Dibrando gestores ruins: um guia prático

Dibrando gestores ruins: um guia prático

Meu último texto para o Sales Expert falava sobre o comportamento de líderes difíceis. A proposta era apontar comportamentos que prejudicam o desempenho da equipe, fazendo gestores refletirem sobre a forma como trabalham.

Um dos leitores me procurou pelo chat do LinkedIn e disse que vivia os exemplos na prática. No entanto, a diferença é que ele não é o gestor que repete modelos ruins, mas o colaborador que é prejudicado pelos excessos e deslizes do gestor.

Sua dúvida é comum em pessoas que precisam conviver diariamente com gestores ruins: como contornar os hábitos ruins do gestor, sem perder a motivação e a força do trabalho em equipe?

Antes de tudo, não se precipite

É comum que modelos diferentes de trabalho criem alguns conflitos. Quando estamos lidando com impasses no ambiente do trabalho é preciso abordar as situações com um pouco de calma.

Entenda o que pode estar prejudicando a equipe e se isso faz parte de uma diferença de visões, ou se é mesmo um problema com a qualidade do gestor. É comum encontrar chefes difíceis, mas existe também o caso onde os funcionários não estão se adequando bem a um modelo e estão sentindo o conflito.

Antes de qualquer ação, promova a reflexão.

Assuma a liderança

É muito difícil bater de frente com o topo da hierarquia. Muitas vezes a tentativa de explicar que algo está errado pode ser interpretada como um ato de insubordinação, prejudicando quem tentava ajudar.

A forma mais comum de contornar essa dificuldade é estabelecendo uma liderança secundária, não oficial, mas que cumpra alguns dos papéis esperados pelo gestor. Tente elogiar o trabalho dos colegas, criar pontos de motivação e explicar a situação pelo ponto de vista otimista quando o clima estiver ruim.

É importante que essa liderança não seja recheada de arrogância e soberba, mas conte com a colaboração dos outros membros do time. Caso contrário a tentativa de mandar na equipe só vai gerar mais uma esfera de problemas.

Identifique o que irrita seu chefe

A maioria dos chefes ruins acabam sofrendo de outro problema: distúrbio de humor.

Este problema costuma causar rompantes de irritação que acaba sobrando para todos membros do time.

Se este for o caso do seu gestor, **tente entender os gatilhos que despertam a irritação **e se adiante aos eventos. Se o problema são atrasos de reunião, tente garantir que ninguém atrase. Se o problema são as entregas, tente ajustar para que sejam feitas bem antes do prazo.

Contornar gatilhos de estressores podem evitar muitos problemas, mas nem sempre é possível. Na pior das hipóteses, tente entender que não é nada pessoal e relevar quando estes eventos acontecerem.

Dibrando discordâncias

Quem nunca entrou em conflito com uma direção apontada pelo gestor?

Existe uma técnica utilizada na terapia de casais que pode solucionar um pouco desse impasse. Quando surgir uma ideia ruim e que na prática não será tão boa quanto na sugestão, repita com todas as palavras a sugestão e diga: é isso que você quer?

Caso o gestor siga com a ideia, é interessante pedir para desenvolver mais sobre o assunto: **você pode me falar um pouco mais sobre isso? **

Ao ouvir nossa própria perspectiva do ponto de vista de outra pessoa, é possível repensar sobre o que estamos fazendo, mais ainda, sentimos que estamos sendo ouvidos e que a discordância não é pessoal, abrindo as portas para novas visões.

Defina limites

Muitas vezes é preciso definir limites claros.

Entenda quais situações são inaceitáveis para você e crie seus próprios gatilhos de ação. Quando o gestor atravessar estes limites, é hora de uma boa conversa. O mais importante é definir que pessoas difíceis trazem diversos comportamentos irritantes, mas alguns deles a gente precisa tolerar, outros nem tanto.

Evite trabalhar para gestores ruins

No futuro, quando estiver participando de novos processos seletivos, entre em contato com pessoas que já fazem parte do time e pergunte como é a rotina e quais são as dificuldades. É possível que inicialmente não queiram revelar muito, então fazer perguntas que tragam estes pontos indiretamente acabam sendo a forma mais indicada.

Assim como empresas fazem pesquisas em redes sociais para avaliar candidatos, podemos fazer nossa própria pesquisa para saber se nosso modelo de trabalho combina com o lugar que vamos trabalhar.

Infelizmente gestores ruins também dificultam a comunicação com o time, criando um clima de divisão entre quem manda e quem obedece. Caso nenhuma das dicas funcione, talvez seja a hora de buscar uma nova oportunidade ou assumir o conflito de frente.