Como se manter produtivo durante a copa

Como se manter produtivo durante a copa

Ao longo do ano esbarramos em vários períodos onde nossa disposição para produzir acaba reduzida. Dos feriados prolongados, Carnaval e Ano Novo, até ventos esporádicos como a Copa do Mundo, todos podemos facilmente apontar situações onde nossa produtividade pessoal pode ser afetada pela mudança de foco.

É compreensível sentir que a vontade de fazer 50 ligações num dia desapareceu quando sabemos que nossos clientes estão se preparando para curtir um jogo da Seleção Brasileira. Querendo ou não, as coisas que acontecem no mundo influenciam bastante nossa disposição.

O segredo para que estes períodos não se tornem um problema, acumulando toneladas de trabalho para serem entregues em cima da hora está no planejamento. Existem algumas estratégias interessantes que podemos adotar para manter nossa produtividade em dia e ainda curtir um pouco da diversão.

Seja realista

Muitos problemas também surgem de expectativas desalinhadas. Não dá pra esperar que os dias corram normalmente nessa época. É preciso reconhecer que, mesmo quando você não se importa muito com a festa, o resto do mundo ainda é diretamente impactado.

Do supermercado com movimento agitado, até o trânsito e horário de funcionamento de clientes e fornecedores, precisamos aceitar que precisamos nos ajustar. Evite marcar compromissos, reuniões ou entregas. Saiba questionar quando alguém tentar marcar algo para as datas específicas e modifique também o seu planejamento pessoal.

Organize-se pensando no futuro

Temporadas festivas são sempre previsíveis. É possível olhar para o futuro e entender quais dias poderão ser mais difíceis de trabalhar.

Nem todo mundo produz 100% do dia normalmente, e sabendo que em breve chegarão dias onde a produtividade será menor, é possível acelerar o passo e deixar algumas atividades adiantadas, abrindo espaço para os dias mais parados que virão.

É possível também identificar em conversas com clientes e parceiros como será a disponibilidade deles durante o período, modificando as agendas, adiantando o que for possível ou deixando para o futuro.

Drible o trânsito

Parte do desânimo das épocas festivas surge do transito confuso, gente querendo sair e chegar em casa, estacionamentos lotados para compras e outros contratempos que gente animada para se divertir acaba causando.

Um jogo do Brasil na copa do mundo, por exemplo, normalmente é antecedido por um longo engarrafamento de gente saindo do trabalho para acompanhar a partida. Podendo consumir horas do dia, dependendo da cidade onde mora.

Deixar o carro na garagem e fazer home office pode ser uma boa estratégia para produzir longe do tumulto e conseguir concluir o trabalho antes da festa.

Priorize o que for importante

Na hora de saber o que realmente será feito, defina o que for de fato importante e traga para o topo da lista de atividades. Tentar fazer de tudo vai acumular frustrações e até comprometer o relacionamento com clientes que forem vítimas de atraso.

Faça o que for importante e reorganize os compromissos para depois.

Esteja sempre alerta

Deixe todo mundo ciente de que nestes dias, comunicações urgentes devem ser feitas por outro meio. Passe o contato de WhatsApp para os clientes mais importantes e certifique-se de responder prontamente.

Deixe respostas automáticas agendadas no email avisando que pode demorar um pouco para responder. É melhor deixar explícito que haverão atrasos, do que causar frustrações na espera.

Em caso de viagens ou períodos fora do escritório, assegure-se de manter um plano de dados funcionando no telefone celular para responder mensagens de emergência e verificar emails importantes.

É claro que tudo isso é válido se não for um dia oficial de feriado. Nos feriados e férias, curta seu tempo livre.

Saiba dizer não e curtir a festa

É comum que clientes mais insistentes tentem forçar a barra e tentar agendar alguma interação. Saber dizer não, como já conversamos por aqui, é uma excelente ferramenta para o ganho de produtividade.

Festas não precisam ser períodos improdutivos. É possível que. com um pouco de estratégia, nada deixe de ser feito e nenhum impacto real seja causado.

Tudo depende apenas da nossa capacidade de planejamento.