O que é proposta de valor e como criar uma

O que é proposta de valor e como criar uma


Todo negócio, seja ele novo ou velho, precisa ter um planejamento e estratégia definidos a atração de consumidor, já que são eles que sustentam a empresa.

Em um mercado tão competitivo quanto o nosso, não se atentar a realizar uma proposta de valor para a sua empresa pode fazer com que ela perca clientes em potencial.

Ficou curioso para saber o que é proposta de valor e como criar a sua? Vamos te explicar tudo agora.

O  que é uma proposta de valor?

A proposta de valor é um conjunto de práticas que buscam passar um conceito bem apurado sobre os produtos e serviços da marca para os seus consumidores, descrevendo todos os diferenciais e highlights.

Em outras palavras é a estratégia que revela nitidamente a relevância da marca para o seu público-alvo.

Qual o objetivo e a importância de uma proposta de valor?

Com o mercado cada vez mais acirrado e concorrentes dispostos a bater de frente, quem não se posiciona e define seu valor acaba ficando para trás.

Desta forma a proposta de valor se mostra de extrema importância para definir as principais razões pelas quais os consumidores podem vir a se interessar pela sua solução, os atraindo para essa "promessa" de que todos os seus problemas serão solucionados.

O objetivo de realizar a proposta de valor é conhecer mais seu consumidor e entender suas necessidades, colaborando para atender as expectativas do cliente.

Sem contar que todos produtos e serviços são muito mais do que uma solução para o consumidor, eles possuem um peso sentimental para ele, já que tratam, diretamente, uma dor ou dificuldade dele.

O cliente, ao entender o valor, também passa a ser fiel aquela marca que conseguiu ajudá-lo em um momento, muitas vezes, crítico. Fazendo com que a empresa não colha os frutos a longo prazo.

Como criar a proposta de valor da sua empresa: um guia rápido

A proposta de valor é um conceito importado do marketing, e, se você acompanha nosso blog, sabe que vendas e marketing precisam andar lado a lado para que resultados satisfatórios e expressivos apareçam.

Existem diversas maneiras de realizar um proposta de valor, entretanto, uma que é extremamente simples e atende as necessidades do empreendedor pode ser feita em uma espécie de listagem em que as vantagens são levantadas juntamente como as principais funções da solução.

Porém, antes de montar sua proposta de valor, é preciso se ligar em alguns aspectos fundamentais para que sua elaboração aconteça:

  • Público-alvo: é preciso entender quem são seus clientes em potencial, quais suas dores, necessidades, em que lugares e regiões demográficas eles se concentram, a idade, gênero etc;
  • Criação da persona: importante para entender como o público pode vir a reagir em determinadas situações, quais valores eles consideram importantes, pontos que eles podem vir a discordar e concordar, seus medos, anseios, esperanças e necessidades.
  • Concorrentes: para adaptar sua estratégia e passar uma mensagem bem clara e concisa, é preciso estudar seus concorrentes e ver como eles estão se portando, qual o seu diferencial para ele, já que é desse ponto que será criado e vinculado a sua proposta de valor.
  • Valor da sua solução: não é o custo, mas sim o que ela representa e como ela age para solucionar as dificuldades específicas de cada consumidor, o que te diferencia de todos os outros similares do mercado.

Tendo todos esses pontos em mente, é possível começar a montar os primeiros traços do que será sua proposta de valor. Só que, muito mais do que um estudo dos concorrentes, consumidores e da própria marca, essa estratégia requer atenção para alguns detalhes na comunicação:

  • Clareza: sem enrolações, dubiedades e/ou falta de informações, a mensagem precisa ser clara e cumprir com o seu papel.
  • Linguagem: precisa estar adequada para o público-alvo, buscando um lugar de conforto e identificação.
  • Honestidade: é importante que apenas informações verdadeiras sejam veiculadas, mentiras e fatos inexistentes podem ser facilmente constatados, a transparência é carro chefe de uma boa proposta de valor.
  • Direcionamento: quem precisa escutar essa proposta e como a mensagem pode convencer o cliente.

Com todos esses apontamentos e dicas em mente, chega a hora de criar sua proposta de valor. Ela, como dito anteriormente, pode ser executada de diversas maneiras, mas a listagem é uma das estruturas mais fáceis de se reproduzir, e é basicamente ajustar as informações que você já adquiriu de acordo com uma ordem:

Título: mensagem breve e curta que define o que é sua empresa.
Subtítulo: breve descrição sobre os objetivos e funcionalidades do produto/serviço e como ele pode vir a ajudar o seu cliente.
Bullet points: listas com as principais vantagens da solução.
Recursos visuais: imagens e vídeos que reforcem a mensagem principal.

Entendeu?

Claro que esse é um dos milhares de modelos, mas ele, sem dúvidas, não te deixará na mão e conseguirá entregar aquilo que você precisa.

3 cases de marcas com proposta de valor bem definida

Às vezes, na teoria, o conceito está até bem definido, mas dúvidas sempre vão surgir, algo que ajuda muito é olhar exemplos bem sucedidos.

No mercado, podemos apontar diversos exemplos de cases de sucesso que conseguem aplicar bem esse conceito de valor, entretanto, hoje apresentaremos 5 deles para vocês:

Uber

Até 10 anos atrás, para solicitar o serviço de transporte privado, era preciso entrar em contato via telefone ou e-mail. E às vezes, em uma emergência, a linha estava cheia e atrasos eram muito comuns.

O avanço da tecnologia permitiu que novos negócios surgissem e a Uber foi uma deles. Com o foco em proporcionar transporte de qualidade e de forma rápida, o uber trouxe a praticidade de solicitar viagens via aplicativo.

Isso fica bem claro na mensagem da marca:

"Basta solicitar no app e um carro virá diretamente até você: é fácil, está sempre pronto quando você precisar e com opções do econômico ao luxo."

Kindle

Antes, quando queríamos ler um livro precisávamos encomendar ele pela internet, ir à livraria ou biblioteca. Com o tempo e a dependência tecnológica, eles passaram para o formato que conhecemos como e-books, entretanto, nossos olhos não tem a capacidade de ficar expostos por muito tempo a esses dispositivos sem se cansar ou até mesmo sofrer danos.

Uma empresa que pensou nessa dificuldade e se destacou foi a Amazon que criou o Kindle, que nada mais é que um leitor de livros que você pode carregar na bolsa e armazenar milhares de livros para ler quando quiser.

Eles também surgiram com a proposta de um streaming de livros, como se fosse uma biblioteca digital em que você pode emprestar quantos  livros  você quiser por um valor X.

Essa proposta de valor também é muito clara em seu posicionamento:

"Leia em seu tablet, smartphone ou computador, e quando estiver sem seu Kindle por perto, baixe gratuitamente um dos aplicativos de leitura Kindle para seu smartphone, tablet ou computador e comece a ler seus eBooks."

Spotify

Ainda nessa linha do streaming, o Spotify é outra grande empresa que se destaca ao levar ao seus consumidores músicas de qualidade para todos os tipos de gostos e preferências.

"Música para todos. Milhões de músicas a sua escolha. E nem precisa de cartão de crédito."

Um elemento muito importante para realizar sua proposta de valor

Como vimos durante todo decorrer dessa postagem, dados sobre os seus clientes são cruciais para realizar a sua proposta de valor, sem eles dificilmente surgirá algo concreto.

Em situações como essa, é importante ter dentro da sua empresa uma ferramenta gerencial que, além de fornecer informações valiosas para suas estratégias, te auxilia em outros diversos processos.

O Moskit CRM consegue atender ambas demandas e ainda conta com funcionalidades únicas, proporcionando os melhores aspectos de um CRM para o consumidor.

Se você busca inovação, qualidade e alto desempenho, precisa conhecer mais sobre o Moskit CRM, e, a melhor forma para fazer isso é realizando um teste gratuito. Então não deixe para amanhã e comece agora mesmo um free trial no Moskit.