Um comportamento que mata todo seu trabalho

Um comportamento que mata todo seu trabalho

Existe um comportamento clássico nas empresas. Quanto maior a organização, mais frequente vemos a repetição desse hábito.

Fazer fofoca pelas costas dos colegas de trabalho é um problema maior do que parece. E cria alguns transtornos graves que não afetam apenas seu próprio trabalho, mas também a forma como as outras pessoas interagem entre si.

No final, todo bom trabalho, seu e da equipe, acabam sendo prejudicado por comentários maldosos feitos nos bastidores.

Gera desconfiança

Todo mundo sabe que, se alguém fez um comentário maldoso sobre outra pessoa, as chances são de grandes de que ele também faça sobre você.

Num ambiente onde fofocas são normalizadas, esse tipo de desconfiança acaba sendo transmitido pela cultura e cria um clima de desconfiança. Quando ninguém consegue confiar no colega, as interações de trabalho e a colaboração acabam sendo prejudicadas.

A gente não colabora com quem não confia.

Cria uma competitividade tóxica

Quando comentários ruins começam a circular, desconfiança entre os membros do time aumenta e, com isso, um modelo negativo de competitividade toma conta.

A competitividade negativa é aquela onde as pessoas começam a esperar resultados ruins das outras pessoas para provar que são melhores, muitas vezes prejudicando propositalmente.

Um clima de competição tóxica é o cenário ideal para sabotagens internas e conflitos de comunicação entre as equipes, fazendo o trabalho de toda equipe sofrer com os impactos dessa disputa.

Desestabiliza a liderança

Para uma organização funcionar a liderança precisa conseguir prever a colaboração entre os membros do time. Independente das desavenças pessoais, a premissa de que todos os envolvidos estão dispostos a interagir é uma base comum.

A competição e a desconfiança acabam gerando resultados muito distantes do que foram previstos pelos gestores, dificultando o planejamento e atrapalhando qualquer tentativa de ação.

Para uma gestão conseguir liderar, é preciso confiança na colaboração entre os membros do time.

Cria uma atmosfera de medo

Fofocas sempre são negativas e, por mais que muitas vezes tenham a intenção de ajudar, o resultado é quase sempre oposto.

Quando um vendedor diz para um colega que ouviu o gerente criticar seu trabalho. A pessoa que recebe a informação começará a sentir medo do gerente e terá seu trabalho afetado.

O mesmo é válido para qualquer tipo de transmissão crítica, todos sentem medo de estar sendo criticados pelas costas e acabam não conseguindo produzir com eficiência.

Como combater fofoca

Combater fofocas desnecessárias deve ser uma preoucpação de todos os membros de uma organização, evitando que os pejuizos sejam feitos e garantindo que os resultados sejam os melhores.

  • Ao encontrar uma fofoca, dê nome aos bois: "você está fazendo fofoca? acho melhor a gente parar por aqui"
  • Deixe claro que não cabe a você julgar o comportamento de uma terceira pessoa: "Cada um tem uma realidade e, como não sei o que a pessoa está passando, prefiro não julgar"
  • Deixe todos saberem que, se houver algum problema, podem falar primeiro com você: uma postura como essas exige abertura e também controle das reações. Saber que pode errar e reconhecer os erros quando forem apontados.
  • Crie um ambiente de feedback: Quanto mais clareza existir nas relações, mais difícil é surgir um ambiente de fofoca. Se as informações podem ser faladas com abertura e todos são capazes de absorver o feedback, a confiança é restaurada e a cooperação acontece.

Com ações simples é possível neutralizar fofocas, manter a comunicação direta e fortalecer a confinaça entre todos do time.

A preocupação com a transparência nas relações vai muito além dos próprios resultados, é uma forma de manter a empresa colaborando e amplificar a qualidade de todo trabalho realizado.