Como evitar a procrastinação e bater mais metas

Como evitar a procrastinação e bater mais metas


Atire a primeira pedra quem nunca deixou de lado o trabalho para não ter que tomar decisões complicadas, prolongando ao máximo atividades e projetos complexos.

Se você passa mais tempo encontrando maneiras de protelar seus afazeres e procrastinar até o último minuto, do que de fato trabalhando, chega mais que esse texto é para você.

A procrastinação pode ser definida como o ato de prolongar, transferir e/ou adiar atividades importantes para outro momento, e acredite ou não, ela está diretamente ligada a ansiedade.

Em uma sociedade onde a cada dia que passa a ansiedade aumenta bruscamente, é preciso que nos atentemos aos nossos hábitos no trabalho, pois, além de serem prejudiciais para nossa vida profissional, podem arruinar a nossa saúde.

Se você está precisando de uma mãozinha para parar de vez de procrastinar e voltar a ser produtivo, esse texto é para você.

Vamos lá?

Como a procrastinação pode te prejudicar no ambiente de trabalho?

Você já parou para pensar em quantas atividades não ligadas ao trabalho você realiza durante o seu dia?

Aqueles 5 minutinhos que você tira para ver um video, conversar com um colega ou fazer uma ligação podem se tornar viciantes e fazer com que você caia em uma cadeia interminável de procrastinação.

Quando procrastinamos e deixamos de lado atividades importantes do cotidiano, a qualidade e produtividade começam a cair.

Não acredita?

Joãozinho precisa enviar cerca de 100 e-mails por dia sobre os mais diversos assuntos, só que ele passa maior parte do tempo em redes sociais, lendo artigos e conversando com seus colegas, deixando para o fim do dia todo o seu trabalho. Por não ter o tempo apropriado para revisar, não é raro que existam erros, contribuindo para a descredibilidade dos clientes.

Sem contar que ao protelar essa atividade, Joãozinho perde grandes chances de avançar em seus negócios e produzir mais.

Entendeu?

Quando procrastinamos, nos tornamos mais suscetíveis a erros, destruímos nossa produtividade e oportunidades.

Outro ponto que é preciso ficar bem atento, é o fato de que a procrastinação é um fenômeno facilmente contagiante, por ser simples de se copiar. Então, além de ser uma forma de se sabotar, ela pode contribuir para o baixo desempenho de toda uma equipe.

6 dicas para evitar a procrastinação

1 - Faça uma coisa de cada vez

Quando chegamos no trabalho na segunda-feira e vemos a agenda lotada de atividades, bate um desânimo. Certo?

Mas, ao invés de deixar tudo de lado e fazer quando de fato não tiver escolha, tente olhar para elas e tente criar um padrão e/ou ordem para realizá-las.

Por exemplo, das mais urgentes para as que podem ser feitas ao longo do dia/semana. Ou das mais complicadas para as mais fáceis. Tudo vai da sua necessidade no momento.

O importante é que você tire um tempo para se dedicar a cada uma delas, dessa forma você consegue manter sua produtividade e evitar erros.

2 -  Estabeleça uma rotina regrada

Além da necessidade de realizar uma atividade por vez, é preciso estabelecer uma rotina.

Quando não temos uma rotina pré-estabelecida, qualquer momento vago automaticamente desperta a vontade de fazer algo que nos dá prazer, por exemplo, assistir a um vídeo ou dar aquela olhadinha nas redes sociais.

Isso não quer dizer que não podemos reservar um tempo para fazer algo para liberar nossa carga de estresse e ansiedade, na verdade, é imprescindível que isso seja feito, à saúde vem sempre em primeiro lugar.

Entretanto, o que não pode é abusar desse tempinho para relaxar.

Estabelecer uma rotina te dá um norte sobre o que deve ser feito e qual o melhor momento para isso.

3 - Foque no que precisa ser feito

É um trabalho difícil, mas não impossível.

No nosso dia a dia, somos expostos a diversos estímulos externos, esses que corroboram para que nossa mente vague para todo lugar, menos no trabalho.

Para que ocorra uma quebra desse vício, precisamos bloquear todo e qualquer tipo de distração que nos leva a procrastinar.

Sendo assim, tente guardar o celular em um local onde o acesso se torne complicado, sente longe da porta, quando possível.  Dessa forma, o caminho até o lado de fora se torne mais longa e com o tempo cansativa etc;

Para cada ato de procrastinação/distração tente criar um empecilho, só assim será possível limpar a sua mente e focar no que deve ser feito.

4 - Crie um sistema de recompensas

Não é o ideal, mas, às vezes, quando está muito difícil se livrar de uma rotina cheia de procrastinação, um sistema de recompensas pode te ajudar.

Ok, mas como isso funcionaria?

Imagine que você está cheio de tarefas para fazer, mas sua motivação está a 0 e uma visita na mesa do seu amigo parece mais promissor do que isso. Proponha a si mesmo que você só poderá realizar qualquer outra atividade quando finalizar o que precisa ser feito.

Entendeu?

A cada tarefa realizada, uma pequena recompensa.

Mas muito cuidado ao utilizar esse tipo de técnica, pois ela pode ser tão viciante quanto a procrastinação.

5 - Crie processos

Lembra que anteriormente aconselhamos a fazer uma atividade de cada vez?

Algo que pode ser feito para impulsionar e contribuir para que você consiga realizar essa dica, é quebrar as tarefas em pequenos processos.

Por exemplo, você precisa preparar uma apresentação comercial, não pense no futuro, comece pesquisando os principais pontos que você deseja apresentar, seu cliente, realizando um tópico de cada vez.

Criar pequenos processos para grandes atividades faz com que tudo pareça mais simples e realizável.

6 - Técnica pomodoro

Com o objetivo de auxiliar no aumento de produtividade e concentração, a técnica pomodoro consiste na ideia de segmentar nossas atividades em blocos de concentração intensa.

Desse modo essa estratégia propõe que trabalhemos 4 ciclos de 25 minutos, intercalados com uma pausa de 5 e que, ao fim dessa rotina, se faça uma pausa de 30 minutos.

A técnica pomodoro é uma grande ajuda para quem tem sérios problemas de concentração.

Dica extra: invista em um CRM

Uma das causas mais comuns da procrastinação é o grande número de atividades e seu nível de complicação, e a desorganização dentro do setor comercial é um desestimulante ainda maior.

O CRM, em casos como esses, pode funcionar como um facilitador, isso porque ferramentas gerenciais, como o Moskit CRM, auxiliam na organização e acompanhamento das atividades sem causar uma carga de estresse maior ainda. Sem contar que as informações também ficam bem mais acessíveis para o usuário, agilizando, de fato, as tarefas do cotidiano. Que tal conhecer mais sobre o Moskit CRM e entender como o Moskit pode te ajudar a aumentar a sua produtividade? Faça um teste gratuito agora mesmo.