Produtividade e Motivação: Aumentando sua performance

Produtividade e Motivação: Aumentando sua performance

Pessoas que conseguem realizar muitas tarefas em pouco tempo não são super-humanos, mas elas normalmente seguem algumas características comuns que podem nos ajudar a alcançar o mesmo tipo de resultado.

Algumas dessas características são fáceis de imaginar, mesmo que a gente continue ignorando. Já outras são um pouco mais difíceis e merecem um pouquinho mais de atenção.

Definindo boas metas

Um dos grandes problemas envolvendo produtividade é quando pensamos nas metas que desejamos alcançar. É muito comum imaginar metas abstratas ou pouco realistas, nos deixando distantes o suficiente do objetivo para que não exista motivação de concluir.

Boas metas normalmente assumem três características: são realistas, sabemos que elas são possíveis e elas dependem apenas de nós.

Imagine que você é um vendedor e quer definir metas mais ambiciosas para seu trabalho. Hoje sua média mensal de vendas está em torno de 100 mil reais e você planeja aumentar para 500 mil.

Com base em seu histórico, é muito difícil projetar um aumento tão grande nas vendas de uma hora para outra. Um objetivo como esse não parece muito realista, não nos dá a impressão de ser possível e, pior ainda, ela não depende apenas de você.

Uma forma de melhorar essas metas é reorganizá-las para que todos os elementos acima se tornem verdadeiros. Não temos como controlar, por exemplo, quantos clientes realmente fecharão uma venda, mas podemos controlar quantos clientes abordamos e aumentar as chances de vender mais. Também não faz sentido jogar esse número para o alto dessa forma, o ideal é apontar metas semanais e ir aumentando gradativamente.

Uma boa forma de fazer isso neste caso seria, ao invés de focar no resultado final, olhar para ação inicial que pode gerar aumento no faturamento. Escolher a etapa do processo que de fato depende de você, como “Vou aumentar minhas ligações para 30 clientes por dia”.

Dessa forma, ligar para os clientes é o que poderá resultar num aumento do faturamento, essa é a única coisa que você realmente pode fazer para aumentar suas vendas. Trinta clientes por dia também é um número bastante real, você sabe que consegue chegar nesse número.

O exemplo é para vendas, mas podemos transformar nossas metas ruins em boas, observando essas simples características.

Tenha alguém para te cobrar

Quando criamos objetivos pessoais é muito fácil desistir no meio do caminho. Basta uma leve justificativa para nossa desistência e deixamos de lado aquilo que tanto queríamos.

O fato é que a pessoa que fez os planos - em termos de estado de espírito - não é a mesma que está cumprindo a meta. Quando decidimos treinar corrida, estamos com a mentalidade de quem quer perder peso ou tornar-se mais saudável. No entanto, a pessoa que está correndo é alguém que só quer instintivamente fazer aquele sofrimento acabar. Qualquer desculpa para acabar com a dor será bem vinda e aceita.

Uma boa maneira de contornar este problema é ter um parceiro de prestação de contas, alguém que está ali para te lembrar do que foi proposto e em momentos de dificuldade servir de incentivo para seguir em frente.

Seu objetivo é ler mais? Se esforçar para acordar cedo? Ir para academia? Converse com um amigo e reserve um dia na semana para que ele pergunte como foi, quantas vezes conseguiu e quantas falhou. Só essa consciência de que existe alguém para se reportar já é suficiente para mudar a perspectiva do compromisso.

Como usar sua força de vontade

Força de vontade é a capacidade de reagir a um conflito interno. Quando você precisa preencher aquele cadastro do cliente, mas decide tomar mais um cafezinho; pensa que está na hora de ir para a academia, mas resolve não fazer nada ou sabe que não deveria comer aquele doce só que não resiste à tentação.

A maioria das pessoas não sabe, mas nossa força de vontade é limitada e vai se esgotando ao longo do dia, conforme precisamos tomar decisões e solucionar problemas. Sabemos que algumas pessoas possuem mais força de vontade do que outras, mas a boa notícia é que podemos treinar e ampliar nosso autocontrole. Todos já passamos por uma situação onde não conseguimos resistir.

Uma das formas mais interessantes para treinar sua força de vontade é aprender a controlar o estresse, tentar manter a calma em situações de pressão. Sempre que sentir que está sob pressão ou ficando muito irritado, pare e respire algumas vezes para retomar o controle. Comece com situações simples e vá treinando para estressores maiores.

Crie auto-afirmações para manter-se no que foi planejado. Sempre que você diz para si mesmo que não vai conseguir algo, está alimentando um lembrete de suas limitações, ao oposto de quando você cria afirmações positivas que te lembram do que é capaz.

Seu estilo de vida influencia sua produtividade

As dicas mais eficientes normalmente são as mais chatas e é por isso que precisamos sempre reforçá-las.

O que fazemos todos os dias conta diretamente para nossa capacidade de produzir e manter focados em nossos objetivos. Comer bobagem, falta de exercício e privação de sono são fortes estressores para o nosso corpo, nos deixando debilitados para seguir com nossas metas.

Não apenas isso, esse pequeno esforço para manter os pontos mais básicos da vida nos trilhos servem como forma de treinar todos os elementos que mencionei anteriormente. Se esforçar para comer direito, para ir até a academia, dormir um pouco mais cedo.

Para produzir mais, é preciso manter o corpo funcionando em sua maior capacidade.

Essas dicas são o que podemos citar de mais importante para produtividade. Sem dominar estes elementos é muito difícil que qualquer ferramenta ou técnica tenha algum efeito real e duradouro. A grande mudança que precisamos fazer está em nós mesmos e na forma como enxergamos nossos objetivos.

Se você possui alguma dica que possa tornar essa lista mais completa, compartilhe conosco e enriqueça o conteúdo!