Quais são as melhores técnicas de persuasão do momento?

Quais são as melhores técnicas de persuasão do momento?

Todos os dias, novas abordagens de vendas surgem ao redor do mundo e embora se aprimorar e inovar seja excelente, algumas técnicas de venda, como a persuasão, nunca saem de moda.

Utilizando “truques” simples, as técnicas de persuasão se tornaram aliadas poderosas, justamente por não demandarem grandes esforços.

Antes de mais nada, é preciso deixar bem claro que persuadir e manipular são ações totalmente diferentes.

Quando se fala de persuasão, é preciso ter em mente um conjunto de ações comunicacionais lógicas que levam um indivíduo a aceitar o que o emissor está fazendo. Ela trabalha com o psicológico do ouvinte de forma que gatilhos são acionados.

A base da persuasão é a discussão de argumentos e, ao contrário da manipulação, não utiliza chantagem, força física ou verbal.

Leva tempo para que os profissionais comecem a dominar as técnicas de persusão e não é difícil encontrar pelo caminho algumas que não funcionem.

Atualmente existe uma quantidade absurda de livros, cursos e palestras disponíveis sobre o assunto, mas um dos grandes desafios é saber quais destes realmente funcionam.

Com esse grande dilúvio de informações fica difícil filtrar e fixar informações.

Quais as melhores técnicas de persuasão para fechar vendas?

O vendedor que busca aumentar seu número de conversões pode se beneficiar das técnicas de persuasão, desde que se mantenha atualizado.

A todo momento novas informações surgem e, o que antes funcionava, começa a falhar.

O consumidor também começa a perceber algumas semelhanças e refutar os argumentos do vendedor.

Estudar e estar por dentro das tendências é extremamente importante.

Então, se prepare, pois hoje viemos apresentar as 10 melhores técnicas de persuasão atualmente.

1 -  Deixe a outra pessoa falar

Uma das grandes diferenças entre a manipulação e as técnicas de persuasão é que, para persuadir, é preciso que ambos tenham espaço para fala.

Para que ocorra a comunicação entre ambas as partes, o emissor e o receptor precisam aceitar e cumprir seu papel. Claro que, eventualmente, os papéis vão se inverter.

Sendo assim, quando o cliente estiver falando é preciso que você escute e participe ativamente da comunicação.

Ele pode estar relatando suas dores, preocupações e necessidades.

Quando é aberto um espaço para que o cliente se expresse, a confiança dele aumenta. Sem contar que, ao falar, ele está fornecendo argumentos que futuramente serão importantes.

2 - Respeite a opinião do outro, mesmo que você não concorde

Em muitos momentos, o cliente expressará pontos que vão contra suas crenças pessoais. Você não precisa necessariamente concordar com o que ele tem a dizer, mas respeite.

Parta do princípio de escutar o cliente e respeite seus pontos de vista.

Claro que, uma hora ou outra, debater uma de suas opiniões será necessário, mas sempre tente evitar conflitos.

Seja flexível.

3 - Estudo e argumentação

A argumentação é a base da persuasão, por isso é preciso estar atento e em dia com os mais diversos assuntos.

Jamais utilize argumentos falsos para combater uma ideia; além de perder sua credibilidade, uma hora eles vão falhar.

Argumentos convincentes conseguem cativar a pessoa que está do outro lado.

Mas não basta argumentar, é necessário acreditar no que você está falando, ser preciso e estar munido para quaisquer dúvidas.

4 - Gatilho da escassez

Uma das técnicas de persuasão mais conhecidas são os gatilhos mentais. Dentre eles, existe um em especial que é extremamente utilizado.

Você provavelmente já estava em uma loja quando anunciaram, através das caixas de som, que um produto estava em promoção por determinado período de tempo, ou até durarem os estoques.

Muitas vezes você nem precisava daquele produto, mas, só de imaginar em perder aquela oportunidade de sair na vantagem, algo te impulsiona a pelo menos visualizar sobre o que se trata.

Embora ele seja extremamente eficaz, o gatilho da escassez precisa ser utilizado com moderação.

5 -  Aprovação social

Algo que está cada dia mais se tornando popular é o uso de influencers para divulgar produtos e serviços.

Mais do que confiança e credibilidade, essas figuras passam a imagem de aceitação.

É como se elas dessem um selo de validação e você, ao utilizar determinado produto ou serviço, estivesse passando pela aprovação social destas figuras.

A aprovação social não se limita a influencers, pessoas do cotidiano também podem ser utilizadas para validarem certa ação.

Uma dica é sempre utilizar alguém referência no assunto e dizer “Fulano é a pessoa de maior renome desse setor e ele utiliza nossos produtos”.

6 - Comprometimento e consistência

Um dos aspectos que mais impressiona o cliente é o comprometimento.

Precisamos nos comunicar diversas vezes com uma mesma pessoa durante a negociação e, com o passar do tempo, a credibilidade vai se consolidando.

Mas esse processo só ocorre se, de fato, tudo o que for exposto continuar fiel ao que foi dito no princípio.

Se você disse ao seu cliente que o melhor produto era o azul, tentar vender o preto como superior não vai convencer.

É preciso se manter consistente durante toda a negociação, já que com o tempo esse comprometimento se consolida e o cliente passa a confiar plenamente em você, concordando com seus pontos de vista.

7 - Storytelling

Contar uma história é uma arte subestimada.

O storytelling possui diversas vantagens e benefícios, mas, você sabe que ela também pode ser uma forma de persuadir o seu cliente?

Quando se conta uma narrativa, o intuito é convencer que o seu argumento está correto, e utilizando o storytelling tudo ganha mais detalhes e fica mais rico.

8 - Novidade

O novo é extremamente atrativo.

A novidade funciona como uma junção de algumas técnicas anteriores, já que ela trabalha com o medo do cliente de perder algo e desejo de ser aprovado socialmente.

Tudo que é novo atrai atenção e o ser humano é carente disso.

Quando apresentamos algo diferente para o cliente, o que ele entende é a vantagem de ter algo melhor do que outra pessoa e como aquilo irá atrair uma demanda de atenção.

Essa técnica de persuasão trabalha diretamente com o emocional do cliente.

9 - Pergunte

Um meio de persuadir alguém a falar quais são suas reais intenções é perguntando.

Às vezes pode parecer óbvio, mas, quanto mais perguntas você fizer a alguém, maiores as probabilidades de arrancar as dores e preocupações dela.

Toda essa técnica de persuasão consiste em perguntar, nada além disso.

Por exemplo, se o cliente chega e diz que precisa de um CRM, você precisa perguntar o motivo, supondo que ele responda informando que a sua necessidade é para solucionar os problemas. Então, sua abordagem deve seguir e investigar quais problemas são esses.

Entendeu?

A cada resposta, uma pergunta, até chegar a um ponto onde você consiga fazer com que ele veja que sua solução resolveria tudo.

10 - Não discuta com o cliente

Nem sempre, para ganhar uma discussão, você necessariamente precisa vencê-la.

Uma discussão é uma oportunidade para trocar ideias e resolver eventuais problemas.

Durante uma discussão, escute o que a outra pessoa tem a dizer.

Depois de convencer o cliente, o que eu preciso fazer?

Depois que as técnicas de persuasão forem colocadas em prática e o cliente aceitar conhecer o produto ou fechar a venda, você precisa de uma plataforma capaz de registrar essa negociação.

O Moskit CRM, uma plataforma que te auxilia durante toda a negociação e dispõe de ferramentas que auxiliam ainda mais durante o fechamento. Conheça o Moskit CRM e comece hoje mesmo seu teste gratuito.