<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=230488125300927&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

O que é CRM? Saiba tudo sobre esse sistema!

Talita Bernardes

por Talita Bernardes

Você sabe o que é CRM?

CRM, também conhecido como ‘Customer Relationship Management’, é uma ferramenta muito utilizada nos setores de marketing e vendas.

Embora a popularização do CRM tenha ocorrido nos últimos anos, a primeira versão, ainda em papel, já existe há mais de cem anos. Mas foi com a expansão dos computadores, nos anos 90, que o modelo de hoje começou a ser desenvolvido.

Para quem enxerga o CRM apenas como uma ferramenta de cadastro de clientes, a visão de como a solução pode aumentar as vendas acaba ficando meio ofuscada. 

No entanto, para quem utiliza CRM como uma metodologia de vendas, um universo de possibilidades se abre.

Quer saber mais sobre o que é CRM e o que faz um sistema de CRM? A gente te ajuda!

Veja a seguir:

Nova call to action

O que é um CRM? 

Do inglês “Customer Relationship Management” o CRM é um software focado no gerenciamento de relacionamento com o cliente.

O CRM é útil, já que suas funções fazem com que ele consiga ordenar informações de contato, gerenciar relacionamentos, rastrear interações e acompanhar toda a experiência online e offline com clientes atuais e eventuais.

Em uma definição mais simples e objetiva, podemos dizer que um sistema de CRM permite que as empresas gerenciem os relacionamentos comerciais, dados e informações a eles associados.

Essa ferramenta não deve ser ignorada, já que o relacionamento com o cliente é uma das bases para seus negócios, tanto que uma pesquisa realizada pela State of the Connected Customer pontuou que pelo menos 95% dos brasileiros acreditam que a experiência, isso é, o relacionamento é tão importante quanto os produtos e serviços. 

Portanto, gerir esse relacionamento é meio caminho andado para fechar vendas e fidelizar os clientes.

Ainda não acredita? Outra pesquisa apontou que pelo menos 79% dos consumidores se importam mais com serviços e relacionamentos personalizados do que Marketing, por exemplo, isso, novamente, recai sobre a importância da gestão de relacionamento com o cliente. 

Qual a origem do Software CRM?

A história do CRM começa na década de 80.  Nessa época ele ainda não era chamado de ‘Customer Relationship Management’, mas sim de Banco de Dados do Marketing. Este nome referia-se à prática de criar grupos focais que eram usados ​​para conversar com os clientes das empresas.

A prática, no entanto, tornou-se repetitiva. 

As empresas começaram a entender que o que elas precisavam eram informações mais específicas: as compras do cliente, quanto ele gastava e o que fazia com os produtos que comprava.

Nos anos 90 o sistema evoluiu, e é  nesse período que começa a ser chamado de CRM. O que costumava ser banco de dados de marketing não é mais um sistema de coleta de dados, mas sim um sistema duplo. Por um lado, ele continua a recolher informação, mas, por outro, permite agora contatar o cliente para lhe oferecer descontos, vantagens extra ou até dinheiro. O foco nessa época passou a ser a fidelização do cliente.

Hoje, o CRM nas empresas se concentra em manter relacionamentos fortes com seus clientes, mas, simultaneamente, maximizar os lucros. 

O mercado continua atualizando essa ferramenta, projetando e criando funcionalidades para esse produto sob medida para as necessidades de cada empresa, se adaptando às mais diversas indústrias.

As informações coletadas pelo software de CRM tornaram-se dinâmicas.

A ideia é monitorar seu mercado todos os dias, observando cada movimento e mudança. 

O que faz um sistema de CRM?

Além de entender o que é um sistema de CRM, é  fundamental compreender como ele pode ajudar nas metas da sua empresa.

Por exemplo, você pode saber há muito tempo sobre a importância de construir um relacionamento com seu cliente, mas ainda não sabe como, de fato, colocar isso em ação. 

Outro ponto que deve ser considerado é que para muitos vendedores, o trabalho deles é apenas fechar o negócio, assinar um contrato, gerar uma fatura e atingir a meta. Claro, isso é parte do trabalho, mas esse é o único objetivo do CRM em um cenário comercial?

Você já pensou que, em geral, qualquer cliente pode voltar a ser cliente e trazer novos leads para dentro do seu funil?

 Seu processo de vendas, desde o início, assim como o pós-venda, deve ser desenhado considerando o cliente como um ser humano, com uma história, uma necessidade e um objetivo, não apenas um número.

Por exemplo, no Moskit CRM alcançamos esse objetivo aprimorando a eficiência de vendas e melhorando o relacionamento com seus contatos e clientes.

Separamos alguma das principais funcionalidades do CRM, confiram:

Base de cadastro de clientes

O CRM ajuda na construção de uma base de contatos e clientes centralizados.

Quando pensamos nessa funcionalidade, nos restringimos muito no entendimento de que com a centralização, todas as informações estarão em um só lugar, o que é sem dúvidas uma grande vantagem, já que o risco de perder informações se reduz, e a confiabilidade é muito maior. 

No entanto, ter essa base de cadastro para clientes, também ajuda na distribuição de tarefas internas, delimitando o número de contatos para cada vendedor automatizadamente.

Follow-up

O follow-up é o nome dado para o acompanhamento das etapas de vendas, isto é, cada passo que o cliente enfrenta durante a jornada de vendas.

O CRM possibilita que o follow-up seja feito de maneira mais prática, já que todos os dados ficarão registrados no sistema, contribuindo para que nenhum passo seja esquecido, ou informação descartada.

Em alguns CRM você consegue até mesmo emitir lembretes para não se esquecer de realizar os acompanhamentos, ter essa facilidade ajuda o usuário a focar em outras atividades, pois tem a segurança de que nada passará despercebido.

Identificação das melhores oportunidades de negócios

Muitas vezes pode acontecer de um negócio ser muito atrativo e ele acabar passando sem ser notado, talvez pela falta de organização do setor de vendas, ou de seus dados ainda estarem organizados em planilhas.

Com o CRM é possível realizar análises e organizar as oportunidades de negócios por valor, data e muito mais, o que só contribui para que se identifique com muito mais facilidades alguns negócios que demandam mais tempo, por exemplo.

Outro ponto é que com a cultura do CRM, as empresas entendem melhor quem são os seus clientes, qualificando de maneiras mais pontuais, ajudando a focar em leads com reais chances de fechamento.

Define as preferências de compras

Como falamos brevemente no tópico anterior, o CRM ajuda os usuários a entenderem quem são os seus clientes, do que eles gostam e como eles se comportam.

É possível que dentro do seu nicho existam consumidores com hábitos de compras diferentes, ter isso pautado, ajuda a recebê-los melhor e entregar qualidade desde o primeiro momento em que eles fazem contato com a empresa.

Algo que também faz toda a diferença é entender os canais de vendas que eles mais se sentem confortáveis, para não só ampliar, mas também fornecer essa facilidade e segurança para eles.

Segmenta clientes

Apesar de todos os clientes, usualmente, terem algo em comum, eles são bem diferentes entre si, e por isso é de extrema importância realizar a segmentação, até mesmo para conseguir atender cada um deles adequadamente.

Com o seu CRM você consegue segmentar por:

  • fase do funil de vendas; 
  • comportamento;
  • demografia; 
  • geografia. 

Melhora o atendimento ao cliente

O atendimento ao cliente é base para qualquer negócio de sucesso, ter ferramentas que ajudam a otimizá-lo é uma maneira de se manter antenado às necessidades dos consumidores e expandir suas vendas.

Segundo pesquisas, para 96% dos entrevistados um bom atendimento é aquele em que ele é ouvido, isto é, que o atendente presta atenção e se mostra genuinamente interessado. 

O CRM é uma ferramenta que pode auxiliar com essa tarefa, uma vez que, ao registrar dados de todas as etapas do processo, quando o cliente chega para ser atendido pelo representante, todos os dados estarão disponíveis para pesquisa e ele conseguirá prestar um serviço mais ágil e com mais qualidade. 

Onde eu vou usar o CRM?

O CRM é um sistema SaaS, isto é  um Software como um serviço, ou seja, algo “intangível” que não necessita de instalações e/ou produtos para fazer com que trabalhe.

A grande sacada desse tipo de aplicação está no fato de você poder carregá-la para onde quer que você esteja e conseguir conectá-la em seus dispositivos móveis como computador pessoal, tablet ou smartphone, se, claro, houver conexão com a internet.

Veja também:

Por isso, o CRM pode ser utilizado em qualquer dispositivo e de qualquer lugar. Essa é uma vantagem para gestores e vendedores, já que, essa ferramenta pode ser usada para diversas ações e estratégias, como:

  • prospecção de leads;
  • estratégias de retenção;
  • acompanhamento de vendas;
  • registro de informações sobre o cliente;
  • geração de dados para o time de marketing;
  • cadastro de clientes.

Quando usar um CRM? 

Por ser muito utilizado para gerenciar o relacionamento com o cliente, é comum que muitos pensem que o CRM está restrito apenas a essa função, mas a verdade é que essa ferramenta possui funcionalidades que ajudam em diversas outras áreas.

Saiba quando usar o seu CRM: 

Prospectar leads

O CRM na prospecção permite que sejam otimizados alguns dos pontos de contato com o cliente, além de permitir a integração de uma série de ferramentas voltadas para prospecção de clientes e registro de dados.

Com o CRM também é possível organizar os leads conforme o potencial de conversão que eles estão apresentando, ajudando a distribuir o foco.

Gerenciar vendas

Talvez essa seja uma das funções mais conhecidas do CRM.

Um bom CRM te ajuda a gerenciar suas vendas, fornecendo para o usuário relatórios com análise de metas, relatório de vendas, relatórios de funil, relatório de produtividade, um dashboard de vendas personalizável, funil de vendas e muito mais.

Todas essas funcionalidades conseguem ajudar numa gestão de vendas mais centralizada, com dados precisos e qualidade. 

Divulgar produtos e serviços

Com o seu CRM você consegue entender quais produtos e serviços tem mais aceitação dos clientes, isto é, quais vendem mais e podem ser melhor divulgados.

Outro ponto é que com a possibilidade integrar o CRM em outras ferramentas, o CRM pode se integrar a sua ferramenta de Marketing e a partir de então se criar uma automação de Marketing para perfis e clientes de forma segmentada.

Analisar o mercado

No seu CRM, existem milhares de dados que ajudam na análise de mercado.

Um erro muito comum na hora de analisar o mercado é olhar apenas para dados externos e não comparar com informações internas, quando elas podem ser extremamente valiosas para entender o padrão de comportamento dos consumidores e se posicionar no mercado de maneira que exista uma concorrência saudável.

O CRM fornece informações sobre como o consumidor se comporta, quais as suas necessidades e como sua empresa pode prever essas dores e fazer com que ela se torne a opção mais viável para eles. 

Reter clientes 

Um momento muito importante para se usar o CRM é durante a retenção de clientes.

A ferramenta é repleta de dados e informações sobre o cliente, portanto o usuário tem mãos uma base de dados que o ajuda a desenvolver estratégias de retenção, pautadas em cancelamentos e reclamações comuns, podendo então evitar novos cancelamentos. 

Assista também: Minicurso de Captação e Retenção de clientes 

Qual a diferença entre um CRM e um ERP? 

Muitas pessoas acabam confundindo o CRM com o ERP por pensarem que eles desempenham a mesma função, no entanto, a história não é bem essa. 

Conheça mais sobre o ERP e como ele se diferencia do CRM. 

O que é um ERP?

O planejamento de recursos empresariais, ou ERP, é um sistema de software projetado para apoiar o gerenciamento de recursos dentro de uma organização. 

Este sistema é particularmente útil para gerenciar recursos financeiros, humanos e materiais dentro de uma organização, ele também é usado para planejar e controlar todas as atividades de negócios. 

Essencialmente, os sistemas ERP otimizam como as organizações gerenciam seus recursos para atingir metas estratégicas.

As principais diferenças entre CRM e ERP 

A principal diferença entre os dois é que o ERP trata da gestão operacional da empresa enquanto o CRM se concentra na gestão de vendas e do relacionamento com o cliente.

Alguns sistemas ERP incluem um componente de CRM, enquanto outros não, mas os sistemas de software de CRM não incluem componentes de ERP.

A afinidade entre os dois é representada pelo fato de os dois softwares ajudarem a empresa a trabalhar melhor e reduzir o desperdício. Ambos são sistemas de negócios que armazenam e analisam dados em um banco de dados relacional.

O ERP e o CRM são fornecidos por meio de um modelo tradicional ou por meio do SaaS, onde o fornecedor gerencia o software em seu próprio data center e os clientes o acessam pela nuvem.

Qual é melhor o CRM ou o ERP?

Quase todos os negócios em crescimento, de pequenas e médias empresas a grandes empresas, eventualmente precisarão de um sistema ERP e CRM, ou uma única plataforma para ambos. 

Como vimos, ambos os sistemas são essenciais para a maioria das empresas.

O dilema da necessidade de adquirir um ou dois é certamente mais complexo e naturalmente depende do tipo de empresa, das suas necessidades, das peculiaridades que a caracterizam e distinguem o seu modelo de negócio.

Normalmente, uma pequena empresa pode recorrer apenas ao CRM, mas em estruturas maiores muitas vezes é necessário implementar um software ERP integrado com o CRM, para garantir o melhor desempenho.

Um elemento útil a ser considerado é a tipicidade dos dois sistemas. O CRM gera e organiza os dados dos clientes, o ERP coordena os fluxos organizacionais de uma empresa. Ou seja, enquanto a primeira coleta informações nas áreas de marketing e vendas, a segunda controla e gerencia todas as funções produtivas e financeiras.

Assim, se você deseja centralizar as informações de seus clientes em uma única ferramenta, automatizar marketing, vendas e atendimento ao cliente e analisar os resultados de cada iniciativa, é necessário um CRM.

 Se, por outro lado, você precisar tornar a produção mais eficiente, melhorar os processos de tomada de decisão ou coordenar a cadeia de suprimentos, precisará adquirir um ERP.

Quais as vantagens de um sistema de CRM?

Você já deve ter lido em algum lugar que o CRM aumenta significativamente suas vendas, e é um dos benefícios mais cobiçados e desejados para quem opta pelo CRM, mas não é o único.

Quando pensamos em vendas, é normal associar um grande número de vendas a um aumento do número de potenciais clientes, seguindo a lógica de que quanto mais pessoas se interessarem por um produto, maior será sua capacidade de venda.

Na verdade, não é assim que funciona. Pode haver milhares de partes envolvidas e ainda assim nenhuma venda acontece.

Como o CRM resolve esse problema? Separamos algumas das vantagens do CRM que auxiliam nessa ação. Veja alguns exemplos:

Criação de processos 

Sim, o CRM te ajudará a coletar detalhes de contato e da empresa, mas isso é apenas um meio para atingir outros objetivos mais importantes. 

Veja também: 

A ideia central do CRM é organizar o processo de vendas em etapas.

Ao contratar um CRM, o primeiro passo na implementação geralmente é mover seu fluxo de vendas para o sistema. 

Quando não estiver presente, a própria equipe de sucesso ajudará a empresa a organizar um funil de vendas eficaz.

O funil, por exemplo, é importante para ajudar na identificação de problemas.

Ao ter uma visualização em fases, é possível enxergar em que ponto as vendas estão sendo perdidas e quais são os motivos destas perdas, facilitando ações para contornar os gargalos e melhorar o desempenho. 

Qualidade do atendimento

A segunda forma que o CRM te ajuda a vender mais é garantindo um que exista um padrão mais alto no relacionamento com o cliente.

Com a organização de todas as atividades de uma negociação em uma linha do tempo, o vendedor sempre sabe quais são as principais necessidades do cliente, quais assuntos já foram conversados anteriormente e detalhes que foram negociados.

Criando uma grande base de informações e evitando que erros aconteçam, erros esses que podem afetar o relacionamento com o cliente.

Assista também:

Quando o vendedor entra em contato com um cliente, ele consegue pesquisar e localizar e-mails, ligações antigas e comentários que já fez sobre atendimentos.

Assim, o tempo de resposta das vendas é reduzido e a assertividade das informações muito mais alta, impulsionando também a produtividade de cada vendedor.

Dados e relatórios

À medida que cada negociação é encerrada, gerando dados específicos sobre cada negócio, cliente, empresa e vendedor, o sistema consegue gerar informações valiosas sobre as operações de vendas.

Todos os dados coletados são organizados em relatórios gerenciais, permitindo que os gestores melhorem a qualidade de seu planejamento estratégico e identifiquem dificuldades em vendas, entendam onde e porque os clientes estão desistindo da compra e direcionando melhor os esforços de gestão.

 

É por meio desses pontos que o CRM facilita o crescimento das vendas, garante a negociação baseada em processos, aumenta a produtividade da força de vendas, melhora a qualidade do serviço e dá aos gerentes uma verdadeira compreensão do que está acontecendo em suas operações.

Integração com ferramentas que aumentam a produtividade

Toda empresa visa aumentar a produtividade, ou seja, agilizar a entrega dos resultados em menos tempo. No entanto, a qualidade pode ser perdida se as ferramentas adequadas não forem usadas.

Assista também:

Como mencionado anteriormente, o CRM é um software projetado para proporcionar aos usuários a organização de seus processos de negócios, para isso, além de ter um sistema bem organizado, é necessário oferecer aos usuários a opção de integração com outras ferramentas, eles melhoram a experiência do usuário e também contribuem para o aumento da produtividade.

Conheça alguma dessas integrações:

Zenvia

Em alguns CRM's, inclusive do Moskit, existe a possibilidade de realizar ligações diretas para seus clientes. Isso viabiliza o contato, e permite que algumas atividades sejam feitas de maneira bem mais rápida.

Outra grande vantagem da Zenvia é o seu custo, além de contar com tarifas reduzidas, é possível definir um valor específico para utilizar mensalmente, permitindo ao usuário controlar seus gastos, sem que aconteçam surpresas no fim do mês. 

A possibilidade de gravar as ligações é outro benefício de integrar a Zenvia ao seu CRM, permitindo o acesso daquela reunião importante e revisão de informações.

Envio de proposta

A proposta comercial é um documento que conta com todos os dados da negociação, é nela que fica explícito quais são as reais intenções da empresa e o que ela tem a agregar ao cliente.

modelo de proposta comercial

Dentro do Moskit CRM, por exemplo, existe um módulo de proposta, onde o usuário consegue criar, desenvolver e enviar a sua sem precisar utilizar outro serviço para realizar essa ação, levando praticidade à rotina desse vendedor.

 Saiba mais: Enviando uma proposta por dentro do Moskit.

Videoconferência

Quem trabalha com inside sales sabe como as videochamadas são importantes para manter o fluxo de contato, entretanto, algo que dificulta um pouco isso é a necessidade de precisar trocar de abas ou procurar informações fora do seu CRM.

Com a integração de videoconferência no seu CRM, além da facilidade em se organizar em relação aos dados daquele cliente, o registro de informações também acontece de maneira bem mais precisa, isso tudo sem a necessidade de sair da tela do seu CRM.

Algo que também precisa ser considerado é o custo e o atendimento. Aqui no Moskit CRM, já contamos com essa funcionalidade, então se você ficou curioso, clique aqui e saiba como você pode integrar a videoconferência do Moskit na sua conta.

Se você quer melhorar suas habilidades de videoconferência, assista esse vídeo:

Moskit Boost

O WhatsApp é a ferramenta de comunicação mais utilizada aqui no Brasil, ela se tornou muito atrativa para as empresas, pois além de ser um canal que a boa parte do público tem acesso, ela é gratuita.

Aqui no Moskit, entendemos que essa é ferramenta essencial para os vendedores, por isso desenvolvemos uma extensão para unir o WhatsApp ao CRM.

 

O Moskit Boost é uma extensão para WhatsApp que tem como principal objetivo levar suas negociações por WhatsApp para dentro do seu CRM com apenas alguns cliques, te ajudando a vender mais. 

Veja mais: Moskit Boost

Tipos de CRM

O CRM é sem dúvidas um dos softwares mais utilizados nas empresas e setores comerciais, e isso não é coincidência.

Na era da informação, ter ferramentas para obter, armazenar e organizar informações a respeito do cliente, tudo isso com base no relacionamento entre vocês, é essencial para sobreviver e se destacar no mercado.

Mas, você sabia que existem pelo menos 7 tipos de CRM no mercado?

Isso porque grande parte das empresas já compreenderam a importância do CRM e como ele contribui para que os dados dos clientes sejam reaproveitados e organizados em função da melhoria do atendimento e relacionamento com os clientes.

Mas, quais são os tipos de CRM? Confiram: 

Por setor:

  • CRM de Vendas
  • CRM de Marketing 
  • CRM de Suporte 

Por funcionalidade:

  • CRM Estratégico
  • CRM Analítico
  • CRM Operacional
  • CRM Colaborativo

Importante ressaltar que CRM tem características e funcionalidades que contribuem para diferentes ações na empresa e do setor de vendas, logo eles podem coexistir. 

Saiba mais: 7 tipos de CRM que você precisa conhecer 

Para que você realmente consiga entender o que é CRM, é importante olhar brevemente para cada um desses tipos. Confira a seguir um pequeno resumo que fizemos: 

CRM de Vendas

O CRM de vendas é uma ferramenta que atua como uma espécie de extensão dos vendedores e gerentes, pois eles o utilizam para registrar, armazenar e organizar todas as informações que obtêm dos clientes para vender de forma inteligente e prática.

CRM de Marketing 

Esse tipo de CRM é relevante para as ações e estratégias da equipe de marketing.

Saiba mais: O que é CRM de Marketing? 

É importante ressaltar que ele pode ser usado tanto por equipes de marketing quanto de vendas, pois a integração de marketing e vendas, ou seja, remarketing, ou Marketing de vendas, contribui para a clareza do processo e mais precisão do início ao fim.

CRM de Suporte

Como o próprio nome já sugere, esse tipo de CRM visa gerir as ações de suporte e atendimento. 

O CRM de suporte auxilia não apenas a equipe de atendimento e suporte, mas também a equipe de vendas, emitindo alertas sobre possíveis atrasos, falhas e problemas que possam atrapalhar.

CRM Estratégico

O CRM estratégico pode ser considerado a união do operacional, analítico e colaborativo.

Por ter essa potência, um de seus recursos é coletar, separar e aplicar informações sobre clientes e tendências de mercado para chegar a uma melhor proposta de valor para o cliente.

CRM Analítico

Focado na interpretação dos dados do cliente, um dos principais objetivos do CRM analítico é ajudar gerentes, equipes de marketing, vendas e suporte a fornecer o melhor serviço possível.

CRM Operacional

O CRM funcional ajuda na fidelização do cliente, no fechamento de vendas e até mesmo no controle do churn. Sem contar que com os registros que as equipes realizam o CRM operacional, o CRM analítico é enriquecido de informações, proporcionando qualificando as ações que serão pensadas por meio dele.

CRM Colaborativo 

Esse tipo de CRM é importante para alinhar as ações e estratégias em andamento na empresa. Mas não apenas, ele também ajuda a tornar as transmissões para o cliente mais confiáveis.

Com acesso de todos, o processo fica mais seguro, garante mais qualidade no atendimento e nas ações realizadas.

O que não pode ser considerado um CRM? 

Arquivos no Word, planilhas e e-mails podem colaborar com a organização dos dados, mas eles não trabalham o relacionamento com o cliente, apenas disponibilizam informações e números. É preciso lembrar que a venda ocorre entre pessoas e não para máquinas, por isso, é muito importante gerar um relacionamento com os contatos. 

O CRM é um sistema desenvolvido para gerenciar a relação com os contatos. Por vezes, acreditamos que o contato já realizado é um bom atendimento ao cliente, que os e-mails já são suficientes ou um contato por telefone basta para uma compra. 

Mas, como já dissemos algumas vezes, os sistemas de CRM, como o Moskit, vão além dos dados.  O Moskit, por exemplo, foi criado para gerar relacionamentos e centralizar todas as informações. Assim, todo contato, seja atendimentos online, por telefone e presenciais, estarão reunidas para toda a equipe em um só lugar. 

Como engajar a equipe a usar o sistema? 

Independentemente de qual sistema esteja sendo implementado na empresa, é normal que exista resistência, ou até mesmo uma falta de engajamento.

No entanto, se você visa crescimento e expansão das suas vendas, é importante que se siga alguns passos para ajudar no engajamento da equipe em relação ao CRM.

Quais seriam esses passos? Listamos eles para vocês: 

Faça uma apresentação

Antes de chegar falando que a partir do dia tal será necessário o uso do CRM, é legal reunir todo time e fazer uma apresentação sobre a ferramenta, explicando como ela atuará no dia a dia e de que forma ela os ajudará a realizar suas tarefas.

Veja também: 

Quando a equipe entender para que serve o CRM e como ele ajuda, o engajamento já sobe, visto que essa é uma ferramenta que facilita, e muito, a vida de seus usuários, automatizando e otimizando tarefas que demandam tempo. 

Promova um treinamento 

Após apresentar, é interessante promover um treinamento.

No treinamento, deve-se olhar profundamente para as funcionalidades e ensinar a realizar o uso da melhor maneira possível. Ser didático e ter paciência é fundamental para que o engajamento suba.

É muito provável que sua equipe use a ferramenta após compreender como ela funciona.

Algo que vale ressaltar é que, embora seja importante promover esses treinamentos, as melhores ferramentas do mercado fornecem o serviço de Onboarding para os usuários, o que nada mais é que um processo de integração que visa aproximar o cliente da ferramenta e engajá-lo de maneira que todas as barreiras sejam removidas.

Aqui no Moskit, entendemos a importância do Onboarding, por isso proporcionamos aos nossos clientes a experiência completa, além de um suporte preparado que está sempre disponível para solucionar dúvidas e ajudar com dificuldades pontuais. 

Abra espaço para questionamentos

Por mais didático que seja, é possível que ainda existam questionamentos, até porque além de cada um ter um ritmo de aprendizagem diferente, é normal que surjam dúvidas conforme é feita a utilização.

Deixe bem claro que qualquer dúvida pode e será respondida. 

Crie metas de utilização 

Quando sua equipe tem uma baixa aderência ao CRM, uma maneira de driblar essa dificuldade é começar a estabelecer algumas metas de utilização.

Começar gradualmente é essencial, já que pode ser um pouco autoritário e ameaçador traçar metas muito altas num primeiro momento.

Por exemplo, você pode estabelecer que na semana 1 a equipe deve usar o CRM pelo menos por 30 minutos por dia, na semana 2 aumentar para 1 hora por dia e assim sucessivamente, até chegar em fluxo saudável e em que seja possível realizar todas as tarefas. 

Desenvolva jogos e premiações

Se nada disso funcionar, um último recurso é criar alguns jogos e premiar a equipe

Não precisa ser nada que deixe um clima desagradável no setor, mas que motive eles a usarem mais a ferramenta.

Qual CRM escolher?

Como é possível perceber, um CRM não é só um software, ele também é uma metodologia para otimizar a operação de vendas. É por isso que muitas pessoas acabam tendo dúvidas sobre como começar e dificuldades na adesão.

Existem muitos sistemas de CRM disponíveis no mercado. Existem as versões mais caras até as mais baratas ou gratuitas. Mas antes de decidir, é importante saber que não basta ter um CRM de vendas. 

A opção escolhida deve oferecer exatamente o que sua equipe precisa, por isso, considere as necessidades do seu negócio e avalie as opções antes de contratar. Confira alguns pontos que você precisa ter em mente antes de escolher o seu CRM. 

Custo benefício

O CRM que você escolher deve ter um excelente custo benefício, e de preferência, um que seja previsível.

É comum que ao pensar em adotar uma ferramenta de CRM a primeira opção seja uma estrangeira, só o que não te contam é que essa é uma escolha muito arriscada, já que quase sempre você pagará em uma moeda diferente da nacional, e que está sujeita a inflação e mudanças socioeconômicas.

Por isso que o melhor é optar por um CRM nacional, como o Moskit, que além de ter um valor que cabe no bolso do usuário, não está sujeito a essas mudanças, com um valor fixo durante a duração do contrato. 

Equipe de suporte preparada

Da mesma forma que pagar em moedas estrangeiras não é algo muito atrativo, ter um suporte que não consegue te entender ou resolver suas dúvidas, pela barreira de linguagem, é outro ponto negativo.

Aqui no Moskit, além de termos um suporte totalmente nacional, nossa equipe é treinada e preparada para ajudar os nossos usuários em qualquer situação, atendendo e resolvendo a maioria dos tickets no mesmo dia. 

Tamanho da equipe

Nem todo CRM suporta uma pequena empresa, por exemplo. 

Na hora de escolher o seu CRM é legal pensar em um que consiga acompanhar o crescimento da sua equipe, até mesmo para evitar a troca de ferramentas e perda de dados.

O Moskit é um CRM para pequenas, médias e grandes empresas, portanto ele consegue acompanhar o crescimento da sua empresa. 

Funcionalidades que fazem sentido 

Nesse ponto vamos parecer até repetitivos, mas a verdade é que ferramentas estrangeiras, nem sempre conseguem entregar funcionalidades que fazem sentido para nosso mercado.

O mercado brasileiro tem diversas particularidades, que esses desenvolvedores não conseguem acompanhar, talvez por estarem fora. Um exemplo é o WhatsApp que é uma febre no Brasil, mas em países da América do Norte e de algumas regiões da Europa é praticamente inutilizado. 

O Moskit entende isso, pois ele desenvolve funcionalidades pensadas para o mercado e usuário brasileiro, e é por isso que temos o Moskit Boost, uma extensão para o WhatsApp que transforma o seu WhatsApp em um CRM.

Legal, né? 

Com tudo isso que foi listado em mente, se você nunca experimentou um CRM e não sabe como é sua utilização, na prática, clique aqui e faça um teste grátis no Moskit, durante 7 dias você pode utilizar a ferramenta e sentir na pele todas as vantagens.

Teste grátis

Compartilhe essa publicação

Compartilhar no twitter Twitter Compartilhar no facebook Facebook Compartilhar no Whatsapp Whatsapp

Também em Blog Moskit