É assim que você foge dos feedbacks negativos

É assim que você foge dos feedbacks negativos

É sempre difícil sentar para escutar outras pessoas apontarem o que existe de errado em seu trabalho ou no seu comportamento.

Receber um feedback não é simplesmente ouvir as palavras que estão sendo ditas, mas ter maturidade o suficiente para não deixar a mente reagir.

Ao primeiro sinal de ameaça, nosso cérebro passa a bombardear nossa mente com respostas prontas para tudo o que está sendo apontado. É um mecanismo de defesa que é bem estudado pela psicologia.

O Backfire Effect nos arma com argumentos que nos protejam de opiniões erradas, não apenas confirmando a visão de que estamos certo, mas tornando essa visão ainda mais forte.

No caso específico do feedback, existem algumas desculpas comuns que sempre recorremos para fugir da realidade e sentir que ainda temos razão. Ao prestar atenção nesse pensamentos ao receber uma crítica, tente pensar se não é apenas seu ego ferido tentando te proteger da verdade.

Não é minha culpa

Nem tudo é nossa culpa, mas quando estamos falando do ambiente de trabalho e o feedback está vindo diretamente para nós, fica claro que temos uma parcela dessa responsabilidade.

Ao invés de agir como vítima de alguém irresponsável que prejudicou seu trabalho, tente pensar em como poderia ter atuado para garantir que as outras pessoas fizessem o necessário e sua parte ser concluída. Se a entrega é sua responsabilidade, isso inclui garantir que tudo esteja em sua mão a tempo.

Nem era tão importante assim

Menosprezar um problema para sair como se não tivesse errado "tanto" é também um comportamento nocívo em relação aos feedbacks. Além de demonstrar que você não se importa com os detalhes, está escondendo sua culpa atrás da baixa gravidade das consequências.

Sendo muito ou pouco importante, o problema existiu e precisa de atenção.

O problema é a equipe, são todos incompetentes

Essa é uma outra forma de desviar das críticas, posicionando-se como alguém melhor que os outros e transferindo a culpa dos problemas para essa suposta incapacidade do time.

Neste caso, é bem improvável que todos estejam errados e só você esteja certo. Principalmente numa situação quando está recebendo um feedback por algum problema.

Eu posso ter feito isso, mas o que fizeram foi pior

Ao sentir-se ameaçado, uma das saídas comuns é procurar pessoas para se apoiar. Seja apontar alguém do time que fez algo pior, até mesmo culpar o próprio gestor por ter tomado uma atitude supostamente mais grave.

O fato é que atitudes são avaliadas individualmente e, mesmo que alguém tenha feito algo grave, isso não serve para invalidar outro erro. Cada pessoa vai assumir as consequências de suas ações quando chegar a hora. Se você errou, assuma sem precisar apontar dedos.

Você está falando isso, mas outro dia eu fiz diferente

Ao receber um feedback negativo é comum procurar eventos onde apresentou um comportamento para dizer que suas ações não são sempre as apontadas. No entanto, se alguém está apontando essa atitude é porque, mesmo se forem exporádicas, podem estar causando danos.

Da mesma forma que é fácil escolher momentos específicos pra dizer que não erramos, é comum ignorar o fato de que na maioria das vezes, basta errar uma vez para que o dano seja feito.

--

Não é fácil encarar nossos erros, mas como profissionais é preciso olhar com a cabeça erguida, assumir as responsabilidade e estabelecer o compromisso de mudança.

Sem reconhecimento de que existe algo fora do lugar, é impossível realizar ajustes para que resultados positivos sejam conquistados.

Uma bela forma de enxergar erros anteriores e reconhecer que o problema existe é consultando históricos de negócios no seu CRM, assim é possível saber em qual momento algo deu errado e qual mudança você pode realizar para que não aconteça novamente.

Para quem não usa CRM, basta clicar aqui e fazer seu teste grátis por 15 dias.