Foque na produtividade e vender mais será consequência

Foque na produtividade e vender mais será consequência

Definir produtividade hoje é uma tarefa complicada. Ser produtivo nos dias de hoje é alcançar uma medida de eficiência capaz de completar uma tarefa com excelência. É bobagem assumir que produtividade significa fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Este é um erro grave. Trata-se na realidade de estar fazendo coisas importante de forma consistente. É focar no que é importante e ter a capacidade de concluir.

Lidar com a caixa de entrada cheia de e-mails, ter de retornar as ligações de clientes, gerenciar times e equipes, dar aquela checada no whatsapp, se pegar assistindo vídeos no Youtube ou até rolando a timeline em um rede social qualquer acaba nos afastando de uma vida satisfatoriamente produtiva.

Overload de informações, um inimigo a ser vencido

A produtividade é um alvo fácil no momento de excesso de informações em que vivemos. Ao mesmo tempo, nunca se falou tanto sobre o tema. Em meio a um ritmo cada vez mais veloz de inovações, superabundância de dados e uma linha crescente de novas tecnologias, as tarefas tem multiplicado de maneira assustadora.

Estamos aprendendo não só a lidar com a cobrança por produzir mais, mas também com o overload de informações que nos distraem daquilo que realmente importa. Se não houver uma gestão mínima focada na criação de tarefas organizadas, agendas bem definidas, e a velha disciplina fica mais complicado apostar em uma alta produtividade.

Nesse sentido, esse avanço tecnológico trouxe também muitas facilidades como reuniões e conferências que já são uma realidade nos ambientes de trabalho, além de ferramentas como softwares de gestão com foco na coordenação e gerenciamento de projetos.

Manter-se produtivo e organizado, principalmente nos processos do dia-dia realmente nos trará mais benefícios em negócios e na vida pessoal. Me parece apenas uma questão de policiar-se ao mesmo tempo que seja disponível a focar-se mais. Não tem segredo, o melhor é bloquear por tempo limitado distrações.

**Gerencie seu tempo, mas cuide da sua energia também. **

Produtividade tem a ver também com gerenciar energias. A gente sempre fala sobre como é importante cuidar do tempo que gastamos em cada tarefa do dia-dia, mas raramente pensamos sobre a energia disponível que usamos em cada momento.

É preciso considerar que para cada tarefa que executamos há uma disponibilidade de energia empenhada. Evidentemente, não é a mesma coisa fazer uma call com um cliente por uma hora e meia ou mandar um e-mail. Preocupar-se com o tempo sim, mas também acostumar-se a administrar o esforço. Por exemplo, qual é o momento do dia que é mais produtivo em cada tarefa? Especifique qual tarefa e nível de energia são mais adequados para você. Vai perceber que renderá mais assim.

Prepare o dia seguinte

Toda vez que vou viajar, tenho o hábito de organizar as malas um dia antes para evitar qualquer transtorno. Organizar-se é uma arma a favor da produtividade. Você conhece quais são suas tarefas já habituais? Se sim, tente fazer um check list mental delas. Aprendi que quando planejo com antecedência uma atividade, eu acabo perdendo 10 minutos para esboçar um planejamento do dia seguinte e isso rende horas a mais no dia seguinte e mais assertividade na realização dessa tarefa.

Tente não abrir o email até concluir o básico.

O e-mail é um roubador de tempo mais convencional. Pode parecer anti-produtivo não abrir o e-mail ou demorar para respondê-los. No entanto, é possível fazer um planejamento. Lembro de uma história sobre um executivo que abria sua caixa de entrada apenas 3 vezes por dia. Ele deixava uma resposta automática dizendo os horários que ele convencionalmente checava acrescentando ao final: “No caso de uma emergência realmente importante, ligue para meu numero. Por sorte, talvez, eu atenda.”

O mais complicado é superar esta tentação, mas depois de um tempo, descobriremos que não ninguém usa o e-mail para coisas realmente emergenciais. Até que não termine aquilo que é realmente importante, use as primeiras horas da manhã para Use a manhã para fazer o que é importante em vez de responder ao que é “urgente”.

Livre-se do seu telefone por um tempo

Um amigo escritor tem um hábito muito peculiar. Chega em casa para escrever seu livro e coloca o celular em modo avião. Ele descobriu que poderia ser bem mais produtivo se não só de desativar as notificações sonoras e de tela, mas se cortasse de vez qualquer ligação com distrações vindas do aparelho. Se você for sincero consigo, saber que o celular é o lugar onde desperdiça o maior tempo e atenção em tarefas sem sentido. No mínimo, deixe ele fora da sua vista.

Tente sentir-se confortável no trabalho

Ouvi uma história sobre Ernest Hemingway, um dos maiores escritores que o mundo conheceu, que ele tinha o hábito de apoiar os pés sobre uma poltrona quando escrevia. Um dia, o aparato foi tirado da sua sala e ele viu seu rendimento cair. Essa história, sendo mito ou não, nos conta uma lição sobre conforto no trabalho. Como está o ambiente em que trabalha? É quente? Então certamente o fará sentir-se mais preguiçoso. Quando visita um cliente, está com uma camisa que não o faz sentir-se bem? Certamente sua confiança diante dela sofrerá mudanças. Ambientes que favorecem o conforto mínimo, acrescentam para a produtividade.

Sente-se, levante-se, tome café.

Passar horas a fio realizando uma atividade única faz com que o rendimento tenda a cair. Separa uns minutos para mudar de atividade ou intercalá-las pode ser uma solução para quem se vê sem ânimo no meio de uma atividade longa. Depois de uma reunião extremamente cansativa no cliente, que tal estacionar o carro e esfriar um pouco a cabeça? É importante no meio do seu dia quebrar aquela monotonia e depois recuperar o foco com a cabeça mais limpa. Tenho certeza que estará mais preparado e será muito mais produtivo depois desse pequeno descanso mental.

Tenha um ritual para começar o dia.

Somos por natureza ritualistas.  Quando não temos um ritual, naturalmente, nos perdemos constantemente nos afazeres. Conheço pessoas que não conseguem sair de casa sem tomar um banho para acordar. Outras, guardam as chaves do carro e o celular sempre no mesmo lugar. Há quem medite no horário do almoço.

Uma pequena rotina matinal ajuda o cérebro a informar o restante do corpo que é hora de ativar o “Modo trabalho”. Antes de entrar num grande jogo, há sempre uma rotina de treinamentos que preparam qualquer atleta para render em campo. Uma planta só sobrevive com um ritual de cuidados.

Produtividade tem a ver com disposição

Foque sua atenção para a capacidade de ser mais produtivo do que tem sido, e notará que fechar mais vendas é apenas uma decorrência do que produziu. O vendedor que deseja render mais precisa se preocupar com a maneira que tem levado sua rotina. É claro que se queremos mudar algo e colher resultados diferentes, precisamos estar sempre dispostos a mudar o que não tem dado errado. Produtividade está sempre ligada a capacidade de perceber-se, mudar se necessário e focar em disciplina.