Erros que um vendedor não pode cometer nunca

Erros que um vendedor não pode cometer nunca

Como em toda profissão, erros podem fazer com que projetos sejam prejudicados, assim como o rendimento. É muito importante estar preparado e evitar que situações possam levar a erros.

Em vendas existem alguns erros que podem comprometer todo o negócio e causar danos irreparáveis. E se engana quem pensa que apenas vendedores novos estão suscetíveis a cometerem falhas, já que existem muitos profissionais com anos de carreira que continuam persistindo nos mesmos erros e afundando suas chances.

Errar faz parte da aprendizagem, e é até esperado que hora ou outra eles aconteçam, entretanto a frequência alta e alguns tipos de erros são quase que inaceitável, já que eles vão interferir diretamente na negociação.

Quais são esses erros?

Separamos os principais erros que um vendedor não pode cometer.

1. Não conhecer o produto/serviço

É praticamente impossível conseguir realizar uma venda de qualidade sem informações precisas e aprofundadas sobre o produto/serviço que se está vendendo.

Muitos vendedores acreditam que apenas as suas habilidades são o suficiente, mas a verdade é que por mais experiente e desenvolto que ele seja, somente conhecimento prático não o ajuda a fechar grandes negócios.

Os clientes precisam entender o valor do produto/serviço, e é por isso que é imprescindível que o vendedor conheça todos os aspectos sobre a solução, pois só assim ele consegue verdadeiramente ajudar seus consumidores.

Quando aliamos a teoria a prática, nossas chances aumentam muito e evitamos que informações erradas sejam repassadas o que pode vir a frustrar o cliente ou causar insatisfação no futuro.

2. Não correr atrás de inovações

O comodismo é outro grande erro cometido pelos vendedores.

Conforme o tempo passa e as estratégias começam a cair em desuso, a necessidade de se atualizar e pesquisar novas maneiras de atrair e convencer o cliente cresce.

Todos os dias novidades surgem no mundo das vendas e quem sai na frente e se adapta ganha vantagens, não só comerciais, mas também profissionalmente.

O vendedor que não se atualiza está deixando passar grandes oportunidades de crescer profissionalmente e melhorar seus resultados.

Cair na rotina e não prestar atenção em nada mais pode prejudicar os vendedores. O mercado precisa de profissionais que estejam comprometidos e  proposto a encarar novos desafios.

3. Ser desorganizado

Desorganização não é saudável em nenhuma profissão, mas em venda ela tem um peso a mais.

Quando o vendedor é desorganizado e não tem uma rotina estabelecida, a probabilidade dele se atrapalhar e acabar esquecendo de fazer funções importantes é altíssima.

O vendedor desorganizado não coloca em risco apenas o trabalho, mas o de toda uma equipe, uma vez que ele é apenas um dos responsáveis para que uma negociação aconteça.

A desorganização do vendedor pode causar perdas de negócios, insatisfação do consumidor e danos para o processo de vendas.

É importante que o vendedor tenha uma rotina e organize seus compromissos de maneira com que ele consiga administrar bem sem se perder ou deixar passar algum deles.

4. Não tirar um tempo para entender o cliente

Toda empresa trabalha com um nicho específico de clientes, isto é, consumidores que sentem um mesmo tipo de dor e precisam da solução fornecida para resolverem seus problemas.

Entretanto apesar dos consumidores terem as mesmas dores, nem sempre eles vão ter a mesma personalidade, ou seja, uma estratégia e abordagem que funciona com o cliente X pode não causar efeito no Y.

É importante tirar um tempo para entender o cliente e os motivos que ocasionaram a sua dor, só assim é possível vender o valor do produto/serviço de maneira adequada.

Sem contar que o vendedor que se esforça em entender o cliente, passa a se tornar amigo dele e aumenta as chances de fidelização e satisfação.

5. Procrastinar com facilidade

A procrastinação é o ato o de prolongar, transferir e/ou adiar atividades importantes para outro momento. Vendedores que tem a tendência de fazer isso acabam entrando em uma bola de neve, já que quando procrastinamos, nos tornamos bem mais suscetíveis a erros, destruímos nossa produtividade e oportunidades.

Por isso que não focar e procrastinar pode ser um dos maiores erros dos vendedores.

Saiba mais: Como evitar a procrastinação e bater mais metas

6. Ignorar o uso de ferramentas

Um dos maiores erros dos vendedores é ignorar a existência de ferramentas que podem contribuir para que ocorra um aumento da produtividade e  organização de funções e atividades que demandam tempo e energia.

Os vendedores que conseguem utilizar ferramentas de vendas ao seu favor, estão bem mais propensos a não cometerem erros e saberem como lidar de maneira correta com os clientes e o processo de vendas.

Uma das ferramenta mais utilizadas pelos vendedores é o CRM, um sistema que ajuda a gerenciar o relacionamento com o cliente e organizar os dados da negociação de maneira adequada.

Se você ainda não sabe o que é CRM e deseja conhecer mais sobre essa plataforma que além de impulsionar suas vendas, pode melhorar o seu desempenho, clique aqui para conhecer o Moskit CRM e realizar um teste gratuito.