Como montar um plano de ação para as vendas serem mais efetivas?

Como montar um plano de ação para as vendas serem mais efetivas?

O que é um plano de ação de vendas?

Vender não basta. Toda empresa precisa de um plano de ação para melhorar a qualidade de seus processos e, consequentemente, aumentar seu fluxo de vendas.

O plano de ação de vendas pode ser definido como o planejamento estratégico do setor, em que você consegue organizar suas metas, traçar objetivos e monitorar suas estratégias.

Só que não basta ter o plano sem profissionais preparados e treinados para isso.

Como montar um plano de ação de vendas

Vender é crucial para que toda empresa se mantenha de pé, mas, antes de sair vendendo e se planejando, é preciso aprender a montar um plano de ação de vendas.

Conheça os aspectos fundamentais para estruturar o seu:

- Analise

Qualquer plano, independentemente da sua função, precisa começar com a análise e interpretação dos dados.

Como saber o que melhorar, quando não se tem a menor noção da situação atual da empresa? Contar com um sistema gerencial, como o Moskit CRM, pode te ajudar a ter acesso a várias dessas informações.

Com elas em mãos, tente responder às seguintes perguntas:

  • Qual o seu fluxo de vendas?
  • Como os seus consumidores costumam comprar?
  • Quais produtos/serviços são mais consumidos?
  • Como é o seu faturamento?
  • Quem são seus concorrentes?
  • Quem são seus melhores vendedores?

Essa análise, sem dúvidas, te ajuda a ver com mais clareza a sua empresa e entender quais os seus pontos fortes e fracos e, claro, qual a situação atual dela e as possibilidades para o futuro.


- Objetivos e metas

Todo plano, seja ele qual for, tem um ou mais objetivos. Só que, antes de determiná-los, toda empresa deve partir do seguinte ponto: o que queremos alcançar e quando?

Esses objetivos precisam estar de acordo com as possibilidades reais, por exemplo, uma empresa que abriu as portas, colocar como uma de suas metas ser líder de mercado até o próximo mês pode ser um pouco inalcançável.

Manter o pé no chão é importante!

Olhe a curto, médio e longo prazo e da grande meta trace outras pequenas para manter o fluxo e a competitividade, isso é importante para cumprir pequenas etapas.

Não se esqueça de pensar na sua carteira de clientes, eles também precisam estar inclusos nesses objetivos e qualquer passo em vão pode fazer com que eles parem de consumir com você.

- Estratégia

Tudo bem, você definiu suas metas e objetivos, será que isso é suficiente para colocar o seu plano de ação em prática?

A resposta é não, apesar de saber aonde você quer chegar, você ainda necessita se planejar e tentar traçar um caminho para que isso aconteça.

Não entendeu?

Suponhamos que você tenha uma empresa no ramo da moda e seu objetivo seja aumentar em 200% o seu faturamento no próximo ano. A primeira atitude que você precisa tomar é investigar de onde parte seu faturamento atual e como pode dobrá-lo.

Neste cenário, é possível apontar algumas estratégias que a empresa pode tomar para atingir suas metas e objetivos:

  • A ampliação do público-alvo pode trazer mais consumidores e aumentar as vendas;
  • Novos canais de vendas, para aqueles cliente que se sentem confortáveis de comprar através de site ou redes sociais;
  • Estudo dos concorrentes e estratégias para bater de frente com eles, captando novamente aqueles clientes que podem ter escapado.
  • Novos produtos que atraiam a atenção.

Entendeu?

Não basta traçar uma estratégia e esperar que tudo saia bem, sem estudar ou identificar o que precisa ser feito.

- Ações diárias

Lembra que no primeiro tópico falamos sobre como pequenas metas são importantes?

Às vezes, nossa meta é muito grande e parece difícil de se concluir, mas, distribuí-la ao longo do tempo pode fazer com que ela aparente ser mais leve e prática.

As ações diárias são uma ótima maneira de avançar nesse objetivo. Por exemplo, você descobriu que para atingir a meta é preciso que todos os seus vendedores façam pelo menos  1 venda por dia, no valor x.

É muito mais fácil distribuir isso para toda a equipe do que carregar o fardo sozinho.

- Ameaças

Todo plano tem falhas, estar um passo à frente, e tentar identificar o que pode atrapalhá-lo, é essencial.

Para cada objetivo e meta que você traçar, tente levantar tudo o que pode dar errado e alternativas para sair dessa situação.

Saber se adaptar em momentos críticos também é necessário, essa habilidade é muito bem-vinda para qualquer estrategista.

Após a implantação é preciso monitorar

Não é só colocar seu plano para executar, você precisa monitorar o desenvolvimento de suas estratégias e como elas estão se saindo. Nessa checagem, muitas vezes encontram pontos que podem ser melhorados para acelerar o processo, e outros que precisam de uma mudança drástica.

Ter uma ferramenta capaz de te auxiliar nesse tipo de situação pode facilitar sua vida. O Moskit CRM, por exemplo, além de ser um sistema gerencial que te ajuda a executar o seu plano de vendas, possibilita esse acompanhamento e ainda fornece todos os dados necessários para uma análise.

Então, se você realmente está focado em montar um plano de ação, um sistema gerencial precisa fazer parte desse pacote. Que tal começar um teste gratuito no Moskit agora mesmo? Garantimos que você não irá se arrepender.