O que fazer quando as vendas estão lentas?

O que fazer quando as vendas estão lentas?

Independentemente do tamanho da sua empresa ou o segmento com que vocês trabalham, sempre existirão fatores e situações que afetarão no ritmo de vendas.

Não é fácil lidar com circunstâncias como essas, é preciso muito cuidado e planejamento para criação de ações assertivas que consigam impulsionar novamente o ritmo das vendas.

Só que apesar de parecer algo bem prático, a pressão para não cometer erros e afundar mais ainda os resultados pode atrapalhar no desenvolvimento de boas ideias.

Pensando nisso preparamos essa postagem com algumas dicas que vão te ajudar a lidar com o ritmo lento de vendas.

1 - Entenda o que está causando a lentidão

As causas para a desaceleração das vendas podem ter origens internas ou externas, e para cada uma delas existe uma maneira mais adequada de lidar.

Por exemplo, se o que está causando esse problema é a economia, é necessário pensar em formas de driblar, visto que é impossível controlar esse aspecto externo.

Mas se o caso fosse o discurso de vendas, uma falha interna, a resolução seria bem simples pois só dependeria da própria empresa e não de pessoas e fatores externos.

Ir a fundo e investigar é o primeiro passo.

2 - Trabalhe com as metas

Os representantes de vendas geralmente trabalham em cotas mensais ou com metas de vendas. No entanto, esses não são os únicos objetivos que deveriam ser levados em consideração. Durante períodos de lentidão, tente trabalhar com outras metas, tais quais:

  • Metas de reuniões;
  • Metas de fechamento;
  • Metas de atendimentos.

Tirar um pouco do foco da venda em si e olhar para outros passos que podem contribuir para que aconteça também é importante.

Mas não só, o desenvolvimento de metas menores, como número de telefonemas que os representantes devem fazer com clientes em potencial ou o envio de mais e-mails a cada semana, possibilita que sua equipe alcance mais rápido o sucesso.

É importante também reservar um tempo durante períodos de lentidão para desenvolver essas metas para os representantes.

3 - Aprimoramento dos sistemas e processos

Para vender com qualidade sua equipe de vendas deve ter um sistema e um processo que atende as suas necessidades. Por isso que após a verificação do que pode estar causando problemas, o ideal é que melhore aquilo que se pode controlar, como os sistemas e processos.

Leve em consideração o que está e o que não está funcionando para seus representantes e clientes para adaptar seu novo processo e melhor atender demandas.

Mas não só a otimização, é necessário ensinar como seus colaboradores devem utilizar os sistemas. Isso pode ser feito a partir da promoção de treinamentos com o intuito capacitação dos mesmo. A introdução de novidades do mercado é outro ponto relevante.

4 - Estude o produto e o público-alvo

Já falamos algumas vezes sobre a existência de fatores externos, estes que não podemos controlar. Entretanto, podemos adequar os nossos benefícios para a nova realidade.

Por exemplo, com a pandemia de COVID-19 as vendas presenciais sofreram uma desaceleração, visto que os consumidores passaram a consumir mais de canais virtuais com a opção de entrega. Muitas empresas que ainda não realizavam esse tipo de serviço entenderam a necessidade dos clientes e estudaram formas de se adaptar para que o ritmo continuasse a crescer.

Entender qual a fase em que seu cliente está e se os meios de se comunicar, propagar a mensagem e vender ainda estão de acordo com as tendências do mercado é importante.

Mas não só, às vezes o produto/serviço também para no tempo e para de atender a dor do cliente. Se reinventar e entregar uma nova versão para o público é outro ponto crucial para que as vendas voltem a crescer.

5 - Analise o seu CRM

Quando as suas vendas estão lentas, uma boa opção para entender melhor o que está acontecendo e criar estratégias para virar o jogo pode ser feita com a análise de contatos no seu CRM e o estudo do desempenho da sua equipe de vendas.

Alguns pequenos detalhes fazem toda a diferença e podem mudar os rumos da situação. Como a averiguação de como os vendedores estão registrando os contatos na ferramenta, e se os campos estão sendo completamente preenchidos. A falta de algum dado pode atrasar ou fazer com que se perca leads, fazendo então com que se quebre o ritmo de vendas.

Mas não só, você pode usar os dados no seu CRM para ver como anda o desempenho da equipe, qual a frequência com que eles fecham negócios, qual a taxa ganhos versus perdas.

E se você ainda não conhece uma boa ferramenta que pode ajudar a aumentar sua produtividade de vendas e proporcionar facilidade para o processo de vendas, indico que comece um teste gratuito no Moskit CRM, uma das melhores do mercado.