As maiores dificuldades de trabalhar com inside sales

As maiores dificuldades de trabalhar com inside sales


A vida do vendedor de inside não é tão fácil quanto alguns pensam, possuindo algumas limitações que, quando não bem acompanhadas, podem atrapalhar as negociações e causar problemas.

Como estamos discutindo ao longo desta semana, o inside sales é um modelo de vendas em que todas as atividades são realizadas internamente, sem a necessidade de deslocamento por parte da empresa ou cliente.

Só que como toda estratégia o inside sales só se torna uma fonte de lucros e resultados para empresa quando todos os seus aspectos, sejam eles positivos ou negativos, são levados em consideração e estudados.

Recentemente já falamos sobre as vantagens do inside sales e como tirar proveito deles. Leia mais: Inside sales: tudo o que você precisa saber sobre esse conceito

Hoje vamos falar um pouco mais sobre as maiores dificuldades de fazer inside sales e como driblá-las.

Quais as maiores dificuldades de trabalhar com inside sales?

Distância

Ao mesmo tempo em que trabalhar internamente é uma excelente vantagem para quem busca reduzir custos ou está começando e não tem como investir ainda, a distância pode ser um grande problema quando não bem administrada.

Existem dois pontos que precisam ser bem avaliados e pensados antes de se adotar o modelo de inside sales: o trabalho remoto e a comunicação.

Um dos benefícios que o inside sales proporciona é versatilidade de se trabalhar em casa ou no escritório, e com todo mundo trabalhando em casa agora durante a pandemia, se comunicar e trocar ideias se tornou algo fundamental para o avanço das atividades.

Empresas que não se atentam em criar mecanismos para realizar troca dados, perdem muito. Não só na questão financeira, mas também na qualidade de atendimento e de informações que passam para seus consumidores.

Isso porque, ao negligenciar esse contato atualizações ou novidades que poderiam ser úteis acabam não sendo repassadas, correndo o risco de informar algo que não é mais verídico.

E vai além pois, o inside sales faz com que fiquemos distante do consumidor, logo ao falar com ele a atenção tem que estar totalmente voltada para o momento, caso contrário ele pode se sentir desprezado ou ignorado.

Gestão de tempo e energia

Quem trabalha com inside sales sabe que é quase impossível se dar bem sem ter uma boa gestão de tempo, e por usualmente ser gerenciada pelo próprio vendedor, se organizar pode ser uma grande dificuldade.

O vendedor de inside é responsável por diversas tarefas, e diferentemente de algumas funções no seu trabalho a demanda é constante. A pessoa que não se atenta em criar uma ordem ou rotina, acaba ficando perdida e o seu rendimento cai.

Só que o grande desafio está no fato de gerir a sua própria energia.

Nem todos os dias são fáceis, mas tem alguns que realmente nos deixam para baixo por conta da rejeição e vários nãos que recebemos.

Quando isso acontece parece que nossa energia se esvai, assim como a motivação. Ter resiliência para continuar está diretamente conectado a gestão de energia. Quando colocamos todas nossas forças em um único objetivo, ao invés de distribuir a longo do dia, é provável que ou ficaremos frustrados ou o trabalho não renderá.

A gestão de tempo e energia precisam ser igualmente distribuidas.

Identificar e guiar os leads qualificados

A verdade é que nem todos os leads que chegam até o vendedor de inside estão qualificados para avançar a negociação e fechar.  

Sendo essa identificação uma das funções e habilidades fundamentais para quem trabalha com esse modelo de vendas, já que constantemente surgem novas demandas e saber identificar quem está apto para receber a solução colabora para que o processo se torne mais produtivo.

Para isso é preciso que o responsável esteja sempre renovando seu conhecimento e buscando adquirir novas informações. Entretanto, a rotina intensa impossibilita que espaços para que outras atividades sejam encontrados.

Só que negligenciar essa necessidade pode causar grandes problemas.

Tirar um tempo para aprender ou fazer um treinamento vai muito além de apenas agregar mais informações para seu uso pessoal. Essa atividade colabora para que o profissional esteja apto para realizar  procedimentos, colaborando para que ele ganhe a confiança do consumidor, elevando a sua credibilidade, já que  ele acredita que, ao ter alguém capacitado e preparado, suas chances de atingir o sucesso se tornam bem maiores.

Não ter uma ferramenta para auxiliar

Com dificuldades como a distância, gestão de tempo, gestão de energia e a necessidade de estudar para aprimorar as suas habilidades, o vendedor que se arrisca a fazer tudo isso sem contar com algum tipo de ajuda está perdendo qualidade e tempo.

Atualmente já existe diversas ferramentas que colaboram para que o fluxo de tarefas seja potencializado, isto é, feito de maneira mais rápida e fácil.

Apostar em um bom CRM, entrega ainda mais  qualidade nas negociações e ajuda com que o vendedor tenha mais tempo para ele, sem deixar que a pressão e o estresse tome conta.

Quem ignora esse tipo de auxílio contribui para que tudo fique ainda mais difícil.

Vender não é uma tarefa para os fracos, então se você quer se fortalecer ainda mais indicamos que conheça o Moskit CRM, um sistema que atende todas as necessidades do vendedor de inside sales. Clique aqui e se inscreva em nosso teste gratuito.