalho de planejar o modelo de cadeiras utilizado, a posição das mesas, o tipo de luz e diversos outros detalhes que hoje muitas empresas usam apenas por ser um padrão, mas fazem muita diferença na produtividade.

Quando estamos em casa, estes padrões propagados ao longo dos anos não estão presentes. Sentimos que a luz diferente atrapalha no foco, que a cadeira machuca as costas e, alguma coisa, que nem sabemos descrever, acaba deixando tudo mais difícil.

A organização quase automática do escritório tradicional deixa de acontecer no trabalho de casa e podem ter um enorme impacto se não nos preocuparmos.

Tenha um lugar feito para trabalhar

A transição do coronavírus não nos deu tempo para planejar, então sentar na mesa da sala ou da cozinha para trabalhar acabou sendo uma fácil decisão para não deixar as vendas pararem.

Como solução rápida essa parece ser uma boa saída, mas no longo prazo esse ambiente deixa de ser um aliado e passa a trazer algumas armadilhas.

Trabalhar no meio da casa significa ter pessoas transitando e interrupções acontecendo com frequência. Assim a concentração acaba comprometida e o desempenho também.

É muito difícil trabalhar no meio do cotidiano de uma casa. Principalmente quando outras pessoas e crianças moram no mesmo lugar.

Um ambiente de trabalho, mesmo que seja em casa deve ter alguns atributos:

  • Garantir concentração
  • Ser silencioso
  • Ter uma cadeira confortável
  • Uma mesa que não precise ser desfeita todos os dias
  • Iluminação confortável para leitura

Claro que um ambiente pode ter elementos muito além destes, mas ser capaz de sentar por longos períodos sem sentir dor ou desconforto, não ser interrompido ou incomodado com barulhos e ter um lugar pronto para sentar e começar o dia são algumas tranquilidades que quando somamos tudo, fazem grande diferença.

Nunca é demais lembrar da limpeza

Todo dia alguém limpa o escritório da empresa. Seja quando todos já foram embora ou antes do dia oficialmente começar, ao início da manhã tudo costuma estar limpo e organizado.

Mesmo que em alguns lugares a mesa de trabalho seja responsabilidade do profissional, é muito difícil bagunçar o suficiente a ponto de se tornar problemático. Com outras pessoas no mesmo ambiente, a inibição de deixar a bagunça crescer é um pouco maior.

Em casa a coisa muda de figura. Normalmente, dedicamos um dia na semana para uma limpeza mais intensa e resolvemos as bagunças maiores conforme forem surgindo.

Mas a mesa de casa está ali. Tem canecas de café, papéis espalhados e outras coisas menores que só precisamos para algo mais rápido, mas acabou ficando por cima de tudo. A quantidade de bagunça que pode acumular ao longo dos dias é enorme.

A poluição visual da bagunça é um forte estressor e um grande inimigo da concentração.

O ideal é todo dia depois do trabalho remover sua caneca de café e outros objetos que estão na mesa, mas não fazem parte do trabalho. Usar um pano para tirar manchas e poeira, organizar papéis, canetas, agenda e tudo o que pertence à mesa, mas está fora do lugar.

Mas a gente sabe que depois do trabalho estamos cansados e normalmente só levantamos e vamos para outro lugar da casa. Reconhecendo essa dificuldade, a melhor hora pra fazer essa limpeza é antes do dia começar.

Uma limpeza na mesa não leva 5 minutos e tem grande impacto no desempenho e produtividade.

Tenha o que você precisa sempre perto

É comum precisar de papéis para anotação, post-it, agenda e outro materiais de escritório que dificilmente temos em casa, mas que no cotidiano do trabalho são muito importantes.

Para uma organização mais eficiente, tenha na sua mesa alguns rascunhos de papel, um bloco de post-its e um organizador de canetas. Um copo plástico desses que a gente ganha evento pode suprir bem essa necessidade.

Algo que muita gente esquece que é importante, mas acaba fazendo muita falta é uma pequena lixeira para papéis. Levantar para jogar algum papel velho no lixo é um comum caminho para a distração. Por outro lado, deixar lixo na mesa também acaba atrapalhando bastante.

Um escaninho organizador para papéis ajuda a organizar folhas que podem ser úteis, mas atrapalham quando estão soltas pela mesa.

Itens pessoais longe da mesa

Um costume antigo em mesas de trabalho, mas ainda comum, é posicionar fotos, estátuas, pequenos brindes e outros objetos pessoais na mesa de trabalho.

Este hábito era uma forma de levar um pouco de personalidade e memórias para o ambiente de trabalho, mas no home office não existe essa necessidade e estes objetos com carga emocional podem ficar em outros lugares do mesmo ambiente.

Pilha de livros que não estão sendo utilizados e porta retratos compõem uma bela decoração nas estantes e prateleiras, mas podem poluir muito a mesa de trabalho.

Seu computador faz parte do seu ambiente de trabalho

Dificilmente lembramos, mas nossa área de trabalho do computador também faz parte da nossa organização, e essa bagunça pode consumir tempo e gerar estresse.

Ícones e arquivos ocupando a área de trabalho e pastas atoladas de arquivos que já não são mais necessários nos fazem perder bastante tempo na hora de encontrar o que precisamos. É comum inclusive buscar o arquivo na internet, do que procurar na bagunça que estão as pastas de downloads.

Não precisa ser todo dia, mas tirar um dia na semana para limpar a área de trabalho, deletar arquivos desnecessários e organizar visualmente o seu ambiente de trabalho digital faz tudo se tornar mais fácil.

A dinâmica de trabalho muda bastante quando estamos distantes da empresa, mas com alguns ajustes simples é possível trabalhar confortavelmente e com resultados ainda melhores que os do escritório.

Para te ajudar neste objetivo, nós do Moskit estamos trazendo uma série de funcionalidades que vão te ajudar a extrair o melhor da organização de vendas, independente de onde esteja.

Conheça as novidades!