Saiba como fazer uma gestão estratégica especializada

Saiba como fazer uma gestão estratégica especializada

Se você que está lendo isso já se situou bem no mundo dos negócios e entende como ele funciona, provavelmente já tem noção da importância de um planejamento.

Toda empresa, que quer se manter de pé, precisa traçar uma caminho para chegar cada vez mais longe, e parte dessa estratégia consiste em elaborar objetivos que se alinham com o perfil desejado.

Quando o planejamento já está pronto, cabe aos gestores darem andamento e colocá-lo em prática, no que chamam de gestão estratégica.

O que é e para que serve uma gestão estratégica?

Apesar de parecer fácil, gerir uma empresa com base no planejamento estratégico pode ser bem complicado.

Mesmo que ao realizar o planejamento seja levado em conta todos os cenários, alguns percalços podem surgir no caminho, e é responsabilidade do gestor utilizar sua expertise e todos os recursos disponíveis da forma mais estratégica, para se manter focado em cumprir os objetivos.

Para você realmente entender para que serve a gestão estratégica, é necessário olhar primeiro para dentro da empresa e compreender a distribuição de tarefas.

Todos os setores e departamentos demandam recursos para se manterem de pé. Durante o planejamento todos esses custos são levantados, isso porque, o estrategista que está elaborando o plano entende que precisará distribuir seus recursos de forma que atenda todas as necessidades.

Certo, mas como isso impacta na gestão estratégica?

Vamos supor que um fator externo, a economia, por exemplo, está em queda e um dos setores da empresa é altamente prejudicado e alguns investimentos de urgência precisarão ser feitos. O que fazer nesse momento?

Questões como essa fazem parte da rotina da gestão estratégica.

Em outras palavras, a gestão estratégica é a ação de gerir a empresa sem ignorar o planejamento, objetivos, metas e tudo que já foi construído até aquele ponto.

Um dos principais objetivos dessa estratégia é a alavancagem da empresa, já que ao unir uma boa gestão, que vai olhar para todos os aspectos, com o planejamento, as chances do negócio decolar de vez são bem maiores.

Algo que precisa ser ressaltado, é que empresas pequenas também podem realizar esse tipo de ação, mesmo contando com um orçamento menor.

Como fazer uma gestão estratégica em sua empresa?

Problemas surgem todos os dias, e o gestor precisa estar preparado, pois eles costumam aparecer quando menos esperamos.

Mas não se desespere ainda, porque existe um processo de gestão estratégica que ajuda a empresa se preparar para eventuais dificuldades.

Conheça agora as fases da gestão estratégica e entenda como você pode implementar em seu negócio.

1 - Diagnóstico

Imagine que você está em um consultório médico, é sua primeira consulta e o doutor não te conhece. Qual a primeira coisa que ele faz?

Ele te examina e tenta identificar quais são seus problemas, mesmo que alguns sintomas estejam mais aparentes, é função dele conhecer todo o seu histórico e suas limitações, isso porque, sem entender você por completo, qualquer diagnóstico pode não ser condizente.

Da mesma forma, para implantar a gestão estratégica dentro da empresa, é preciso que todos os detalhes sejam analisados.

O gestor responsável por essa estratégia precisa estar ciente do plano de negócios, objetivos etc;

Esse diagnóstico não serve apenas para conhecer a empresa e suas dificuldades dela, essa etapa te ajuda a entender o que precisa ser feito e quem pode realizar isso. Sem contar que te dá uma noção de quais áreas e setores são mais fortes e estão estruturados de acordo com a necessidade.

Vale ressaltar que, além de tudo já citado, o diagnóstico consegue apontar o grau de maturidade da sua empresa.

2 - Formulação

Ainda utilizando o exemplo da consulta médica, após realizar o diagnóstico com base em todos os fatores apresentados, o responsável vai te passar um tratamento formulado e planejado de acordo com suas necessidades, sem contar que um guia para futura prevenções também faz parte dessa cartilha.

Na formulação da gestão estratégica, o gestor precisa reunir todos os dados e definir objetivos estruturados, ações e metas.

Ele sabe onde a empresa se encontra, agora ele necessita entender para onde ela quer ir e quem pode ajudar a fazer isso.

3 -  Implantação e acompanhamento

Quando você volta da consulta, chega a hora de colocar todo o plano do seu médico em ação e isso implica em seguir os passos da formulação.

Mas como saber se está realmente dando certo?

No quesito tratamento médico, a melhor maneira de medir se o que foi sugerido está funcionando é com a melhora gradual que acontece no seu corpo.

Da mesma forma, a implantação de uma gestão estratégica pode ser medida pela melhora dos processos e como ela impactou no cotidiano da empresa.

Isso pode ser analisado através de alguns programas, o Moskit CRM, por exemplo, ajuda a visualizar o gráfico de vendas e fechamentos, e sem dúvidas essa informação já é importante para entender se a estratégia está sendo eficaz.

Realizar a análise SWOT periodicamente também dá uma base legal, já que a evolução se torna visual.

Independentemente de qualquer fase ou ciclo, é preciso ter claro em mente que a gestão estratégica se trata da manutenção e execução de um planejamento.

Se você curtiu esse conteúdo, não deixe de assinar nossa Newsletter para ficar atento às novidades.

Até a próxima!