O que o Big Data tem a ver com as suas vendas?

O que o Big Data tem a ver com as suas vendas?

Em Janeiro de 2012 a Nike iniciava a venda de suas pulseiras inteligentes, um weareable que monitora as atividades físicas dos praticantes e transforma os dados recolhidos em pontos para monitoramento diário.

A Nike Fuelband+ não foi muito longe como produto, mas para Nike deu inicio a um importante processo: a coleta dos hábitos de milhões de usuários no mundo todo.

Hoje utilizando aplicativos para smartphones, a gigante fabricante de artigos esportivos continua coletando uma enorme quantidade de informações de milhões de praticantes de atividades físicas, ajudando a produzir produtos melhores, designs mais inteligentes e melhorar ainda mais a forma como abordam seus clientes.

O termo Big Data não é recente, mas tem começado a se popularizar entre as empresas como forma de adquirir diferencial estratégico em relação aos competidores.

Os cases, como no caso da Nike, são inúmeros, mas começam a se multiplicar e se tornar um método cada vez mais importante.

Cada pessoa gera diariamente uma enorme quantidade de informações que falam bastante sobre suas preferências, hábitos e motivações. Entender como seus clientes pensam é uma poderosa forma de criar produtos melhores e ações mais contundentes.

Big Data ajuda a conhecer melhor seu cliente

Ter total conhecimento das interações que seu cliente tem com o seu produto e como os prospectos interagiram com sua jornada de vendas pode ajudar a lapidar os processos e produzir experiências mais eficientes, que tragam maiores taxas de conversão e satisfação.

Quando sabemos tudo o que dá pra saber sobre os clientes, fica mais fácil engajar e produzir resultados de maior impacto.

Entregue a oferta certa, na hora certa

Quem vende sabe que o ano é repleto de datas comemorativas que permitem campanhas especiais e que precisam ser segmentadas para o público com maior possibilidade de engajar em suas ofertas.

Utilizando Big Data é possível identificar quais clientes estão mais aptos a engajar em determinada campanha com base em seu perfil de comportamento, direcionando recursos de investimento para quem responderá melhor aos anúncios.

Ajuda a ser encontrado

O desenvolvimento de análises para SEO é uma das áreas onde Big Data tem causado o maior influência, de acordo com uma pesquisa envolvendo gestores de marketing e vendas.

Utilizando Big Data para amplificar o impacto do seu SEO é possível analisar o trabalho que seus competidores têm feito, entender quais são seus maiores concorrentes, qual o tamanho do seu mercado e, é claro, se é realmente possível entrar na competição.

Analises como essas otimizam investimentos e podem previnir danos irreversíveis.

Ajuda a melhorar a relação com o cliente

Com toda a riqueza de dados coletadas não apenas da interação do cliente, mas como se comporta online e em seus sites de interesse, é possível adicionar uma camada extra para a função do marketing, saindo da execução e atuando em como tornar a experiência do cliente mais rica.

Seus clientes preferem produtos que utilizam quais cores? Quais as características das páginas que gostam mais? O que as últimas compras dos seus clientes podem apontar para que seu produto sofra modificações ou adicione novas funcionalidades?

Além de detalhes sobre experiência de uso, também é possível melhorar o tempo de resposta utilizado no atendimento do Sucesso do Cliente e na inteligência de como prever, de acordo com alguns gatilhos como tempo de ação e padrões de comportamento, qual é o melhor momento de ajudar proativamente o usuário.

Um bom relacionamento com o cliente e o conhecimento de tudo o que aconteceu durante o processo de vendas é crucial para alcançar resultados maiores. Uma empresa que não conhece seus clientes navega cega por um mar desconhecido e cheio de surpresas.

Se você deseja saber mais sobre a trajetória do seu cliente, controlar seu ciclo de vida de vendas e extrair relatórios detalhados sobre a saúde das vendas em sua empresa, faça um teste grátis agora no Moskit CRM.