Como manjar dos paranauê do Outbound

Como manjar dos paranauê do Outbound

O Outbound marketing, pode ser definido como uma conquista de clientes.

Apesar de se consolidar como a estratégia mais comum, não é a mais fácil. Alguns cuidados e estudos devem ser feitos, para apresentar a melhor abordagem. Contudo, não é uma receita que se seguido a risca, o resultado será perfeito.

Fonte: Toca o Sino das Vendas

Pessoas são diferentes, logo os clientes podem apresentar gostos e ideias diferentes.

Um estudo prévio faz com que o caminho até eles se torne mais fácil. Antes de mais nada, é preciso identificar em qual nicho o negócio se encontra, isto é, se estiver em um nicho. Às vezes o público pode ser abrangente, como por exemplo, uma marca de refrigerantes.

Mas caso o produto ofertado seja mais restrito a um tipo de cliente, é necessário estudar o nicho. Conhecer o público alvo, o que ele gosta, como se comportar e etc; Se torna essencial para se aproximar.

Como o Outbound é sobre conquista, o estudo prévio de público alvo, facilita a compreensão dos sinais que o cliente está te passando. O perfil de cliente ideal, possibilita levantar possíveis falhas que ele possa ter, e dores que o produto possa suprir.

Saber o que falar com o cliente, é crucial.

Todos gostam de atenção, e como num jogo de conquista, todas artimanhas disponíveis devem ser utilizado para atrair o cliente. Mas os limites desse jogo deve ficar claro desde o primeiro contato, para além de amigo, um vendedor deve estabelecer que está interessado em vender sua solução.

Manter a comunicação através do tempo, pode se mostrar útil. Cultivar esse laço apenas aumentará a confiança que o cliente já nutre pelo vendedor. Sem contar que manter essa ponte, pode ajudar a construir a imagem que o vendedor é autoridade na área, sua palavra terá credibilidade.

Antes de começar a se comunicar com o cliente, é necessário identificar, quais os canais ele está disposto a criar esse laço e quais canais estão disponíveis para acesso. Como já apontado, apesar do perfil do cliente se encaixar no nicho, a forma que gosta de ser tratado pode diferir do cliente ideal que foi projetado.

Mas tentar entrar em contato por diversos canais, não irá prejudicar sua imagem de frente ao cliente. Ele gosta de ser adorado, e mostrar interesse, novamente reforçará a ideia que é importante para vendedor.

Só que novamente, tudo isso só será possível, se o estudo de público alvo for realizado. Não existe uma receita mágica, é necessário tato do vendedor para captar os sinais que o cliente está lhe passando.

O Moskit CRM.

Para além de um estudo de público, é preciso um estudo do seu processo de vendas. Saber como falar com o cliente, é sim importante. Mas saber quando se comunicar e ter a possibilidade de registrar tudo que foi falado, é mais importante ainda.

O nosso CRM te prepara para atender as necessidades do cliente. Contamos com profissionais capacitados que estão disponíveis para responder suas dúvidas e te ajudar a aumentar suas vendas.

Comece hoje mesmo o seu teste gratuito no Moskit CRM.