O planejamento é uma atividade importante, realizada pela gestão, que leva em consideração a visão, a missão, as metas e os objetivos da empresa.

O planejamento estratégico tático e operacional envolve pensar com antecedência sobre o que precisa ser feito e no futuro, criando um rascunho para atender às metas de negócios. O planejamento que ocorre no nível da empresa é chamado de planejamento estratégico, enquanto o processo de planejamento que ocorre no nível funcional é chamado de planejamento operacional 

O planejamento estratégico é focado em alcançar objetivos de negócios de longo prazo. Por outro lado, o planejamento operacional é realizado para atingir os objetivos de curto prazo do negócio. São utilizados para definir prioridades e alinhar recursos, de forma a possibilitar o alcance dos objetivos do negócio. 

Existe também o planejamento tático, que faz o intermédio das duas pontas.

Conheça mais sobre cada um deles e as principais diferenças entre os três tipos. 

Veja a seguir:

  1. Qual a importância de um planejamento? 
  2. O que é planejamento estratégico, tático e operacional? 
  3. As diferenças entre o planejamento estratégico, tático e operacional
  4. Ferramenta para acompanhar seu planejamento 

Qual a importância de um planejamento? 

O mercado pode mudar a qualquer momento.

Viver em cenários de incerteza pode ser extremamente arriscado, tanto para seus clientes, como para a empresa, que pode perder seus principais trunfos e enfraquecer sua base.

O planejamento ajuda a organização e a gestão a traçar um curso para atingir seus objetivos, mas mais do que isso, ele ajuda a construir uma base sólida em que riscos, ameaças e oportunidades são facilmente identificados.

Gestão de vendas

É através do planejamento em que são estabelecidas parâmetros para guiar todas as ações da empresa, e até mesmo se assegurar de que fatores externos sejam controlados com maior segurança.

O que é planejamento estratégico, tático e operacional? 

No mundo empresarial existe uma série de conceitos que são assumidos como corretos, mas costumam ser mal compreendidos.  

Um desses conceitos é a diferença entre estratégia e operação, mais ainda, a diferença entre os planejamentos mais estratégicos e os processos operacionais. 

Quando estes conceitos estão confusos, é comum encontrarmos conflitos entre áreas, planejamentos que não são concluídos e falhas no andamento dos projetos.

Pode parecer uma diferença simples, uma questão de nomenclatura, mas na prática são visões que precisam estar claras para todos na empresa, evitando ruídos e conflitos.

Como já mencionamos, o planejamento é a principal ferramenta que toda empresa precisa para conseguir estabelecer parâmetros, ações e estratégias de maneira realística.

É através do planejamento que são compreendidos alguns detalhes importantes que possibilitam entender a verdadeira situação da empresa, o que permite o desenvolvimento de um planejamento que poderá, de fato, ser executado.

O processo, geralmente, começa com a revisão das operações atuais da organização e a identificação do que precisa ser melhorado operacionalmente em um determinado período de tempo. A partir daí, o planejamento envolve a previsão dos resultados que a organização deseja alcançar e a determinação das etapas necessárias para atingir o objetivo pretendido.

No entanto, sempre que o assunto é planejamento, é comum pensar nele no singular, mas na verdade existem 3 tipos de planejamentos que são fundamentais para  a sua empresa: o planejamento estratégico, o planejamento tático e o planejamento operacional.  

Para crescer, uma empresa deve dominar todos os três com maestria. 

É necessário um plano estratégico forte para entender o propósito geral e a direção para qual se está indo. Se uma empresa não sabe disso, não importa o quão fácil ela pode implementar mudanças táticas e quão bem pode operar no dia a dia, se ela estiver indo na direção errada ou não souber agir perante a uma mudança no mercado, acabará fracassando.

Uma empresa precisa ser capaz de implementar mudanças táticas, já que apesar ter um planejamento estratégico incrível, com uma forte visão para o futuro, ela precisa entender o que é necessário para transformar a visão em planos de operação diários.

Ela também precisa de planos operacionais, já que para ter uma visão estratégica e sólida sobre o futuro é importante que não exista confusão na operação do dia a dia.

Se houver caos na ponta, isto é, na operação, a equipe da linha de frente ficará confusa e tudo isso impactará em todo o planejamento. 

Cada um deles pode fornecer uma visão diferenciada de aspectos diferentes da sua empresa. Sendo assim, trouxemos a definição de cada um dos tipos de planejamento para te ajudar a entender melhor o que são e como eles podem te ajudar. 

O que é planejamento estratégico

Como o próprio nome já indica, o planejamento estratégico pode ser compreendido como o processo de definição da estratégia, ou direção, da empresa e a tomada de decisões sobre a alocação de recursos e custos.

No planejamento estratégico é compreendido a visão da empresa e o que ela busca para o futuro.

Algo que é importante ressaltar é que o termo estratégia possui diversas definições, mas geralmente envolve o estabelecimento de objetivos estratégicos, definição de ações para atingir os objetivos e levantamento de recursos para executar as ações. 

O planejamento estratégico tem como um de seus principais objetivos a formulação e implementação de processos, mas se engana quem pensa que isso é algo que vem da mente do planejador. Esse tipo de planejamento é extremamente analítico, baseando-se em fatores externos, internos e considerando o macro e micro ambiente.

Por tamanha responsabilidade, esse tipo de planejamento fica como responsabilidade da pessoa, ou pessoas, que ocupam cargos de direção.

O planejamento estratégico é um processo contínuo em que é necessário retornar para ele com foco em revisar pontos que não estão funcionando, e adaptar ações de acordo com o cenário  atual do mercado ou empresa. 

Uma das ferramentas que podem ser utilizadas em seu planejamento estratégico é a análise SWOT. Essa análise ajuda a levantar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças no micro e no macro ambiente, o que pode ser um diferencial importante.

Aqui no Moskit já falamos sobre a análise SWOT, então se você quiser saber mais sobre, clique aqui e tenha acesso ao conteúdo. 

Objetivos do planejamento estratégico 

  • Pensar no futuro;
  • Entender qual a missão, metas e objetivos da empresa;
  • Visão do futuro;
  • Aumentar o faturamento;
  • Definir quem é, onde está e onde quer chegar. 

O que é planejamento tático 

O planejamento tático pode ser definido como as táticas necessárias para executar todos os planos, ideias e ações pensados durante o planejamento estratégico.  

Durante o planejamento tático, um dos principais focos é entender como alcançar, e/ou implementar o planejamento estratégico, fazendo uma leitura detalhada sobre ele e desvendando os pontos principais. Funcionando como uma espécie de etapa, ele descreve as ações que devem ser tomadas para atingir as metas que foram estabelecidas no planejamento estratégico.

Uma característica importante do planejamento tático é que o foco é muito mais restrito e podem ser divididos em nível departamental, o que faz com que muitas vezes o processo seja ponta-ponta. 

Sendo assim os gerentes se tornam responsáveis por criar as ações e estratégias para seus departamentos, com base, é claro, no planejamento estratégico.

Algo que chama atenção do planejamento tático, é que suas ações são menores também, podendo ter poucos anos de duração, dependendo do tipo de processo. 

Um plano tático é definido como um esboço claro das ações que você vai realizar para atingir uma meta de curto prazo.

Pode ser uma lista de todas as tarefas que você fará por conta própria ou aquelas que vai atribuir aos seus funcionários.

Digamos, se você decidir alcançar seus clientes ou consumidores em potencial por meio da promoção nas redes sociais, então, seu plano tático precisa definir todo o processo e as etapas para se alcançar essa meta. Isso pode incluir decidir uma ferramenta, organizar os recursos necessários, definir um cronograma fixo para as tarefas promocionais, e assim por diante.

Objetivos do planejamento tático 

  • Garantir que as metas e objetivos sejam alcançados;
  • Desenvolver planos e ações;
  • Buscar recursos;
  • Definição de prazos;
  • Desenvolver estratégias para alcançar os objetivos;
  • Otimizar determinadas áreas da organização.

O que é planejamento operacional

O planejamento operacional descreve o dia a dia da empresa, ele traça um roteiro para atingir as metas táticas dentro de um cronograma realista. Este plano é altamente específico, com ênfase nos objetivos de curto prazo. Isso pode incluir políticas, regras e procedimentos.

Ele mapeia as tarefas diárias de maneira organizada para remover quaisquer mal-entendidos.

O planejamento operacional mapeia, tendo como foco o processo, estoque, equipamentos, produção e produtos e serviços.  

O objetivo do planejamento operacional é ver o efeito de suas operações no funcionamento do negócio em tempo real, para que você saiba exatamente quando executar suas principais estratégias.

Um plano operacional ajuda a identificar áreas que não estão gerando receita suficiente ou estão causando perdas e, em seguida, auxilia na formulação das mudanças necessárias. Este documento também desempenha um papel crucial em manter todos os principais interessados, gerenciamento e membros do conselho na mesma página.

Todos precisam estar alinhados com a missão, metas, riscos, necessidades de contratação, projeções financeiras, indicadores-chave de desempenho (KPIs) da empresa, etc.

Um plano operacional ajudará cada departamento a se concentrar em sua contribuição para a visão mais ampla, reunindo todos os membros líderes sob a mesma perspectiva.

  Objetivos do planejamento operacional  

  • Implantar as ações;
  • Definir ferramentas;
  • Definição de custos;
  • Criação de ações curtas e efetivas.

As diferenças entre o planejamento estratégico, tático e operacional

ESTRATÉGICO

TÁTICO

OPERACIONAL 

Ações e metas de longo prazo, podendo durar de 5 a 10 anos

Ações e metas de médio prazo, podendo durar de 1 a 3 anos

Ações e metas de curto prazo podendo durar de 1 a 6 meses

CEO ou outro superior que é responsável por decisões

Gerente que é o responsável pelas decisões

O departamento é responsável pelas decisões

Apenas a alta diretoria está envolvida

Executivos e gerentes estão envolvidos

Todos os níveis estão envolvidos 

Surgimento de ideias, visões e missões para o futuro

Análise e planejamento das ideias

Execução dos planejamento

Quem é o que?

O que e porque? 

Como e para quem?

Complexo

Não tão complexo

Simples 

Ferramenta para acompanhar seu planejamento 

É muito difícil – alguns consideram quase impossível – alcançar o equilíbrio perfeito entre estratégico, tático e operacional. Existem momentos em que os esforços estarão voltados para definir novas estratégias, o que prejudicará a fluidez da operação.

Também vão existir momentos em que a operação estará fluindo e a estratégia acabará saindo dos trilhos, sendo perceptível apenas quando o impacto foi observado nos resultados.

O ideal é ter consciência dos ciclos de prioridades, observando com cuidado as alterações e mudando o foco de acordo com as necessidades do momento.

É com essa visão que trabalha o Moskit CRM, fornecendo informações sólidas para definir as melhores estratégias, ao mesmo tempo que fornece ferramentas para impulsionar a produtividade operacional das suas vendas.

Se você ainda não conhece o Moskit CRM clique aqui e faça um teste grátis.