4 motivos para iniciar o marketing de conteúdo na sua empresa

4 motivos para iniciar o marketing de conteúdo na sua empresa

Quando comecei a trabalhar com marketing de conteúdo, passei por um processo pessoal de entender a importância dessa prática para empresas. Na verdade, foi preciso deixar a ideia de que blog era algo usado apenas como um “diário virtual” e mergulhar de cabeça no conceito de produção de conteúdo.

Se você está nesse estágio em que me encontrei um dia de não entender a importância do conteúdo para sua estratégia de marketing, hoje trouxe 4 motivos para você iniciar esse trabalho hoje mesmo. Mas antes, vamos entender o que é o marketing de conteúdo?

Sabe quando você está lendo artigos aleatórios na internet e se depara com um muito interessante e que prende sua atenção, na maioria das vezes trazendo solução para alguma dúvida que você tem? E aí, lá no fim do texto menciona algum produto ou serviço e você nem se incomoda com isso porque o valor do texto foi muito maior do qualquer “propaganda”? Pois é, esse é o famoso marketing de conteúdo.

A definição da Rock Content, maior especialista brasileira nesse tipo de marketing, é a seguinte:

“Marketing de conteúdo é uma maneira de engajar com seu público-alvo e crescer sua rede de clientes e potenciais clientes através da criação de conteúdo relevante e valioso, atraindo, envolvendo e gerando valor para as pessoas de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e assim gerar mais vendas.”

Vale lembrar também que por conteúdo não estamos falando apenas de textos de blog. Também entram aqui vídeos, webinars, ebooks, infográficos, etc.

E quais são os motivos que tornam a produção de conteúdo tão importante dentro das empresas?

#1 O custo é muito menor do que o “marketing tradicional”

Você talvez já esteja cansado de ouvir falar das diferenças entre o marketing tradicional e o marketing digital (e aqui englobamos o marketing de conteúdo). Mas é importante lembrar dessa diferença porque isso tem um impacto muito grande, principalmente para empresas que estão começando e não contam com altas verbas para investir em divulgação.

Para iniciar a produção de conteúdo você precisa ter uma estratégia bem traçada, um bom uso das palavras, conhecimento do assunto que vai tratar e vontade de fazer dar certo. Tendo isso você já está no caminho certo. No entanto, vou “vender meu peixe” e lembrar que assim como em todas as áreas, o mais correto é contar com um profissional para essa tarefa.

#2 Você alcança o público certo

Pense em todas as vezes que você está vendo um programa na televisão e entra o comercial. Quanta coisa ali realmente faz sentido para você e quanto coisa você não vai lembrar assim que o programa que está vendo voltar?

Pois é… Esse é o problema de não trabalhar com um marketing segmentado. Muitas vezes o seu dinheiro está indo embora sem chegar até quem realmente importa. Sabe o que isso tem a ver com marketing de conteúdo?

Com ele você consegue produzir com um custo baixo e ainda fica mais fácil chegar em quem realmente tem interesse pelo o que você tem a dizer. Isso pode acontecer de forma orgânica ou com uma ajudinha paga, mas isso é tema pra outro conteúdo.

#3 Melhora seu relacionamento com seus clientes

Quando você mostra que se importa com seu cliente ao ponto de produzir materiais exatamente pra dor dele, você está começando a construir um relacionamento com esse cliente.

Use conteúdos em todas as etapas do seu Funil de Vendas (ou seja, as etapas que seu cliente vai percorrer durante o percurso que estiver em negociação na sua empresa) para nutrí-lo e educá-lo sobre o que tem sido conversado.

Eu vejo na prática como mandar um conteúdo ajuda muito mais do que simplesmente ficar falando durante 40 minutos algo que nem sempre o seu cliente vai ouvir ou absorver.

Isso te ajuda a garantir que ele lembre de você e não dá espaço para a concorrência!

#4 Cria uma comunidade

No último RD Summit, enquanto eu estava no espaço do Moskit CRM, algumas pessoas procuraram por mim lá e isso foi extremamente gratificante. Alguns elogiaram os e-mails, brincaram com minha insistência, outros falaram dos textos e até agradeceram pela produção de podcasts semanais.

Com isso eu percebi que muito além de apenas produzir conteúdo, nós podemos construir uma comunidade em volta do nosso produto e tornar-nos referência no que falamos. As pessoas confiam em quem entende do que fala e fala com propriedade.

Até mesmo nos grupos aqui no LinkedIn de vendas e marketing: geralmente há um produto por trás das postagens, mas foi criada uma comunidade para trocar ideias e agregar informações de valor.

Esse é o poder do marketing de conteúdo: transformar a forma como você enxerga o marketing que está fazendo hoje e a forma como o seu público te enxerga. Está esperando o que para começar?