Uma carta de um vendedor com ansiedade para seu gestor

Uma carta de um vendedor com ansiedade para seu gestor

(Esta é uma carta hipotética de um vendedor que sofre com a ansiedade no dia-dia para seu suposto gestor de times. Qualquer semelhança é mera coincidência.)

Caro gestor,

Eu sei que vender é um exercício de lidar com a pressão todo tempo. Eu vivenciei sempre muito bem a minha jornada de vendas, costumava ser muito bom com clientes e resultados, lembra?

Acontece que demorei para entender que** isso tudo era mais forte do que eu**, por isso, juro que preciso do seu auxílio neste momento da minha vida. Sofro por ser ansioso.

Se fosse fácil, se eu pudesse deixar tudo mais prático e ágil com certeza não deixaria a ansiedade atrapalhar minha carreira e minha vida pessoal.

A verdade é que eu não posso simplesmente escolher ser uma pessoa menos ansiosa como quem escolhe um pão na padaria e fazer tudo ficar bem como um passe de mágica.

Eu tive que assumir que sou uma pessoa ansiosa e preciso de ajuda

Tenho tentado entender os estragos que minha ansiedade causa, mas eu sinceramente não sei lidar com esta questão sozinho. Antes de mais nada, queria mesmo te contar que eu não faço de propósito, eu simplesmente não controlo toda essa inquietação.

Também não gostaria que pensasse que sou incompetente. Eu tenho um problema de saúde e agora que estou me dando conta disso. É meio que um desequilíbrio químico do cérebro e por esta razão, minha mente precisa de cuidados. Eu sou a pessoa menos culpada por isso. Acredite.

Eu juro que tento fazer de tudo para mudar. Eu tento não deixar com que a nossa reunião de metas me deixe apavorado, mas sempre fico na aflição antecipada. Eu faço de tudo para controlar a velocidade com que falo, mas quando vejo, estou pensando muitas palavras por segundo.

Eu juro que tento fazer de tudo para lidar com este problema. Eu tento descansar mais durante a noite para chegar disposto no trabalho no outro dia, mas quando vejo já são altas horas da noite e tudo que penso é no monte de tarefas que tenho que encarar no dia seguinte.

A ansiedade não é só um problema meu

Eu acabo impactando os resultados, mas peço que ande mais comigo, que se preocupe em me trazer a sanidade, que me defenda quando todo mundo quiser apenas cortar a minha cabeça e me mandar para a rua. Eu gostaria muito de contar com seu apoio para me fazer sair dessa. Não consigo lidar com tudo isso sozinho.

Você precisa entender que eu não estou fazendo por mal. Eu realmente não quero ser essa pessoa. É a ansiedade que me coloca diante de um monte de dúvidas, me faz estar em situações de plena insegurança.

Não estou pedindo para me deixar trabalhar pouco e ganhar muito, quero apenas que me dê meios de combater isso, que me coloque diante de formas de produzir nisso, que facilite minha vida com ferramentas, que me chame para uma conversa informal, que faça questão de me incentivar a sair dessa, que diga que posso contar com a empresa para voltar a ser um excelente profissional, que me ofereça um lugar seguro para eu voltar com tudo.

Agora, eu estou sem energia. Essa história de ansiedade me colocou mais de uma vez em um lugar de não ter opção a não ser ignorar que eu preciso da sua colaboração. Eu não quero mais lutar contra esse desejo de sair dessa. Eu preciso de você.

Toda essa ansiedade desfigurou-me diante de mim

Você sabe que nem sempre eu fui assim. Às vezes, eu digo coisas sobre mim que não são verdade, tenho sentimentos que não são explicáveis racionalmente, me pego sem ânimo como se ninguém quisesse entender o que preciso neste momento.

Eu já perdi amigos que me chamam de frouxo, a minha família já não aguenta, eu já enfrentei situações complicadas por causa disso. Agora, quero contar com você para me dar suporte. **Não posso simplesmente deixar de ser assim de um dia para outro. Não quero perder tudo que construi na minha carreira.
**

Estou me tornando um pouco paranoico. Às vezes, até penso que deveria desistir. Eu não quero procrastinar mais do que deveria, não quero cancelar compromisso de última hora por medo do que nem conheço, não quero que olhem para mim como se eu fosse um iniciante e nem ter que ficar em silêncio por obrigação.

Eventualmente, eu penso que estou ficando completamente louco. Ajude-me a sair dessa. Pelo menos tente conversar comigo, tente entender o que está acontecendo e procure ver como você pode me ajudar. Todo esforço da sua parte é válido.

Não me olhe com dó. Seja duro, humano, real, mas também um bom líder e me ajude nessa. Obrigado.