Seu marketing não dá resultados. E a culpa é sua

Seu marketing não dá resultados. E a culpa é sua

O empresário tira foto todo dia para postar no Instagram, escreve artigos pro blog, distribui cartões, faz post no Facebook, atualiza site, paga outdoor, paga anúncio pro Facebook, pro Insta e pro Google, faz Snapchat, enfim, trabalha pesado diariamente pensando em uma única coisa: fazer o telefone tocar.

“Escola de Música, boa tarde”

“Boa tarde, qual o preço da aula de bateria?”

“É iniciante?”

“Sou”

“A aula tá saindo duzentos reais por mês, uma hora de aula por semana”

“Duzentos? Tá bom”

“Se tiver interesse você pode agendar uma aula experimental”

“Tá bom, obrigado. Qualquer coisa eu ligo pra agendar”

“Isso. Obrigada!”

Nesse momento, a atendente pegou todo o investimento feito em publicidade, todo o trabalho realizado ao longo de meses e jogou no lixo. Se foram gastos R$ 3.000,00 no mês em anúncios para fazer o telefone tocar 100 vezes, nesse momento quem atendeu o telefone pegou três notas de R$ 10,00, rasgou e jogou fora em 15 segundos. E a culpa é sua, que não treinou e/ou não contratou certo.

Exagero? Algumas semanas atrás eu liguei para dez escolas de música. Todas fizeram isso. Todas. Para nós que trabalhamos com marketing e vendas diariamente, presenciar essa cena é como ver um filhote de foca ser abocanhado por uma baleia: triste. A pessoa não vendeu, não tentou agendar uma aula, não perguntou meu nome, meu email ou meu telefone, não fez qualificação, não fez nada. Eu conseguiria mais conversão substituindo essa pessoa por uma página e um botão de AGENDE UMA AULA.

Quem atende o telefone aí na sua empresa? É o vendedor? É a recepcionista? Independente de quem seja, você precisa que essa pessoa VENDA. Você precisa deixar claro que ela não está ali para passar preço e para atender o telefone. Ela tá ali para gerar negócio! Se essa pessoa não é capaz de vender, troca a pessoa. Você não pode mais perder negócios dessa forma.

Olha como eu acho que a ligação acima deveria ter acontecido:

“Escola de música, boa tarde!”

“Boa tarde, qual o preço da aula de bateria?”

“Qual o seu nome, por favor?”

“Mateus”

“Legal. Mateus, como você ficou sabendo da nossa escola?”

“Eu procurei no Google”

“Certo! Então Mateus, só pra eu entender um pouco melhor e te passar o valor correto, qual o seu nível de bateria?”

“Sou iniciante, nunca fiz aula”

“Entendi. Em qual horário você estudaria?”

“Teria que ser à noite”

“Ok, sem problemas! Mateus, a nossa escola já está a mais de 15 anos no mercado. Nossa infra-estrutura aqui é excelente, com ar-condicionado em todas as salas e os nossos professores são todos formados em música. Hoje, a nossa aula pro seu nível tem o valor de R$ 200,00 por mês. Eu tenho horário na quarta-feira às 20 horas ou na quinta às 21 horas com o professor João. Qual dos dois seria o melhor horário para agendarmos uma aula experimental, sem compromisso?”

“Quarta ou quinta? Pode ser na quinta”

“Legal, aí você vai poder vir aqui, conhecer a escola, conhecer o professor e ver o que acha. Me passa seu email por favor?”

“mateus@moskitcrm.com”

“Seu telefone…”

“99XX-21XX”

“Ótimo Mateus, está agendado. Vou te mandar um email agora confirmando a aula de quarta e vou acrescentar algumas informações sobre a escola e sobre o professor. Se nesse meio tempo você tiver algum problema com o dia ou horário, é só responder o email, ok?”

“Ok, obrigado!”

No fim dessa ligação você tem uma aula experimental agendada e tem telefone e email desse contato. Isso tudo vai pro CRM. O modelo do email já está salvo e é só mandar. Se ele desmarcar a aula, nós vamos reagendar. No fim da aula experimental nós vamos encaminhá-lo pra fazer a matrícula. É um processo:

Ligação recebida→ Aula experimental agendada → Aula experimental realizada → Ganhou/Perdeu

Uma vez que o contato entrar nesse processo nós só vamos parar de ligar ou mandar email quando ele estiver matriculado ou tiver desistido de fazer aulas.

Quem atende o telefone tem que vender. Não desperdice contatos já que você pagou por eles. Faça um roteiro de atendimento, monte um processo de vendas (por mais simples que seja) e registre tudo. Depois me conta se deu certo!