<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=230488125300927&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Dashboard de Vendas: o que é + dicas de como criar o seu

Talita Bernardes

por Talita Bernardes

Como os dashboards de vendas impactam nos resultados? A disponibilidade de informações e velocidade de tomada de decisão são fatores fundamentais para o sucesso de um negócio. 

Ter um recurso capaz de exibir tais informações de maneira imediata torna-se de fundamental importância, e é por isso que o Dashboard de Vendas é indispensável em vendas.

Trabalhar com vendas é entender que tudo pode mudar de um dia para o outro, já que existem fatores externos e internos que afetam diretamente os resultados.

Conseguir acompanhar em tempo real suas vendas, e como os acontecimentos podem impactar no processo, ajuda a sair na frente em relação à concorrência e manter um ritmo.

O Dashboard de Vendas é um recurso essencial para todos profissionais de vendas. Afinal, é a partir dele que as vendas podem ser controladas.

Quer saber mais sobre o que é Dashboard de Vendas, os tipos de painéis de vendas e quais dados analisar em seu dashboard? Desenvolvemos um conteúdo super completo e atualizado a respeito do assunto. 

Veja a seguir:

  1. O que é um dashboard de vendas?
  2. Tipos de Dashboard de Vendas
  3. Por que devo usar um Dashboard de Vendas na minha empresa?
  4. O que devo analisar em um Dashboard de Vendas?

O que é um Dashboard de Vendas?

O Dashboard de Vendas é um recurso que oferece ao usuário acesso rápido a informações em tempo real sobre sua atividade e desempenho de vendas. Os painéis são um recurso da maioria dos sistemas de CRM modernos, como, por exemplo, o Moskit CRM, que fornece ao usuário uma ampla variedade de tabelas e gráficos fáceis de entender. 

Os membros da equipe de vendas podem se beneficiar de visualizações intuitivas de dados importantes, já que ele é um recurso que ajuda o time a monitorar seu funil de vendas e priorizar as ofertas e oportunidades mais importantes. 

Os painéis de vendas podem ser usados ​​para visualizar o status do negócio, fazer previsão de vendas, definir o desempenho individual do representante de vendas e muito mais. 

Alguns painéis também funcionam como lista de tarefas, já que o usuário ao olhar entende o que precisa ser feito. Já a gestão, pode contar com Dashboards mais estratégico, com dados e opções de relatórios.

Logo, podemos dizer que o dashboard de vendas é o que mantém o profissional de vendas no controle da direção de seus negócios.

Assista também:

 

Tipos de Dashboard de Vendas

Embora o Dashboard de Vendas tenha como objetivo controlar as vendas, existem três tipos de painéis diferentes, cada um deles visando um benefício e tipo de abordagem. 

O gestor, por exemplo, constrói seu dashboard focando no gerenciamento da equipe e os resultados dela, enquanto o vendedor faz o seu com foco nos negócios em seu funil. 

Entenda mais sobre o Dashboard Operacional, Dashboard Estratégico e Dashboard Tático e como cada um deles ajuda na estratégia de vendas.

Dashboard operacional

O Dashboard operacional foca, como o próprio nome já sugere, na operação de vendas.

Com o Dashboard Operacional, o time consegue identificar gargalos que estão afetando o seu rendimento e compreender quais tarefas precisam ser priorizadas, visto que ao manter esse painel atualizado é possível verificar os impactos das ações em tempo real.

Em vendas, em que tudo é muito dinâmico, ter esse controle é uma maneira de ajustar pontos que podem estar atrapalhando o relacionamento com o cliente. Quando identificado, é importante que a equipe se reúna com o gestor para ser feito uma troca de informações e ajustes que evitem que essas falhas voltem a acontecer, se prevenindo de futuras perdas e moldando um processo mais eficaz. 

Resumindo, o Dashboard Operacional é o aliado da equipe operacional, que a partir da análise de dados dispostos neste painel consegue tomar decisões e agilizar o atendimento, isto é, uma ferramenta recomendada para monitorar, medir e gerenciar processos ou operações com uma escala de tempo mais curta, ou mais imediata.

Dashboard estratégico 

O Dashboard Estratégico é composto por KPIs e informações relevantes para a tomada de decisão e definição de estratégias.

Por ser um painel mais voltado para métricas gerenciais, esse painel estratégico visa disponibilizar dados para serem usados de maneira comparativa para acompanhar a evolução dos resultados e do negócio.

Dentro do Dashboard Estratégico, ainda é possível encontrar informações macro, isto é, mais gerais, mas que podem ser acompanhadas pela equipe, desta forma ela entende como suas ações impactam e geram resultados positivos, ou negativos. 

Esse painel ajuda a melhorar a comunicação interna e a organização de estratégias, com o intuito de aumentar a produtividade e o fluxo de vendas. 

Em outras palavras, é um um Dashboard focado no monitoramento de estratégias de negócios de longo prazo, analisando e comparando uma ampla gama de informações essenciais para as vendas. 

Dashboard tático 

O Dashboard Tático é composto por informações e indicadores que ajudam na tomada de decisão e traçam objetivos que a empresa pode cumprir a médio prazo, sendo de responsabilidade da alta gerência da empresa.

No painel tático, é possível cruzar informações relevantes sobre vendas, essas que impactam nas decisões.

Sendo assim, esses Dashboard são ricos em informações voltadas para o gerenciamento e ajudam a formular estratégias de crescimento com base em tendências, pontos fortes e fracos entre os departamentos.

modelo de proposta comercial

Por que devo usar um Dashboard de Vendas na minha empresa?

Agora que você já sabe o que é dashboard e os principais tipos disponíveis em vendas, conheça agora as principais vantagens de adotar esse recurso. 

Facilidade para prever as vendas

O Dashboard de Vendas organiza visualmente alguns dos principais indicadores de vendas para que a gestão consiga acompanhar em tempo real os impactos das ações e estratégias em andamento, além do desempenho de seus colaboradores.

Veja também: 

Manter um Dashboard atualizado ajuda os gestores a realizarem uma previsão de vendas com base no que está acontecendo e nas oportunidades de negócios abertas. Ter essa noção não contribui apenas para bater a meta, mas também para entender quais ações podem ser aplicadas para corrigir resultados não tão satisfatórios, por exemplo.

Ter uma ferramenta que dá essa previsibilidade de maneira fácil é importante para manter um fluxo de rendimento.

A previsão de vendas também ajuda a:

Visão das oportunidades geradas

As oportunidades geradas, usualmente, são definidas como clientes em potencial que entraram em contato com a empresa, ou foram identificadas pelas equipes de marketing e vendas, gerando assim um contato, em outras palavras, leads que tiveram algum tipo de interação.

Muitas empresas têm a dificuldade de gerenciar essas oportunidades, o que faz com que muitas chances de negócios sejam perdidas, impactando no resultado do período. 

Ter uma visão clara de como essas oportunidades são geradas e quem são esses clientes, é essencial para distribuir tarefas na equipe e se planejar para os próximos dias, semanas ou meses. 

O número de oportunidades de negócios em um período, também é importante para definir metas e entender onde que o time deve focar seus esforços.

No seu Dashboard de Vendas, isso é visível de forma clara e objetiva, automatizando esse processo e elevando o nível do setor de vendas. 

Entendimento da jornada do contato

Do momento em que o cliente interage pela primeira vez, até que ele é fidelizado, existem algumas etapas que são essenciais, é impossível pular fases ou ignorá-los.

Assista também:

A Jornada do Contato descreve o caminho de etapas e interações sequenciais que um cliente percorre com uma empresa, produto e/ou serviço. Somente entendendo o caminho percorrido pelo seu potencial cliente você poderá ajudá-lo a ter as informações necessárias para que ele efetue a compra.

Saber qual é a jornada que o contato percorre até chegar ao fundo do funil, é importante para definir algumas tarefas que o time deve realizar conforme o cliente for passando pelas etapas. Isso ajuda não só a qualificar melhor esse contato, aumentando as chances de fechamento, mas também para criar um ritmo de vendas, aumentando a produtividade sem perder a qualidade do processo.

Outro ponto importante é que com essa visualização da jornada do contato, o gestor consegue identificar onde que existem mais contatos parados, isto é, que poderiam estar sendo melhor aproveitados, ou que precisam de uma atenção maior para evoluir de fase.

Importante ressaltar que muitos contatos parados em uma fase também pode ser sinal de que algo não está funcionando, logo ter um painel que acompanha essa jornada é interessante e afeta positivamente na gestão. 

Geração de relatório com diversos filtros

Relatórios fazem parte das vendas, pois são neles que contém dados como, por exemplo, número de vendas, receita gerada, produtividade e número de clientes, estes que devem ser analisados regularmente para compreender como está a saúde das vendas.

O Dashboard de Vendas possibilita que o gestor gere diversos tipos de relatórios de vendas, sejam eles individuais, ou em equipes, além de proporcionar a utilização de filtros.

Essa feature é de extrema importância, pois com ela é possível medir o desempenho de cada colaborador e identificar como que suas ações impactam no resultado geral, o que pode ser usado em feedbacks, por exemplo, ou como uma maneira de acompanhar individualmente o time.

Os relatórios também impactam nas decisões gerenciais de alto escalão e podem ser aliados durante o processo de previsão de vendas, e planejamentos. 

Importante ressaltar que esses relatórios também são ferramentas que os gestores usam para tomar decisões rotineiras, mas pautadas em dados relevantes sobre o processo de vendas.  

O que devo analisar em um Dashboard de Vendas?

Como observamos ao decorrer desse artigo, o Dashboard de Vendas é um recurso essencial para controlar o seu fluxo de vendas, entender mais sobre os seus negócios, prever vendas, gerar relatórios e conhecer a jornada do contato.

No entanto, para isso ser possível, é importante que ao construir o seu painel de controle de vendas, os indicadores certos sejam disponibilizados, caso contrário, ao invés de se beneficiar, você estará prejudicando o seu rendimento.

Você deve estar se perguntando quais indicadores analisar, certo?

Esse são os principais: 

  • Funil de vendas: é importante ter em seu painel de vendas um funil detalhando o número de leads/clientes. Cada fase da sua listagem do funil significa uma etapa que o cliente precisa passar, ter essa lista é interessante para acompanhar como estão alocadas as oportunidades, e uma previsibilidade de negócio para o período.

  • Contatos realizados: esse indicador pode ser mensurado por dia, semana ou mês. Independentemente da maneira qual ele é medido, ele aponta quantos contatos foram realizados nesse tempo de um total específico. 

  • Agendamentos realizados: nem toda lead se qualificará, por isso é importante ter o número de oportunidades agendadas, isto é, leads que passarão pelas reuniões, apresentações e possivelmente receberá uma proposta de fechamento. Em outras palavras, esse indicador mostra quais leads conseguiram se qualificar para as próximas etapas.

  • Vendas feitas em número: quantas vendas foram realizadas no dia? Na semana? desde o começo do mês? No seu dashboard de vendas, você consegue ter esse controle, entendendo quão perto, ou longe, da meta o time está. Se a sua empresa trabalha com vários produtos, isso também pode ser identificado, entendendo qual produto sai mais, isto é, é mais atrativo para os clientes.

  • Vendas feitas em receita: embora o número de vendas seja importante, a receita é ainda mais. Usualmente cada vendedor tem uma meta a cumprir, ele pode cumprir isso vendendo para um cliente, ou para dez, por exemplo, tudo dependerá do tamanho do negócio que ele tem em mãos. Nem sempre um volume grande de vendas é um valor em receita, por isso é crucial que esse valor esteja na tela também. É interessante também ter o valor do ticket médio por cliente na tela, dessa forma sabe-se quanto em média cada cliente está gastando com a sua empresa. 

  • Taxa de conversão: cada etapa do seu funil tem uma de conversão, visto que em raros casos todos os clientes que estão no topo, cheguem até o fundo do funil, logo ter essa taxa visível pode ajudar a compreender qual o número e a porcentagem de leads converte em cada etapa, podendo ser exploradas ações para melhorar essas conversões.

dashboard_de_vendas-1

Não há como negar, o Dashboard de Vendas hoje em dia é indispensável para os profissionais de vendas.

Então se você ainda não tem uma ferramenta que possa te dar suporte para construir o seu dashboard de vendas, você precisa conhecer o Moskit CRM.

O Moskit CRM, além de contar com dashboard personalizáveis, dá suporte ao usuário em todas as etapas das vendas, possibilitando ao vendedor ter mais tempo para focar nos seus clientes, e ao gestor a capacidade de gerenciar com mais precisão o seu setor. Não fique de fora da inovação, e comece agora mesmo um teste gratuito no Moskit CRM.

dashboard de vendas

 

Compartilhe essa publicação

Compartilhar no twitter Twitter Compartilhar no facebook Facebook Compartilhar no Whatsapp Whatsapp

Também em Blog Moskit