A importância do treinamento de colaboradores para o atendimento

A importância do treinamento de colaboradores para o atendimento

É praticamente impossível apontar alguma profissão que não necessite de uma atualização ou treinamento de colaboradores periodicamente.

Isso porque. conforme o tempo vai avançando, novidades surgem em diversas áreas, e cabe a toda equipe ficar atenta e se atualizar conforme as necessidades.

Chega a ser meio óbvio essa constatação, mas, infelizmente, muitas empresas ainda não estão ligadas nessa demanda interna e acabam caindo na mesmice e contribuindo para o enfraquecimento de seus processos.

Por que é importante treinar sua equipe para o atendimento ao cliente?

Já imaginou ir fazer uma cirurgia e o seu médico não ser treinado para aquele tipo de situação?

Toda vez que um profissional não está qualificado para executar suas funções os riscos de falha, comunicação e insatisfação por parte do cliente são altíssimas.

Imagine que você, realmente, vai até o cirurgião para remover as amígdalas, uma cirurgia, teoricamente, 'simples'. Mas o responsável pelo seu caso nunca fez esse tipo de procedimento.

Os riscos que antes eram baixíssimos passam a duplicar, pois você está mais propenso a ser vítima de uma falha humana.

Claro que é possível que a operação seja concluída com sucesso, mas a porcentagem de se obter êxito é bem inferior.

Quando o profissional está apto para realizar um procedimento, seja ele qual for, a confiança do consumidor em receber algo positivo em troca é elevada, pois ele acredita que, ao ter alguém capacitado e preparado, suas chances de atingir o sucesso se tornam bem maiores.

Suas habilidades e dificuldades também são trabalhadas como um todo. Tornando a sala de treinamento um local de troca de experiência entre os colaboradores.

Sem contar que o treinamento contribui para que todos atinjam o mesmo nível de desenvolvimento, fazendo com que a padronização no atendimento e qualidade se tornem uma vantagem da empresa.

Durante o treinamento o funcionário também tem a chance de se aprofundar mais na história e nos valores que são priorizados em seu local de trabalho.

Como fazer um bom treinamento de equipe?

Um bom treinamento surge das reais necessidades da equipe. Não basta repassar o mesmo roteiro sempre, é claro que reforçar as ideias é importante, mas às vezes o time precisa de mais do que isso.

Sendo assim, algo que se faz primordial e necessário para atingir um alto nível de qualidade em um treinamento, é uma pesquisa sobre as carências de cada setor.

Além disso, profissionais capacitados e preparados precisam estar à frente desses treinamentos. Pois, como atingir um nível de qualidade, quando quem está capacitando não tem estruturas para para habilitar os funcionários?

Desta forma, os dois pilares para construção de um bom treinamento de equipes estão na pesquisa das necessidades e capacitação do líder que irá conduzir esse treino.

5 dicas para um treinamento de equipe com foco no cliente

Tudo bem, já entendemos que uma boa pesquisa e um líder capacitado ajudam a construir um bom treinamento, mas o que mais pode ser implantado?

Conheça agora alguns passos que colaboram na realização de um bom treinamento de equipe.

1 - Nicho de funcionários que precisam de treinamento

Não vamos bater na mesma tecla, pois já deixamos bem claro a importância da pesquisa. Desta forma, após identificar os maiores problemas dos colaboradores, e direcionar o tipo de treinamento, chega a hora de separar quem está apto para recebê-lo ou não.

Isso porque, às vezes nem todos necessitam daquele tipo de capacitação. Essa lista pode ser feita por gestores, ou através de testes.

2 - Defina a forma de treinamento

Apesar de muito necessário, nem sempre a sua empresa tem capital para realizar um treinamento presencial.

Por isso, faz parte do planejamento de uma capacitação de colaboradores a maneira que esse treinamento será aplicado.

Treinamentos onlines são bem mais comuns do que você possa imaginar, sem contar que é uma forma de disponibilizar o conteúdo por tempo indeterminado e de fácil acesso para todos.

Algumas empresas possuem diversas filiais, e  raramente a pessoa responsável por treinar equipes tem a disponibilidade de se locomover até lá.E o fato de ser uma forma mais "econômica" é extremamente atrativo.

3 - Avalie o treinamento

Como tudo que é feito dentro da empresa, não existe forma de saber se surtiu efeito sem investigar as reações. Nesse caso, é preciso avaliar qual o reflexo nos colaboradores.

A avaliação pode ser feita através de testes periódicos, de acordo com a maturação e experiência adquirida com base no que foi ensinado, ou pela percepção do gestor.

O interessante de se avaliar por testes, é que o colaborador tem liberdade para apontar o que pode ser melhorado e contribuir, dessa maneira, para o desenvolvimento e aprimoramento dessa técnica.

4 - Insira tecnologia

A tecnologia em um treinamento não se limita a ele estar online. Ela pode estar na forma em como ele é aplicado.

Mostrar para os colaboradores como a tecnologia pode facilitar o trabalho deles em treinamento, é uma maneira de envolvê-los e apresentar novas facetas para a resolução de um mesmo problema.

Se a sua empresa utiliza CRM, os treinamentos são ótimos canais para demonstrar como a tecnologia colabora com o processo comercial.

5 - Cultura de treinamentos

Os treinamentos só serão, de fato, efetivos, se a empresa começar a cultivar esse hábito internamente. Pois, de nada adianta realizar ótimos treinamentos com alta irregularidade. Apesar de não ser algo que o gestor gosta, as empresas trabalham com rotatividade e esses novos personagens precisam estar por dentro de tudo.

Ter uma regularidade e agenda de treinamento, prepara até mesmo o funcionário para recebê-lo.

E aí, curtiu nosso conteúdo?

Não deixe de se inscrever em nossa newsletter e ficar por dentro de várias novidades e inovações do Moskit CRM.

Até a próxima!