Vender vai além do fetiche por inúmeras leads

Vender vai além do fetiche por inúmeras leads

Todo mundo só fala em leads. E não tem nada de errado nisso. É óbvio que sem leads, não há vendas. O que quero chamar a atenção aqui é que esse fetiche por lead precisa ser acompanhado de um bom atendimento.

Não adianta ter uma chuva de oportunidades se não for capaz de atender com qualidade e entender melhor aquilo que o cliente necessita. Quando se trata de oportunidades, não necessariamente funciona a lógica da quantidade.

É preciso desmistificar que ter em mãos uma lista enorme de contatos para prospecção garante a realização de bons negócios. A coisa é bem mais complicada.

A qualificação dos leads sim é o grande segredo para garantir maior chance de conversão. Tão importante quando chegar ao cliente certo na hora certa é ser capaz de induzi-lo a estar disposto a adquirir um serviço ou produto.

Porque o atendimento é tão importante?

Quantas vezes, como consumidores, acabamos levando um produto um pouco mais caro simplesmente por um atendimento melhor? A gente sabe que ter um bom produto nem sempre faz com alguém decida comprar. O atendimento é realmente o carro-chefe para algumas situações.

Quando estamos falando de negócios entre empresas, em que geralmente o processo de decisão é longo e pode passar por muita hierarquia e fases de negociação, os decisores estão acostumados a marcar apresentações de negócios com muitos dos seus concorrentes.

Neste sentido, o atendimento pode ser um diferencial para a tomada de decisão. Existem algumas coisas importantes que podem ser consideradas na hora de atender clientes da melhor maneira possível. Vamos falar sobre eles.

Atendendo para além do serviço e produto

Hoje em dia, os processos de vendas estão bem automatizados, tanto nos processos como na gestão de clientes. Por isso, os times de vendas precisam ser capazes de fazer um atendimento que aproxima a solução de um problema real que o cliente enfrenta.

Se possível, não ofereça apenas um produto, mas, de preferência, mostre uma solução que seja aplicada à realidade concreta que ele enfrenta. Você deve reforçar como pode melhorar alguma questão complicada da vida dele, e, principalmente ensiná-lo sobre como você vai auxiliá-lo neste processo.

Se você identificar o perfil do cliente e compreender melhor as suas expectativas, com certeza pode aumentar o engajamento com clientes e sucessivamente a taxa de conversão.

Não ofereça produtos para seus leads, ofereça menos dor de cabeça.

Não seja o maluco das milhões de leads!

Naquele desespero de vender a qualquer custo, não vale a pena atirar para todo lado como quem porta uma metralhadora de ofertas. Se você vende no processo B2B então, por favor, não cometa esse erro.

É preciso ter construir um relacionamento e buscar saber mais sobre o cliente. E o mais importante é aprender a esforçar-se apenas com aqueles que estão dispostos a considerar sua oferta. Nem todo mundo é seu cliente. Não seja o cara chato do spam.
Não seja parte daquele time de vendas que faz um atendimento padrão.

Você tem que colocar na cabeça cliente que não só está vendendo uma solução para um problema real, mas que você personalizou seu atendimento para lidar com o problema que ele enfrenta.

Quando você o trata apenas como mais uma lead, ele te trata apenas como mais um vendedor. Lembre-se disso.

Entre atendimento e prospecção, o que focar?

Não perca de vista o foco no tipo de cliente que você precisa. Prospectar é aprender a ler clientes e suas demandas. Quando se é capaz de entender qual é a dificuldade do cliente faz com que ele tenda a ter a maior aceitação para soluções que o faça andar nessa direção.

Seja capaz de transmitir a ele que com sua ajuda ela vai conseguir alcançar e estruturar uma realidade esperada. Que você vai ajudar ele a ter ações mais assertivas, promissoras e eficazes. Lembre-se, durante este processo de vendas, de reforçar que você pode otimizar os resultados dele.

Encontre uma maneira de ressaltar os ganhos que ele terá no que se refere ao crescimento da taxa de conversão e nos resultados financeiros. Deixe claro quais vão ser os aumentos da rentabilidade e produtividade e como será a redução eficiente no custo dele de aquisição de clientes.

Normalmente esses são os dados mais importantes para quem vai adquirir uma nova empreitada de serviços. Foque no atendiment e na personalização para aproveitar melhor a suas leads e trazê-las para mais perto da conversão.