Growth Hacking - Hacking de Crescimento, entenda essa estratégia

Growth Hacking - Hacking de Crescimento, entenda essa estratégia


Ao abrir um negócio, você faz de tudo para que ele prospere e fique conhecido pelo maior número de pessoas. Mas você já parou para pensar quais fatores realmente influenciam no aceleramento do crescimento da sua empresa?

Para Sean Ellis, a criatividade, métricas sociais e pensamento analitico são essenciais para uma boa estratégia voltada para o desenvolvimento, sendo elas a base que fundamenta o Growth Hacking, tática desenvolvida por Sean.

O Growth Hacking é muito mais que um conjunto de ações que são aplicadas com intuito de se obter uma resposta rápida do mercado, ela é uma forma de pensar e ver seu negócio.

Que tal conhecermos mais sobre essa metodologia e entendermos o porquê dela ser tão reconhecida entre os profissionais que utilizam as redes?

Saiba agora o que é Growth Hacking, suas vantagens e maneiras de aplicação.

O que é growth hacking?

Criado e desenvolvido por Sean Ellis, o growth hacking pode ser considerado o casamento das estratégias de marketing com o pensamento empírico. Na prática isso quer dizer que ele trabalha criando e desenvolvendo experimentaçõeses para que o público julgue.

É apenas com base nos resultados obtidos que são levantados os dados que vão apontar o que funciona para o crescimento da empresa.

Sendo assim, ele é muito mais do que uma estratégia, visto que, assim como o pensamento empirista, o conhecimento, muitas vezes, só é obtido através de testes.

Dessa forma, o growth hacking tem como seu principal objetivo desenvolver ações que possam proporcionar o crescimento escalável para as empresas e atingirem um grande número de pessoas.

Essa visão empíric  consegue dar um gás para a empresa, que passa a competir de forma igual com seus concorrentes, apresentando inovações e ditando tendências que eles, provavelmente, terão que se adequar.

Outro fato muito interessante é que a fidelização e o consumo aumentam, já que as ações passam a ser mais assertivas.

É bom ter em mente que o growth hacking só acontece quando uma brecha é encontrada, com uma oportunidade única, sendo necessário o seguinte processo e adequação das seguintes etapas:

  • Necessidade do mercado;
  • Desenvolvimento de um produto e serviço que supre uma necessidade;
  • Busca de uma estratégia para alcançar um maior número de pessoas.

Algo que chama muita atenção no growth hacking é a sua semelhança com o funil de vendas, já que por ser utilizado, majoritariamente, em estratégias voltadas para o fluxo online, possuir um próprio sistema para entrada e saída de fluxo:

  • Obter tráfego;
  • Converter visitantes em leads;
  • Converter leads em clientes.

Qual o diferencial do growth hacking?

Muitos profissionais acreditam que o segredo do growth hacking está no fato dele utilizar métricas e testes para apontar o que funciona ou não. Claro que isso é uma das vantagens que atrai o estrategista, mas existem outras que também são muito importantes.

1 - Não existe uma fórmula mágica

Acredite, ou não, mas ter uma estratégia em que se se faz essencial a busca por aprimoramento, é mil vezes mais eficaz do que uma que já está pronta, isso porque, ao adotar uma única maneira de realizar ações dentro da sua empresa, é possível que ela envelheça e pare de render tantos frutos como antes, e ao atingir seu ápice, dificilmente voltará a crescer novamente.

Já com o growth hacking, além do crescimento acontecer de forma escalada, isto é, aos poucos, sempre existe a chance de testar novas abordagens e ações. Sem contar que é quase impossível encontrar uma fórmula mágica.

2 - Testes simultâneos

Uma grande vantagem de se utilizar o growth é a possibilidade de colocar em prática diversas estratégias para teste ao mesmo tempo.

Sabemos que quando aplicamos alguma ação ela pode demorar um pouco para começar a dar retorno e mostrar quão eficaz ela pode ser para o nosso cenário. Com o growth hacking isso pode ser feito simultaneamente.

Isso, além de potencializar o tempo, ajuda a encontrar um caminho certo de maneira mais rápida, visto que nem toda experiência vai ser positiva.

3 - Aprendizado

Citamos anteriormente que conforme os experimentos vão sendo feitos, uma carga de conhecimento novo se insere. Isso é muito importante, já que, com o avanço dessas amostras e testes, você passa a conhecer o que funciona ou não para a sua empresa e público, e passa a focar mais naquilo que pode dar resultado.

Quando se encontra o caminho certo, diversas novas oportunidades se abrem.

Como aplicar o growth hacking

Já entendemos as vantagens e benefícios da estratégia, chegou a hora de entender como e o que é necessário para que ele possa ser aplicado em sua empresa.

Delimite seu público

Todos nós somos consumidores, entretanto poucos de nós consome os mesmos produtos e serviços, logo, precisamos de empresas e segmentos diferentes para nos atendermos.

Sendo assim, o primeiro passo para aplicar o growth hacking é delimitar o público que você quer atender. Parece óbvio, mas muitos estrategistas se esquecem que esse passo é fundamental para que suas ações atinjam o objetivo.

Definição de problemas

O growth hacking é uma estratégia que olha para um problema que pode estar impedindo o crescimento e, através dele, tenta apresentar propostas que a situação se reverta.

Para aplicar o growth hacking é preciso olhar para seus consumidores e sua empresa e encontrar o que pode estar atrapalhando o crescimento.

Geração de ideias

Com a delimitação do público e do problema, chega a hora de se reunir com a sua equipe e propor uma busca por ideias para implementar no seu negócio. Isso pode ser feito de diversas maneiras, mas existem duas que são recomendadas:

Brainstorming: talvez você ainda não tenha ouvido falar, mas o brainstorming é uma poderosa arma da criação. Essa ação é feita geralmente em time, visto que são jogados algumas ideias iniciais e através delas outras vão surgindo, uma verdadeira nuvem de ideia.

Referencial: nada é totalmente original, toda inovação parte de outra, logo, analisar o que as outras empresas estão fazendo, e até mesmo se aprofundar no tema, é crucial para que surja uma ótima ideia.

Experimentos e hipótese

O grande diferencial dessa estratégia é justamente seu olhar mais científico e empírico para as ações que são empregadas.

Para realizar um experimento, é necessário criar um ideia como vimos no tópico anterior e, a partir dela, uma hipótese a ser testada no experimento.

Por exemplo, você está pensando em aumentar o número de canais para contato em seu site. Será que essa ação vai gerar um aumento no volume de clientes que enviam dúvidas e querem saber mais sobre a sua solução?

A única maneira de averiguar é, de fato, colocando mais opções, acompanhando como seus consumidores vão reagir e se esse aumento acontece.

Analise

Supondo que sua estratégia foi um fracasso, é importante olhar o que deu errado. A partir dessas informações é que se pode desenvolver novas ações, sem esses erros que causaram a falha dela.

Solicitar o feedback do consumidor em relação a ela também pode ser interessante, visto que eles, mais do que ninguém, sabem o que os agrada e o que gostaria que fosse aprimorada para melhorar suas experiência.

Case de sucesso

Algumas empresas se destacam no mercado por conseguir utilizar algumas táticas de formas diferenciadas, se tornando grandes referências. Conheça algumas agora:

AirBnB

Hoje em dia a plataforma é um sucesso e conhecida por várias pessoas, mas, anos atrás, um dos seus maiores concorrentes era a CraigsList. Para bater de frente e conquistar seu próprio público, a empresa bolou duas estratégias: utilizar a concorrência e beneficiar novos usuários.

A bonificação ainda existe, e muitos clientes a utilizam justamente por apresentar essa grande vantagem.

Hotmail

Em algum ponto da sua vida, é provável que você tenha tido uma conta no Hotmail, afinal, eles é uma das redes de e-mail gratuito mais popular do mundo.

Anos atrás, visando o crescimento, eles adotaram uma estratégia muito simples, que hoje pode ser vista como uma espécie de "vírus". Para que mais pessoas conhecessem e se inscreverem, ao fim de todo e-mail enviado através da plataforma deles, era acrescentado um "Ps: eu te amo. Crie sua conta gratuita no hotmail".

Essa simples mensagem rendeu um aumento de 12 milhões de usuários em 18 meses.

Como acompanhar o growth hacking através do seu CRM

Vimos que o growth hacking funciona de maneira semelhante ao funil de vendas, logo, sua reação e impacto nas vendas também se assemelharão.

Com base no fluxo e nos dados de negociações anteriores, é possível identificar o momento em que a decisão dele é tomada, ou que ele passa a ser um lead qualificado.

Ter mais essa informação e os efeitos, isto é, o rendimento e lucro dessas táticas, podem ser um complemento a mais na hora de analisar seu growth hacking.

O Moskit CRM é o software indicado para esse tipo de situação. Então, que tal começar um teste gratuito agora mesmo? São 7 dias de vantagens ilimitadas e você ainda pode desfrutar de todas as ferramentas que disponibilizamos. Clique aqui e faça já a sua inscrição e comece a utilizar.