Mitos sobre vendas: como eles podem atrapalhar seu desempenho

Mitos sobre vendas: como eles podem atrapalhar seu desempenho

Toda profissão é cercada por fatos e mitos, sendo o primeiro o responsável por ensinar e apresentar a realidade para os profissionais. Entretanto, por mais que se tente controlar e evitar que eles interfiram na compreensão que a pessoa tem em relação ao seu trabalho, hora ou outra o mito pode vir a atrapalhar o desempenho dela.

Com as vendas não poderia ser diferente, o vendedor é uma das profissões mais antigas do mundo, e ter passado por grandes mudanças contribuiu para que mitos fossem criados ao longo do tempo.

Nas vendas é ideal que os fatos e mitos sejam separados pois, um pequeno equívoco pode custar todo o trabalho que já foi realizado.

Para que você não caia nessa cilada e entenda de uma vez por todas o motivo de algumas ações não serem efetivas, separamos alguns dos mitos sobre vendas mais famosos.

Vamo lá?

- Ninguém mais vende por ligação

Com o surgimento de novas tecnologias e a sua implementação no cenário de vendas, é comum que muitos pensem que ela estará automaticamente substituindo outra. E embora isso seja um fato em alguns casos, a história nem sempre é assim.

Há anos o telefone vem desempenhando o papel de ser uma ferramenta de comunicação. Além da facilidade e acessibilidade de uso é muito mais rápido conseguir entrar em contato com uma pessoa via ligação do que com um e-mail.

A pandemia de COVID-19 – que obrigou muitas empresas a repensarem a forma de vendas e até a recorrer a velhos hábitos – é um ótimo exemplo para comparar a força das vendas por telefone, já que que mostrou de uma vez por todas que não, o telefone não morreu e ainda é possível fazer vendas e capturar bons leads através de ligações.

Outra grande prova é o crescimento da busca por inside sales.

- Só o vendedor extrovertido se dá bem

Embora as pessoas com maior desenvoltura, tenham mais facilidade com pessoas e vantagens no quesito comunicação, isso nem sempre quer dizer que elas vão se sair melhor do que vendedores introvertidos.

O vendedor é constituído por diversos aspectos e essa é apenas um deles. Existem profissionais que são excelente comunicadores, mas desejam a desejar quando o assunto é informações e entendimento da dor do cliente.

O conhecimento acerca do produto, cliente e situação sempre serão bem mais importantes do que detalhes que não podem ser controlados.

- O vendedor multitarefas faz o processo andar mais rápido

Apesar de muitas vezes um vendedor multitarefas conseguir resolver situações mais rapidamente do que outros, essa afirmação é incorreta.

Quando se tem muitas atividades para se realizar e apenas uma pessoa para executá-las, existe um grande risco de que ocorram atrasos. Sem contar que o processo se torna mais suscetível a erros, visto que ao focar em várias tarefas ao mesmo tempo, a qualidade cai e nenhuma é executada com perfeição.

É sim importante contar com figuras como essa dentro do setor de vendas, mas deixar tudo nas mãos delas é algo impensável, a segmentação sempre será o melhor caminho.

- Não pode falar com o cliente durante a fase de maturação

Já se foi o tempo em que enviar lembretes e entrar em contato com o cliente durante o período de maturação, isto é, etapa em que ele está considerando a ideia e avaliando se vale a pena, era quase um crime.

É importante manter o contato com o lead e averiguar se ele tem dúvidas ou pontos que ele gostaria que fossem abordados novamente.

Estar constantemente em contato é um lembrete de que ele tem uma dor que ainda não foi solucionada e que pode vir a causar grandes problemas.

Claro que a forma com que se aborda nessa fase é diferente e não tão frequente quanto anteriormente.

- Quanto maior o número de pessoas que você abordar, maiores suas chances

Esse não chega a ser bem um mito, até porque isso é realmente verdade. Entretanto, se torna algo impossível quando não se tem uma maneira clara de abordagem, um bom discurso de vendas e falta qualidade no contato.

Abordar leads desqualificados, tentar vender algo que não faz parte da realidade da pessoa ou em momentos inadequados, faz com que a ideia de que quanto maior o número de pessoas, maiores as chances de vender se tornam irreais.

- O CRM não é útil para o processo de vendas

Poderíamos apresentar mil motivos que comprovam que essa afirmação é um grande mito. Desde que foi inventado, o CRM melhora a cada dia, atendendo todo o tipo de vendedor e modelo de negócios.

O CRM é uma ferramenta que atribui produtividade e um senso de organização para as vendas, contribuindo para que a qualidade do trabalho aumente e metas sejam facilmente alcançadas.

Ele também permite que ocorra o armazenamento de dados, o que é muito propício e facilita a procura por informações.

Sem contar que por ser uma ferramenta SaaS é possível acessá-lo onde quer que você esteja e do dispositivo que você quiser. Se você ainda não conhece um bom CRM e nem sabe como ele funciona, indicamos que realize um teste gratuito no Moskit CRM. Você não vai se arrepender.

Até a próxima!