Como calcular a taxa de conversão e otimizar seus dados?

Como calcular a taxa de conversão e otimizar seus dados?

Todo processo comercial gera inúmeros dados, e, mesmo que às vezes não nos liguemos a eles, essas informações são extremamente importantes.

Além de apresentar um mapeamento geral de como as estratégias estão se portando, com alguns dados em mãos é possível identificar e calcular a taxa de conversão.

A taxa de conversão é uma métrica muito significativa, pois a partir dela é capaz de detectar o que pode estar dando errado durante a prospecção. Sem contar que não são só os pontos fracos que são apontados, os fortes também são revelados.

Todo mundo sabe que descobrir o que está fora do lugar no plano geral de vendas é o primeiro passo para o sucesso comercial.

Como calcular a taxa de conversão em sua empresa?

Dependendo do segmento de mercado e a forma com que você trabalha, (online, offline etc;) conversão pode significar venda ou até mesmo uma inscrição em sua newsletter.

Independentemente dos fatores citados, o cálculo se faz o mesmo para todos os casos.

Mas, afinal, como calcular a taxa de conversão em sua empresa?

Para realizar o cálculo você vai precisar de 2 dados, sendo eles: o número total de leads em um determinado período (que você queira analisar) e a quantidade de conversões entre eles.

O cálculo se estrutura da seguinte forma:

TC = C / NTL x 100%

Sendo TC a taxa de conversão, o NTL o número total de leads e C as conversões.

Para que você entenda, vamos supor que o cálculo foi aplicado em uma empresa de comércio online onde as conversões são entendidas como clientes que se inscrevem no site.

Essa empresa teve um total de 100000 acessos nos últimos 30 dias, mas somente 3564 destes se inscreveram no site, desta forma, podemos calcular a taxa de conversão da seguinte forma:

TC =  3564 / 100000 x 100%

Resultando em uma conversão de 3,564%.

Entendeu?

Como otimizar seus dados após os cálculos

O cálculo da taxa de conversão é um excelente termômetro para saber se as suas estratégias de marketing, vendas e, etc; estão funcionando.

Uma das diversas maneiras de utilizar esse resultado é fazendo uma comparação. Claro que isso só é possível após a segunda ou terceira análise, mas essa estratégia não deixa de ser interessante.

Quando se compara os resultados e eles são discrepantes, algo na técnica daquele plano não agradou e precisa ser repensada.

Por exemplo, um anúncio nas redes sociais com uma baixa taxa de conversão pode implicar que algo na comunicação, proposta, ou até mesmo na formatação de público para o anúncio, não está legal.


Após os cálculos, é importante tentar identificar elementos que não estão contribuindo para conversão.

É imprevisível apontar que nem sempre uma taxa de conversão baixa implica que a empresa está mal das pernas, a influência do mercado e outros fatores podem interferir e muito.

O crucial é que essa taxa aumente de uma medição para outra, caso contrário, algo realmente está errado.

3 formas de usar a análise de dados para impulsionar suas vendas

1 - Estudo de mercado

Nada melhor que utilizar os dados do seu processo comercial para conhecer melhor o mercado com que você trabalha.

Todas as informações e variações que sua empresa pode vir a sofrer podem ser previstas ao analisar os dados e conhecer o mercado.

Por exemplo, um produto/serviço que geralmente causa um grande número de conversões, ao sofrer rejeições constantes dos consumidores, é sinal de que algo no mercado pode ter mudado.

Captar essas oscilações te deixam um passo à frente, possibilitando o investimento em ações de marketing e vendas para mudar essa situação.

Sem contar que ao conhecer bem o seu mercado e concorrentes, você consegue sempre antecipar novidades e bater de frente com eles.

2 - Análise quantitativa e qualitativa

Uma das belezas em se ter acesso aos dados do seu processo comercial é que te possibilita bancar um cientista maluco e investigar a fundo todos os aspectos dele.

A quantidade e a qualidade devem ser investigadas e analisadas.

Desta forma, perguntas como as a seguir são extremamente importantes:

  • Quantos acessos o site teve?
  • Quantos clientes fecharam negócios nos últimos 30 dias?
  • Quem assinou a newsletter?
  • Como os leads chegaram até a empresa/site/blog/redes sociais?
  • Que motivo fez com que eles não abandonassem a ação de venda/site?
  • Qual o principal diferencial da empresa?
  • Como eles descrevem seu produto/serviço?
  • O que chamou a atenção deles para a sua empresa?

Responder essas perguntas te ajuda a otimizar e ter uma visão mais clara do seu processo de vendas e, consequentemente, colaboram para um aumento nas vendas.

3 - Compare os resultados

Já tinha passado essa dica anteriormente, mas vale ressaltar que uma forma de aumentar suas vendas através da análise de dados é comparado-os.

Como você vai saber se realmente ocorreu uma melhora em seus resultados quando não os coloca lado a lado?

Parece uma estratégia boba, mas ela surte muito mais efeitos do que você pode imaginar.

Uma forma de estar sempre por dentro dos seus dados e até mesmo comparar seus rendimentos, é utilizando uma ferramenta capaz de gerar e apresentar para você.

O Moskit CRM, além de ser uma grande ajuda para organizar seu processo, comercial, consegue gerar inúmeras informações importantes para que você possa otimizar seus dados e aumentar suas vendas. Conheça o Moskit CRM e comece agora mesmo seu teste gratuito.